PT
BR
Pesquisar
Definições



nonas

A forma nonaspode ser [feminino plural de nonanona], [feminino plural de nononono] ou [nome feminino plural].

Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!
nonasnonas
( no·nas

no·nas

)


nome feminino plural

O nono dia antes dos Idos, no antigo calendário romano, e que correspondia ao dia 5 de cada mês, excepto em Março, Maio, Julho e Outubro em que correspondia ao dia 7.

etimologiaOrigem etimológica:latim nonas [dies].
nono1nono1
|nônu| |nônu|
( no·no

no·no

)


adjectivo numeral e nome masculinoadjetivo numeral e nome masculino

Que ou o que ocupa o último lugar numa série de nove.

vistoPlural: nonos |ô|.
etimologiaOrigem etimológica:latim nonus, -a, -um.
iconPlural: nonos |ô|.
nona1nona1
|nô| |nô|
( no·na

no·na

)


nome feminino

2. [Versificação] [Versificação] Estrofe de nove versos.

3. [Religião] [Religião] Última das horas canónicas.

etimologiaOrigem etimológica:latim nona, feminino de nonus, -a, -um, nono.
nono2nono2
|nônu| |nônu|
( no·no

no·no

)


nome masculino

[Antigo] [Antigo] Frade ou monge.

vistoPlural: nonos |ô|.
etimologiaOrigem etimológica:latim nonnus, -i.
iconPlural: nonos |ô|.
nona2nona2
|nô| |nô|
( no·na

no·na

)


nome feminino

[Botânica] [Botânica] O mesmo que anona.

etimologiaOrigem etimológica:redução de anona.
nona3nona3
|nô| |nô|
( no·na

no·na

)


nome feminino

[Antigo] [Antigo] Monja ou freira.

etimologiaOrigem etimológica:latim nonna, -ae.

Auxiliares de tradução

Traduzir "nonas" para: Espanhol Francês Inglês


Dúvidas linguísticas



Gostava de saber o grau superlativo absoluto sintético das seguintes palavras: velho, esperto, forte e mau.
Os adjectivos velho, esperto, forte e mau flexionam no grau superlativo absoluto sintético como velhíssimo, espertíssimo, fortíssimo e malíssimo/péssimo, respectivamente.



Em uma determinada frase foi usado: "Em acontecendo que o caso seja revisto..... "
Esta construção da frase acima está correta?
No português contemporâneo, a construção com o gerúndio antecedido da preposição em é possível, apesar de relativamente rara.

Esta construção é enfática, não acrescenta nenhuma informação ao uso do gerúndio simples. É possível encontrá-la com uma função adverbial, geralmente para indicar simultaneidade ou anterioridade imediata (ex.: em chegando o tempo quente, vamos à praia), ou ainda para indicar um valor condicional (ex.: em querendo [= se ele quiser], ele consegue; em sendo necessário [= se for necessário], eu venho cá ajudar).