Dicionário Priberam Online de Português Contemporâneo
Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
Este site utiliza cookies. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. Saiba mais...
pub
pub
pub
pub
pub

água-viva

água-vivaágua-viva | n. f.
águaágua | n. f. | n. f. pl.
Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!

á·gua·-vi·va á·gua·-vi·va


nome feminino

[Zoologia]   [Zoologia]  Designação comum a várias espécies de cnidários marinhos de corpo mole e transparente, providos de tentáculos com células urticantes.Ver imagem = ALFORRECA, MEDUSA

Plural: águas-vivas.Plural: águas-vivas.

á·gua á·gua


(latim aqua, -ae)
nome feminino

1. Líquido natural (H2O), transparente, incolor, geralmente insípido e inodoro, indispensável para a sobrevivência da maior parte dos seres vivos.Ver imagem

2. Esse líquido como recurso natural que cobre cerca de 70% da superfície terrestre.

3. Lugar por onde esse líquido corre ou se aglomera.

4. Chuva (ex.: fomos e viemos sempre debaixo de água).

5. Suor.

6. Lágrimas.

7. Seiva.

8. Limpidez (das pedras preciosas).

9. Lustre, brilho.

10. Nome de vários preparados farmacêuticos.

11. [Engenharia]   [Engenharia]  Cada uma das vertentes de um telhado (ex.: telhado de duas águas; telhado de quatro águas).Ver imagem

12. [Marinha]   [Marinha]  Veio por onde entra água no navio.

13. [Brasil, Informal]   [Brasil, Informal]  Bebedeira.

14. [Brasil, Informal]   [Brasil, Informal]  Aguardente de cana. = CACHAÇA


águas
nome feminino plural

15. Sítio onde se tomam águas minerais.

16. [Informal]   [Informal]  Urina.

17. Ondulações, reflexos.

18. Líquido amniótico.

19. Limites marítimos de uma nação.


água chilra
Comida ou bebida sem sabor ou com água a mais.

Água ruça proveniente do fabrico do azeite.

água de Javel
[Química]   [Química]  Solução de um sal derivado do cloro utilizada como anti-séptico (tratamento das águas) ou como descorante (branqueamento).

água de pé
Água de fonte.

água de rosas
Líquido aromático que é uma mistura de óleo essencial de rosa com álcool, diluída em água destilada.

água doce
Água que não é salgada, que não é do mar.

água do chefe
[Angola, Informal]   [Angola, Informal]  Aguardente caseira ou artesanal, feita geralmente a partir de cereais ou cascas de fruta e açúcar. = CAPORROTO

água lisa
Água não gaseificada.

água mineral
Água de nascente que, natural ou artificialmente, contém sais minerais dissolvidos ou gás, aos quais são atribuídas propriedades medicinais.

água no bico
[Informal]   [Informal]  Intenção oculta que se procura alcançar por meio de outra acção (ex.: a proposta traz água no bico; aquela conversa tinha água no bico). = SEGUNDAS INTENÇÕES

água panada
Água em que se deita pão torrado.

água sanitária
[Brasil]   [Brasil]  Solução aquosa à base de hipoclorito de sódio, de uso doméstico generalizado, sobretudo como desinfectante ou como branqueador. = LIXÍVIA

água tónica
Bebida composta de água gaseificada, açúcar, quinino e aromas.

água viva
Água corrente.

capar a água
[Portugal: Trás-os-Montes]   [Portugal: Trás-os-Montes]  Atirar pedras horizontalmente à água para que nela dêem um ou mais saltos.

com água pela(s) barba(s)
[Informal]   [Informal]  Com muito trabalho ou dificuldades.

comer água
[Brasil, Informal]   [Brasil, Informal]  Ingerir bebidas alcoólicas. = BEBER

dar água pela(s) barba(s)
[Informal]   [Informal]  Ser complicado, difícil; dar trabalho.

debaixo de água
Com muito trabalho (ex.: são muitos pedidos, o serviço está debaixo de água).

deitar água na fervura
[Informal]   [Informal]  Esfriar o ardor ou o entusiasmo de alguém; apaziguar os ânimos. = ACALMAR, CONCILIAR, HARMONIZARAGITAR, ALVOROÇAR, ENERVAR

em água de barrela
[Informal]   [Informal]  O mesmo que em águas de bacalhau.

em águas de bacalhau
[Informal]   [Informal]  Sem consequência, sem resultados ou sem seguimento (ex.: o assunto continua em águas de bacalhau; acabou tudo em águas de bacalhau; a ideia ficou em águas de bacalhau).

ferver em pouca água
[Informal]   [Informal]  Irritar-se facilmente ou por pequenas coisas (ex.: você ferve em pouca água, homem!).

ir por água abaixo
[Informal]   [Informal]  Ficar desfeito ou ser malsucedido (ex.: a teoria foi por água abaixo). = FRACASSAR, GORAR

levar a água ao seu moinho
Conseguir obter vantagens pessoais.

meter água
Deixar entrar água, geralmente por ter fenda ou rombo (ex.: o telhado foi reparado porque metia água).

Cometer erro; dizer ou fazer asneira (ex.: ele estava muito nervoso e meteu água na entrevista).

Correr mal (ex.: novo projecto imobiliário tem tudo para meter água). = FRACASSAR

mudar a água às azeitonas
[Informal, Jocoso]   [Informal, Jocoso]  Urinar.

pôr água na fervura
[Informal]   [Informal]  O mesmo que deitar água na fervura.

primeiras águas
As primeiras chuvas.

sacudir a água do capote
Recusar responsabilidades ou livrar-se de um compromisso.

Atribuir as culpas a outrem.

tirar água do joelho
[Informal, Jocoso]   [Informal, Jocoso]  Urinar.

verter águas
[Informal]   [Informal]  Urinar.

pub

Auxiliares de tradução

Traduzir "água-viva" para: Espanhol | Francês | Inglês

Parecidas

Esta palavra em blogues

Ver mais

Álvaro de Campos IV - Vem, Noite antiquíssima e idêntica, Vem, dolorosa, Mater-Dolorosa das Angústias dos Tímidos, Turris-Eburnea das Tristezas dos Desprezados, Mão fresca sobre a testa em febre dos humildes. Sabor de água sobre os lábios secos dos Cansados. Vem, lá do fundo Do horizonte lívido

Em alcatruz

. Viraf Daroga disse a Safarini que havia um tripulante a bordo que podia usar o rádio da cabine e pediu-lhe que negociasse por rádio. Safarini voltou a Thexton e perguntou-lhe se ele gostaria de um copo d' água , ao que Thexton respondeu "Sim". Safarini também perguntou a Thexton se ele era casado e alegou

Em NOTÍCIAS SOBRE AVIAÇÃO AVIATION NEWS

parte essencial da célula viva – o cromossoma – podia ser definido como um cristal aperiódico”. Este na verdade não se limita a crescer por adição, como um periódico, mas modifica-se de modo significativo, dando lugar a formas evolutivas novas, mutações que iniciam e desenvolvem dados hereditários

Em BioTerra

de voltar ao calor depois de um mês de nevoeiros intensos, morrinha, chuva e humidade na serra de Qillenso, para secar os ossos. Chocou-me o nível de seca que afeta Portugal e a Europa — vista do avião, a terra parecia mirrada e as albufeiras tinham pouca água — e o flagelo dos fogos. Agradeço o

Em JIRENNA

, júbilos me não franqueia. Quanto a Virgínia Moço de Teles e Correia, essa sabe-a toda – mas olha, eu também sei-a. Habito, por assim dizer, meu abstracto Duíno. É tal a parangona de meu mesmo destino. Pecado-capital é a depressão-crónica. Isso – e o beber gin sem água -tónica. Proíbo-me a alegria

Em daniel abrunheiro
Blogues do SAPO

Dúvidas linguísticas


Gostaria de saber se a palavra real admite duas formas de plural: réis e reais, assim como mel, temos: méis e meles?
Efectivamente a palavra real admite o plural réis (não confundir com reis, plural de rei), mas apenas na acepção de antiga unidade monetária de Portugal e do Brasil. Nas restantes acepções de adjectivo e de substantivo masculino, incluindo a da actual unidade monetária do Brasil, só é admitida a forma plural reais. Não se trata assim de um duplo plural, ao contrário do caso de mel.



Nota-se hoje alguma tendência para se inutilizar as regras do discurso indirecto. Nos textos jornalísticos sobretudo, hoje quase que ninguém mais respeita os comandos gramáticos regedores do discurso indirecto. Muitos inclusive argumentam tratar-se de normas "ultrapassadas". Daí vermos frequentemente frases do tipo O ministro X prometeu que o seu governo vai/irá cumprir os prazos/irá cumprir, ao invés de ia/iria cumprir, como manda a Gramática conhecida até hoje. De que lado estará então a correcção? Ou seja, as normas do discurso indirecto enunciadas nas diferentes gramáticas ainda valem ou deixaram de valer?
As chamadas regras para transformar o discurso directo em discurso indirecto mantêm-se, e têm na Nova Gramática do Português Contemporâneo (14.ª ed., Lisboa: Edições Sá da Costa, 1998, pp. 629-637) uma sistematização bastante completa.
No entanto, o discurso indirecto livre parece estar a ser cada vez mais usado na imprensa, consciente ou inconscientemente.

Esta forma de discurso é muito usada na oralidade e em textos literários que pretendem diminuir a distância entre o narrador e o discurso relatado e tem como característica exactamente a fusão do discurso directo com o discurso indirecto.
Disso é exemplo a frase apontada (O ministro X prometeu que o seu governo vai/irá cumprir os prazos), em que o início tem claramente características de discurso indirecto, como o enunciado na 3.ª pessoa (O ministro X prometeu) ou a oração subordinada integrante dependente de um verbo que indica declaração ou afirmação (prometeu que), e a segunda parte tem claramente características de discurso directo, como o tempo verbal no presente ou no futuro (o seu governo vai/irá cumprir) em vez de no pretérito imperfeito ou no condicional, como seria normal no discurso indirecto (o seu governo ia/iria cumprir).

Para melhor exemplificar a noção de discurso indirecto livre, por contraste com o discurso directo e com o discurso indirecto, colocamos as três frases a seguir.

Discurso directo: O meu governo vai cumprir os prazos.
Discurso indirecto: O ministro X prometeu que o seu governo ia cumprir os prazos.
Discurso indirecto livre: O ministro X prometeu que o seu governo vai cumprir os prazos.

pub

Palavra do dia

es·ta·me·nha es·ta·me·nha


(latim staminea, feminino de stamineus, -a, -um, filamentoso)
nome feminino

1. Tecido grosseiro de lã.

2. Hábito de frade, geralmente feito desse tecido. = BUREL

pub

Mais pesquisadas do dia



in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2021, https://dicionario.priberam.org/%C3%A1gua-viva [consultado em 06-10-2022]