Dicionário Priberam Online de Português Contemporâneo
Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
Este site utiliza cookies. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. Saiba mais...
pub
pub
pub
pub
pub

sádico-anal

sádico-analsádico-anal | adj. 2 g.
Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!

sá·di·co·-a·nal sá·di·co·-a·nal


adjectivo de dois géneros
adjetivo de dois géneros

[Psicanálise]   [Psicanálise]  Diz-se do segundo estado do desenvolvimento libidinal (entre dois e quatro anos), que se organiza em volta da zona anal, que se torna a zona erógena dominante.

Plural: sádico-anais.Plural: sádico-anais.
pub

Parecidas

Esta palavra no dicionário

Ver mais

Esta palavra em blogues

Ver mais

, então ela planeia vingança com o seu namorado da tríade, Tso Tat Wah (Simon Yam). A fim de atrair o sádico violador, ela monta uma armadilha com um striptease erótico pondo o seu próprio corpo como is co .” [2] As jovens modernas não vêm com bagagem existencial. O trabalho árduo tirou-as da filosofia

Em Pratinho de Couratos

sexo anal , baixava pornografia pesada e fantasiava amarrar e possuir sua professora de matemática. Como ele poderia ainda ser uma boa pessoa? Em resposta a essa vergonha, desenvolveu um eu interior que temia jamais poder apresentar a alguém. Algo semelhante havia acontecido à sua parceira, que agora

Em divagacoesligeiras.blogs.sapo.pt

. Muitas já estão padronizadas em sites pornôs e fazem parte da oferta padrão na prostituição. Sexo oral, lingeries, sexo anal , sexo com duas mulheres, swing de casais. Muitos homens se constrangem em revelar suas fantasias, alguns optam por vivê-las fora do casamento com prostitutas, amantes ou

Em divagacoesligeiras.blogs.sapo.pt

um clima propício. Paredes de pedra, iluminação com velas, mesas, cadeiras e postes com argolas prontas para imobilizar escravas. Claro que o clássico "X" de madeira tosca fica no centro de tudo como peça principal. Uma mesa ginecológica é o toque de mestre. O homem é sádico de carteirinha. Numa ante

Em contoseroticossadomasoquismo.blogs.sapo.pt

frequência e pendurar pesos nos seu mamilos e na xaninha entre outras torturas. Fiz com que colocasse piercings nos mamilos, nos lábios vaginais e um muito especial no grelinho, ela se submeteu de bom grado para atender meu desejo. Mesmo satisfeito sexualmente com minha esposa meu lado sádico sempre quer

Em contoseroticossadomasoquismo.blogs.sapo.pt
Blogues do SAPO

Dúvidas linguísticas


Qual é o diminutivo da palavra foto? Esse diminutivo é masculino ou feminino?
A adjunção de sufixos diminutivos não altera as propriedades morfossintácticas do derivante, que são herdadas pelo derivado. Assim, por exemplo, os sufixos -inho e -zinho alteram apenas a informação semântica (o juízo de valor que se faz sobre a forma de base a que se juntam), mantendo a mesma categoria sintáctica e o mesmo género do derivante: quando se associam a um adjectivo geram um adjectivo (moderno/a - moderninho/a - modernozinho/a), quando se associam a um nome geram um nome (papel - papelinho - papelzinho) e quando se associam a um advérbio geram um advérbio (devagar - devagarinho - devagarzinho).

Tradicionalmente, os sufixos -inho e -zinho são considerados o mesmo, sendo a consoante -z- encarada como um elemento de ligação, pelo que a forma -zinho é tida como uma variante de -inho. No entanto, o seu emprego é distinto, já que se associam a diferentes formas de base, o que faz deles mais do que meras variantes. O sufixo -inho associa-se a radicais, mantendo sempre a vogal da forma de base no caso de palavras de tema em -a ou -o (ex.: um livro - um livrinho; uma caneta - uma canetinha; um pijama - um pijaminha; uma tribo - uma tribinho) e, no caso de palavras de tema em -e ou de tema nulo, substituindo a vogal da forma de base por -a e por -o, consoante os valores de feminino e masculino, respectivamente, da palavra de base (ex.: um sabonete - um sabonetinho; uma semente - uma sementinha; um anel - um anelinho; uma espiral - uma espiralinha). O sufixo -zinho associa-se a palavras (e não a radicais), mantendo a vogal temática de acordo com o género da palavra de base (ex.: um livro - um livrozinho; uma caneta - uma canetazinha; um pijama - um pijamazinho; uma tribo - uma tribozinha; um sabonete - um sabonetezinho; uma semente - uma sementezinha; um anel - um anelzinho; uma espiral - uma espiralzinha). O mesmo é válido para os sufixos -ito e -zito.

Posto isto, o substantivo feminino foto (redução de fotografia) pode apresentar vários diminutivos, consoante os sufixos usados, sendo todos femininos: uma foto - uma fotinho, uma fotozinha, uma fotito, uma fotozita. Não há muitos substantivos femininos terminados em -o (para além de foto e tribo, a lista inclui expo (redução de exposição), imago, libido, moto, virago e pouco mais) e o seu uso no grau diminutivo não é dos mais frequentes, o que justifica as hesitações e, por vezes, as incorrecções de alguns falantes.




Diz-se: pós-venda ou após-venda?
Ambas as formações são possíveis, sendo pós-venda mais comum e registada em mais dicionários de língua.

O prefixo de origem latina pós- indica a noção de “posteridade” no tempo (ex.: pós-graduação, pós-guerra, pós-venda) ou no espaço (ex.: pós-palatal) e é sempre seguido de hífen.

Ocasionalmente, surgem pares construídos com o elemento após-, como após-guerra ou após-venda, mas são menos usuais.

Este uso de após- como prefixo não é tão frequente quanto pós- e não deve ser confundido com alguns usos da preposição após: O burlão foi preso após venda de material falsificado; As duas facções assinaram o acordo de paz após guerra sangrenta que durou anos. Nestes casos, a preposição após é sinónima de “depois de”.

pub

Palavra do dia

per·ca·li·na per·ca·li·na


(francês percaline)
nome feminino

Tecido de algodão, leve e lustroso, empregado sobretudo em forros e em encadernações de livros.

pub

Mais pesquisadas do dia



in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2021, https://dicionario.priberam.org/s%C3%A1dico-anal [consultado em 20-01-2022]