Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
Este site utiliza cookies. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. Saiba mais...
pub
pub
pub
pub

pub

prošedivělý

Palavra não encontrada. Se procurava uma das palavras seguintes, clique nela para consultar a sua definição.
proferível (norma brasileira)

Caso a palavra que procura não seja nenhuma das apresentadas acima, sugira-nos a sua inclusão no dicionário.
pub

Dúvidas linguísticas


Gostava que me informassem, se possível, sobre como se aplica o artigo na palavra personagem. Diz-se o personagem ou a personagem?
A palavra personagem entrou no português vinda do francês, e, regra geral, as palavras que no francês terminam em -age e que são masculinas (ex.: bagage, barrage, camouflage, dérapage, etc.), em português terminam em -agem e são femininas (ex.:bagagem, barragem, camuflagem, derrapagem, etc.). Acontece que o uso da palavra pelos falantes ou a influência do género masculino em francês levaram a que a palavra já esteja registada em obras lexicográficas de referência como palavra feminina ou masculina (por exemplo, no Vocabulário da Língua Portuguesa (1966) de Rebelo Gonçalves, no Dicionário da Língua Portuguesa Contemporânea (2001), da Academia das Ciências/Verbo, no Dicionário Houaiss da Língua Portuguesa (2002), do Círculo de Leitores, ou no Grande Dicionário Língua Portuguesa (2004), da Porto Editora).

O artigo definido deverá então concordar com o substantivo personagem em género e número, consoante a consideremos palavra feminina (O Jasão é a minha personagem favorita) ou masculina (A Medeia é o meu personagem favorito). O que é importante é, no mesmo texto ou documento, ser coerente com a opção tomada e mantê-la.




Uma dúvida que tenho é sobre a expressão "um outro". No Word, o corretor ortográfico sempre interfere quando a utilizo, dizendo-me para substituí-la por apenas "outro". É errada essa expressão?
Relativamente à expressão "um outro" (ex.: é preciso ver a questão sob um outro prisma) que o seu corrector do Word assinala como erro, sugerindo a substituição por apenas “outro”, trata-se antes de um caso de redundância, do foro da estilística. Estamos perante a sequência de duas classes gramaticais com o mesmo valor indefinido, ou seja, ambas deixam indeterminada uma identidade em particular, pelo que a primeira, mas não a segunda, pode ser omitida sem perda de significado (ex.: é preciso ver a questão sob outro prisma). Nem sempre estes casos de redundância são sentidos como erros por todos os falantes, sobretudo quando não interferem com a clareza do discurso ou quando visam marcar determinada ênfase, pelo que, em última instância, o seu uso depende da sensibilidade linguística de cada falante.

Palavra do dia

al·ma·ço al·ma·ço


(português antigo a lo maço)
adjectivo e nome masculino
adjetivo e nome masculino

Diz-se de ou espécie de papel grosso.

pub

Mais pesquisadas do dia



in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2021, https://dicionario.priberam.org/pro%C5%A1ediv%C4%9Bl%C3%BD [consultado em 26-07-2021]