Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
Este site utiliza cookies. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. Saiba mais...
pub
pub
pub
pub

pub
trabalhotrabalho | s. m. | s. m. pl.
1ª pess. sing. pres. ind. de trabalhartrabalhar
Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!

tra·ba·lho tra·ba·lho
(derivação regressiva de trabalhar)
substantivo masculino

1. Acto de trabalhar.

2. Qualquer ocupação manual ou intelectual.

3. Cuidado que se emprega na feitura de uma obra. = ESMERO

4. Obra feita ou que se faz ou está para se fazer.

5. Labutação, lida.

6. Fenómeno da vitalidade dos órgãos.


trabalhos
substantivo masculino plural

7. Conjunto de exames, discussões e deliberações de uma corporação, repartição, etc.

8. Conjunto de situações que preocupam ou afligem. = CUIDADOS, PREOCUPAÇÕES, RALAÇÕES


trabalho de casa
Tarefa ou exercício que um professor indica aos alunos para ser feito fora das aulas, geralmente em casa. (Mais usado no plural.) = DEVER

trabalho de sapa
[Militar]   [Militar]  Tarefa de abrir fossos, trincheiras, caminhos subterrâneos.

Trabalho ardiloso e oculto. = ARDIL, TRAMA

trabalho forçado
Pena, que consiste na realização de trabalhos físicos, a que são condenados réus de crimes graves. (Mais usado no plural.)

trabalho para casa
O mesmo que trabalho de casa.


tra·ba·lhar tra·ba·lhar - ConjugarConjugar
(latim *tripaliare, torturar com instrumento de tortura tripálio, de tripalis, -e, que tem três estacas)
verbo transitivo

1. Dar determinada forma a (ex.: trabalhar a madeira). = LAVRAR

2. Fazer ou preparar algo para determinado fim (ex.: trabalhar a terra).

3. Rever ou refazer com cuidado (ex.: trabalhar o texto). = APERFEIÇOAR, LIMAR

4. Treinar ou exercitar para melhorar ou desenvolver (ex.: trabalhar os músculos).

5. Causar preocupação ou aflição. = ATORMENTAR, INQUIETAR, PREOCUPAR, RALAR

verbo transitivo e intransitivo

6. Fazer esforço para algo. = EMPENHAR-SE, DILIGENCIAR, LIDAR, PROCURAR

7. Exercer uma actividade profissional (ex.: trabalhamos na construção civil; esteve desempregado, mas já está a trabalhar).

verbo intransitivo

8. Fazer algum trabalho ou tarefa (ex.: vou para casa trabalhar).

9. Formar ideias ou fazer reflexões. = COGITAR, MATUTAR, PENSAR

10. Estar em funcionamento. = FUNCIONAR, MOVER-SE

Confrontar: trebelhar.
pub

Auxiliares de tradução

Traduzir "trabalho" para: Espanhol | Francês | Inglês

Parecidas

Palavras vizinhas

Esta palavra em notícias

Ver mais
Notícias do SAPO

Esta palavra em blogues

Ver mais
Blogues do SAPO

Esta palavra no Twitter

Dúvidas linguísticas


Tenho ouvido em alguns serviços informativos da TV a utilização incorrecta (acho eu) de alguns verbos. Qual a frase correcta: "O professor mandou os alunos fazerem uma cópia" ou "O professor mandou os alunos fazer uma cópia"? Obrigada.
A dúvida diz respeito ao uso do infinitivo pessoal ou flexionado (fazerem) ou do infinitivo impessoal (fazer).

Quando o sujeito da oração principal (O professor) é diferente do sujeito da oração infinitiva (os alunos), a tendência é usar o infinitivo pessoal, pelo que a frase mais consensual será O professor mandou os alunos fazerem uma cópia. Note-se que não se fala marcadamente de regras relativamente a este tópico porque se trata de uma questão mais do campo da estilística do que do campo da gramática, tal como afirmam Celso Cunha e Lindley Cintra na sua Nova Gramática do Português Contemporâneo (14.ª ed., Edições Sá da Costa, Lisboa, 1998, p. 482):

«O emprego das formas flexionada e não flexionada do infinitivo é uma das questões mais controvertidas da sintaxe portuguesa. Numerosas têm sido as regras propostas pelos gramáticos para orientar com precisão o uso selectivo das duas formas. Quase todas, porém, submetidas a um exame mais acurado, revelaram-se insuficientes ou irreais. Em verdade, os escritores das diversas fases da língua portuguesa nunca se pautaram, no caso, por exclusivas razões de ordem gramatical, mas viram-se sempre, no acto da escolha, influenciáveis por ponderáveis motivos de ordem estilística, tais como o ritmo da frase, a ênfase do enunciado, a clareza da expressão. Por tudo isso, parece-nos mais acertado falar não de regras, mas de tendências que se observam no emprego de uma e de outra forma do infinitivo.»

Sobre este assunto, pode ainda consultar a resposta à dúvida linguística infinitivo flexionado e pretérito mais-que-perfeito




Visto que não havia artigos definidos ou indefinidos na língua latina, de onde teriam vindo os artigos do português? Melhor perguntando: qual a etimologia dos nossos artigos?
Os artigos definidos e indefinidos portugueses derivam do latim, apesar de nesta língua não existirem artigos tais como os conhecemos em português.

O artigo definido o tem origem no latim illum, -am, acusativo do pronome e determinante demonstrativo ille, -a, -ud (“aquele, aquilo”). Este originou a forma lo, do português arcaico, e as suas flexões, das quais derivam as formas actuais do artigo definido em português.

O artigo indefinido um tem origem no numeral latino unus.

pub

Palavra do dia

po·a·lho po·a·lho
(pó + -alho)
substantivo masculino

Chuva miúda e passageira.

pub

Mais pesquisadas do dia

Siga-nos



in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2013, https://dicionario.priberam.org/trabalho [consultado em 23-02-2019]