PT
BR
Pesquisar
Definições



Pesquisa nas Definições por:

crivar

crivado | adj.

Furado em muitas partes....


criva | n. f.

Crivo de orifícios largos....


crivante | adj. 2 g. | n. m.

Que criva....


chuveiro | n. m.

Chuva repentina e passageira....


ralete | n. m.

Peça, geralmente metálica, crivada de buracos, colocada em porta, confessionário, etc....


crivagem | n. f.

Acto ou efeito de crivar....


bruxa | n. f.

Mulher que se crê ser capaz de fazer bruxarias, feitiços ou profecias....


escumadeira | n. f.

Colher de concha, perfurada como um crivo, para tirar a escuma dos líquidos....


coador | n. m. | adj. n. m.

Utensílio crivado de orifícios para passar líquidos ou sucos....


ajeirar | v. tr.

Dividir em jeiras....


arrabeirar | v. tr.

Tirar as rabeiras aos cereais, crivando-os....


coser | v. tr. | v. intr. | v. pron.

Crivar, encher....


crivar | v. tr. | v. tr. e pron.

Passar por crivo....


metralhar | v. tr.

Crivar, ferir ou matar com metralha ou metralhadora (ex.: a polícia tinha ordens para metralhar os terroristas)....


caceta | n. f.

Vaso fundo crivado....


rolo | n. m.

Peça comprida e cilíndrica, mais ou menos maciça e de diâmetro variável....



Dúvidas linguísticas



Gostava de saber o grau superlativo absoluto sintético das seguintes palavras: velho, esperto, forte e mau.
Os adjectivos velho, esperto, forte e mau flexionam no grau superlativo absoluto sintético como velhíssimo, espertíssimo, fortíssimo e malíssimo/péssimo, respectivamente.



As palavras Malanje, Uíje, Cassanje, etc., levam a letra g ou j ?
Os topónimos angolanos referidos deverão ortografar-se correctamente nas formas Malanje, je e Caçanje (esta última grafia corresponde também ao nome comum caçanje).

É esta a grafia registada nas principais obras de referência para o português europeu, nomeadamente no Tratado de Ortografia da Língua Portuguesa (Coimbra: Atlântida Editora, 1947) e no Vocabulário da Língua Portuguesa (Coimbra: Coimbra Editora, 1966), de Rebelo Gonçalves, ou no Grande Vocabulário da Língua Portuguesa, de José Pedro Machado (Lisboa: Âncora Editora, 2001). Apesar disso, é esmagadora a ocorrência de grafias alternativas como *Malange, *Uíge, *Cassange ou *Cassanje (o asterisco indica incorrecção, de acordo com as obras de referência para a ortografia e com a tradição lexicográfica).

É de referir que com o Acordo Ortográfico de 1990 (nomeadamente na Base III) não há qualquer alteração a este respeito.


Ver todas