Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
Este site utiliza cookies. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. Saiba mais...
pub
pub
pub
pub

pub
valovalo | s. m.
1ª pess. sing. pres. ind. de valarvalar
Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!

va·lo va·lo
nome masculino

1. Parapeito, para defesa de um campo.

2. Arena, liça, nas antigas justas e torneios.

3. Valado; fosso; barranco.

4. [Pesca]   [Pesca]  Rede de emalhar em cerco.


va·lar va·lar - ConjugarConjugar
verbo transitivo

1. Abrir valas em.

2. Cercar com valas.

3. [Figurado]   [Figurado]  Murar; defender.

adjectivo de dois géneros
adjetivo de dois géneros

4. Relativo a vala ou cerca.

pub

Parecidas

Palavras vizinhas

Anagramas

Esta palavra em blogues

Ver mais
Blogues do SAPO

Esta palavra no Twitter

Dúvidas linguísticas


Numa pesquisa no Google, encontrei várias vezes a expressão "há espera", por exemplo: "torneios há espera de concorrentes". É correcto dizer "há espera"? Não será "à espera"?
No contexto que refere, deverá ser utilizada a locução prepositiva à espera de, que significa “aguardando por” (torneios à espera de concorrentes) e que poderá encontrar registada, por exemplo, no Dicionário da Língua Portuguesa Contemporânea da Academia das Ciências de Lisboa, que também regista a locução adverbial à espera (Ex.: os doentes já estão à espera há muito tempo). Esta locução tem estrutura semelhante a muitas outras locuções prepositivas em português (contracção da preposição a com o artigo definido a seguida de substantivo feminino e da preposição de), como, por exemplo, à beira de, à conta de, à disposição de, à frente de. A expressão há espera poderá apenas ser usada em contextos onde se pretenda dizer que "existe uma espera" (ex.: nos acessos à ponte há espera prolongada).



Este bar não tem serviço de mesas. Os utentes que as utilizar devem deixá-las limpas como gostariam de as encontrar.
Nesta frase as utilizar está bem empregue ou devo escrever as utilizarem? Acho que utilizarem não soa muito bem. Além disso, obrigaria também a escrever as encontrarem, o que soaria ainda pior.
A frase correcta será: Os utentes que as utilizarem devem deixá-las limpas como gostariam de as encontrar. O verbo utilizar está, nesta frase, no Futuro do Conjuntivo, indicando um futuro possível, e deste modo concorda obrigatoriamente com o sujeito (os utentes) em número e pessoa. O verbo encontrar está no infinitivo não flexionado, pois serve de complemento nominal do verbo gostar e tem o mesmo sujeito ([Os utentes] gostariam de [os utentes] as encontrar.). Se por acaso o sujeito do verbo fosse diferente, o infinitivo deveria estar flexionado (ex.: Ele viu os utentes sujarem as mesas).
pub

Palavra do dia

con·tis·ta con·tis·ta
(conto + -ista)
adjectivo de dois géneros e nome de dois géneros
adjetivo de dois géneros e nome de dois géneros

Que ou quem escreve contos (ex.: escritor contista; o contista foi premiado).

Confrontar: comtista.
pub

Mais pesquisadas do dia

Siga-nos



in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2020, https://dicionario.priberam.org/valo [consultado em 17-01-2021]