Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
Este site utiliza cookies. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. Saiba mais...
pub
pub
pub
pub

pub

vigília

vigíliavigília | n. f.
Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!

vi·gí·li·a vi·gí·li·a


(latim vigilia, -ae)
nome feminino

1. Ausência de sono a horas em que é considerado normal estar a dormir; privação de sono. = INSÓNIA, VELA

2. [Medicina]   [Medicina]  Estado normal de consciência e actividade que complementa e se opõe ao estado de sono.

3. Estado de quem está vígil ou vigilante. = VIGILÂNCIA

4. Trabalho intelectual ou trabalho manual em horas que se deviam dedicar ao repouso. = LUCUBRAÇÃO

5. Período, que geralmente inclui uma ou mais noites, durante o qual um grupo de pessoas se reúne num local para uma acção de homenagem, de reflexão, de protesto, de solidariedade, etc.

6. Desvelo; cuidado.

7. [Religião]   [Religião]  Véspera de uma festa importante.

8. [Portugal: Algarve]   [Portugal: Algarve]  Arraial ou festa campestre.

9. Quarto da noite; cada uma das quatro partes em que se pode dividir a noite.


vigília de armas
[História]   [História]  Noite que o guerreiro noviço passava em oração numa igreja, na véspera do dia em que devia ser armado cavaleiro.

pub

Auxiliares de tradução

Traduzir "vigília" para: Espanhol | Francês | Inglês

Parecidas

Palavras vizinhas

Anagramas

Esta palavra no dicionário

Ver mais

Esta palavra em blogues

Ver mais
Blogues do SAPO

Esta palavra no Twitter

Dúvidas linguísticas


Qual a diferença entre o numeral catorze e quatorze e porquê a diferença da escrita com o mesmo significado?
Não existe nenhuma diferença de significado entre catorze e quatorze, apenas uma diferença de adequação à realização fonética dessas palavras (a sílaba ca- de catorze pronuncia-se como a primeira sílaba de cavalo e a sílaba qua- de quatorze como a primeira sílaba de qualidade).

Ambas as palavras derivam do latim quattuordecim, mas a forma catorze sofreu a supressão de um fonema no interior da primeira sílaba (fenómeno a que se dá o nome de síncope).




No desporto, alguns países adoptam nomes comuns, incluindo de espécies de animais ou outras categorias, para designar de forma específica as suas selecções nacionais, transformando assim esses nomes comuns em nomes próprios. Nestes casos, como opera a sua concordância gramatical, sobretudo em género? Deverá dizer-se, por exemplo, os Palancas Negras ou as Palancas Negras, referindo-se à selecção nacional de Angola?
A partir da locução substantiva feminina palanca negra, que se refere a um animal comum em África, surgiu a designação Palancas Negras para a selecção angolana masculina de futebol, cujo género é tendencialmente masculino, por se entender que a denominação se aplica a um grupo de indivíduos do sexo masculino (ex.: os Palancas Negras [de Angola] defrontarão os Águias [do Mali]). No entanto, a atribuição do género feminino (ex.: as Palancas Negras ganharão) pode também ser justificada pela manutenção do género do animal. No caso de a denominação de palancas se aplicar a um grupo de indivíduos do sexo feminino (por exemplo, uma equipa feminina de futebol), não há, porém, hesitação no género feminino (ex.: As Palancas venceram as Panteras).
pub

Palavra do dia

qui·me·ris·mo qui·me·ris·mo


(quimera + -ismo)
nome masculino

[Genética]   [Genética]  Condição do organismo em que há células com informação genética diferente, com origem em zigotos distintos (ex.: quimerismo hematopoético).

pub

Mais pesquisadas do dia



in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2021, https://dicionario.priberam.org/vig%C3%ADlia [consultado em 17-05-2021]