PT
BR
Pesquisar
Definições



potencial

Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!
potencialpotencial
( po·ten·ci·al

po·ten·ci·al

)


adjectivo de dois génerosadjetivo de dois géneros

1. Relativo a potência.

2. Virtual.

3. [Filosofia] [Filosofia] Que só está em potência.

4. [Gramática] [Gramática] Diz-se de um modo gramatical que designa a possibilidade.

5. [Medicina] [Medicina] Que não actua senão depois de um certo tempo: Remédio potencial.


nome masculino

6. [Electricidade] [Eletricidade] [Eletricidade] Estado eléctrico de um condutor em relação a outro. (Dois condutores electrizados têm o mesmo potencial quando, postos em comunicação por um fio condutor, não passa nenhuma quantidade de electricidade de um condutor para o outro. No caso contrário, diz-se que têm potenciais diferentes.)

7. Conjunto dos recursos de que uma actividade dispõe; capacidade de trabalho, de produção ou de acção. = POTENCIALIDADE

8. Conjunto de qualidades de um indivíduo, geralmente inatas ou originais. = POTENCIALIDADE

vistoPlural: potenciais.
etimologiaOrigem etimológica:potência + -al.
iconPlural: potenciais.

Auxiliares de tradução

Traduzir "potencial" para: Espanhol Francês Inglês


Dúvidas linguísticas



Num texto em que se usa a abreviatura de uma divisa (por exemplo, EUR ou USD), é correcto escrever "30 EUR" ou, pelo contrário, deve utilizar-se "EUR 30"? E deve ser "30 €" ou "€ 30"?
A ortografia é a única área da língua em que há uma regulamentação através de textos legais.

Esta dúvida não diz directamente respeito à ortografia, mas à representação convencionada de valores monetários, nomeadamente através do recurso ao código das moedas ou de abreviaturas ou símbolos. À partida, parece lógico que se coloque o código ou o símbolo da moeda depois do montante (ex.: 30 EUR ou 30 €), não havendo qualquer motivo para colocar o código ou o símbolo da moeda antes (ex.: EUR 30 ou € 30), a não ser por analogia com o inglês, onde essa é a prática mais corrente.

Estas opções não são obrigatórias, mas constituem frequentemente objecto de directrizes em livros ou manuais de estilo de órgãos de comunicação ou instituições. A título de exemplo, veja-se a recomendação do Código de Redacção Interinstitucional da União Europeia (ver http://publications.europa.eu/code/pt/pt-370303.htm): "O código EUR ou o símbolo colocam-se depois do montante, separado por um espaço: um total de 30 EUR", com a observação de que "esta regra aplica-se à maior parte das línguas, excepto inglês, letão e maltês, onde o código aparece antes do número: an amount of EUR 30".




Sobre a conjugação do verbo ‘trazer’, no futuro do indicativo, tenho a seguinte dúvida:
(1) Trar-se-ão a Portugal.
ou
(2) Trazer-se-ão a Portugal.
Será que a primeira hipótese está correcta? Não consigo encontrar qualquer tipo de referência, no entanto surge-me intuitivamente.
O verbo trazer é irregular, nomeadamente, para o caso que nos interessa, nas formas do futuro do indicativo: trará, trarás, traremos, trareis, trarão (se se tratasse de um verbo regular, as formas seriam *trazerei, ..., *trazerão [o asterisco indica forma incorrecta]).

Quando é necessário utilizar um pronome pessoal átono (ex.: me, o, se) nas formas do futuro do indicativo (ex.: telefonará) ou do condicional (ex.: encontraria), este pronome é inserido entre o radical e a desinência do verbo (ex.: telefonará + me = telefonar-me-á; encontraria + o = encontrá-lo-ia).

Como se trata da flexão irregular trarão, a forma correcta com o pronome deverá ser trar-se-ão e não *trazer-se-ão, que é uma forma incorrecta.