Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
Este site utiliza cookies. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. Saiba mais...
pub
pub
pub
pub

pub

vigia

vigiavigia | n. f. | n. 2 g.
1ª pess. sing. pret. imperf. ind. de vigerviger
3ª pess. sing. pret. imperf. ind. de vigerviger
3ª pess. sing. pres. ind. de vigiarvigiar
2ª pess. sing. imp. de vigiarvigiar
Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!

vi·gi·a vi·gi·a


(derivação regressiva de vigiar)
nome feminino

1. Acto ou efeito de vigiar.

2. Estado de quem vela. = VIGÍLIA

3. Sentinela.

4. Insónia.

5. Guarita ou construção, geralmente alta para nela se colocar a sentinela; atalaia.

6. Orifício por onde se espreita.

7. [Náutica]   [Náutica]  Abertura por onde entra a luz nos camarotes dos navios.

8. Cabo com que se prende um barco a outro.

9. Cachopo, parcel. (Mais usado no plural.)

nome de dois géneros

10. Pessoa que vigia ou faz vigilância. = GUARDA, SENTINELA, VIGILANTE

11. [Brasil]   [Brasil]   [Futebol]   [Futebol]  Guarda-redes.


vi·ger |ê|vi·ger |ê|

- ConjugarConjugar

(latim vigeo, -ere, estar vigoroso, estar cheio de vida, ser forte)
verbo intransitivo

Estar em vigor, estar em execução. = VIGORAR


vi·gi·ar vi·gi·ar

- ConjugarConjugar

(latim vigilo, -are)
verbo transitivo

1. Observar atentamente.

2. Espiar; espreitar; velar por.

verbo intransitivo

3. Estar acordado, atento ou de sentinela.

4. [Brasil]   [Brasil]  Procurar; campear.

5. [Brasil: Minas Gerais]   [Brasil: Minas Gerais]  Aprontar.

pub

Parecidas

Palavras vizinhas

Anagramas

Esta palavra no dicionário

Ver mais

Esta palavra em blogues

Ver mais
Blogues do SAPO

Esta palavra no Twitter

Dúvidas linguísticas


Tenho visto e utilizado com frequência a palavra contratualização; no entanto, não sei se a mesma realmente existe em português ou se provém de outra língua qualquer.
O substantivo contratualização é uma derivação do verbo contratualizar. Estas duas palavras seguem as regras de boa formação na língua portuguesa, pois a palavra contratualizar é formada com adjunção do sufixo -izar ao adjectivo contratual, formando um verbo com o significado aproximado de “dar carácter contratual” ou “estabelecer de forma contratual”. A palavra contratualização corresponde, por sua vez, à adjunção do sufixo -ção ao verbo, designando o “acto ou efeito de contratualizar”. Ambas as palavras usam dois sufixos (-izar e -ção) de alta produtividade em português na formação de neologismos (seguem o mesmo paradigma, por exemplo, dos pares actualizar/actualização, conceptualizar/conceptualização, visualizar/visualização) e uma pesquisa em corpora e motores de busca na internet evidencia o seu uso muito divulgado.



Tendo eu consultado a Direcção-Geral dos Registos e do Notariado sobre se o vocábulo “Ramberto” pode ser admitido como nome próprio masculino, informaram-me os mesmos o seguinte: "Tendo presente a consulta sobre se o vocábulo “Ramberto” pode ser admitido como nome próprio masculino, informa-se que o mesmo não consta dos vocabulários onomásticos disponíveis, pelo que, em princípio, contraria o disposto no artº 103º, nº 2 alínea a) do Código do registo Civil. No entanto, esta Conservatória poderá providenciar para que seja emitido parecer onomástico sobre o vocábulo pretendido, não obstante a demora que possa verificar-se, sendo para o efeito V. Exª convidado a apresentar elementos relativos à origem do nome pretendido, designadamente bibliografias ou outros, e a fazer o respectivo preparo ..." O meu contacto convosco vai no sentido de saber se poderão auxiliar-me na obtenção dos elementos necessários pretendidos pela DGRN e de que forma. Mais informo de que o vocábulo em questão consta no Vocabulário Antroponímico do Dicionário Universal da Língua Portuguesa da Texto Editora.
O antropónimo masculino Ramberto encontra-se registado em algumas obras como o Vocabulário da Língua Portuguesa (Coimbra, Coimbra Editora, 1966), de Francisco Rebelo Gonçalves, ou o Grande Vocabulário da Língua Portuguesa (1.ª ed., 2 tomos, Lisboa, Âncora Editora, 2001), de José Pedro Machado. Também numa das obras deste autor, o Dicionário Onomástico Etimológico da Língua Portuguesa (3.ª ed., 3 vol., Lisboa, Livros Horizonte, 2003), esse nome próprio aparece registado e com a informação de que se trata de palavra com origem no francês Rambart, que por sua vez é nome de origem germânica (composto pelas palavras ragin, que significa “conselho”, e berht, que significa “brilhante, ilustre”).
pub

Palavra do dia

pon·to·nei·ro pon·to·nei·ro


(pontão, na forma ponton- + -eiro)
nome masculino

1. [Militar]   [Militar]  Militar de engenharia especializado na construção de pontes ou pontões.

2. Construtor de pontões.

pub

Mais pesquisadas do dia



in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2021, https://dicionario.priberam.org/vigia [consultado em 16-05-2021]