Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
Este site utiliza cookies. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. Saiba mais...
pub
pub
pub
pub
pub

marques

2ª pess. sing. pres. conj. de marcarmarcar
Será que queria dizer Marquês?
Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!

mar·car mar·car

- ConjugarConjugar

(marca + -ar)
verbo transitivo

1. Pôr marca em.

2. Assinalar, notar.

3. Fixar, determinar.

4. Indicar.

5. Enodoar.

6. Bordar marcas em roupa.

7. Contar pontos ou faltas no jogo.

8. [Desporto]   [Esporte]  Vigiar de perto um adversário para que não possa receber a bola facilmente (ex.: marcar um atacante).

9. [Marinha]   [Marinha]  Determinar a direcção em relação ao navio.

10. Indicar, numa coreografia, as evoluções a fazer (em quadrilha, contradança, etc.).

verbo transitivo e intransitivo

11. [Desporto]   [Esporte]  Pontuar ou marcar golo.

verbo intransitivo

12. Distinguir-se, sobressair; ter grande importância.

pub

Auxiliares de tradução

Traduzir "marques" para: Espanhol | Francês | Inglês

Parecidas

Anagramas

Esta palavra em blogues

Ver mais

Milton Marques de Medeiros, que funciona em todos os horários, durante os sete dias da

Em www.blogrsj.com

Medeiros (ex-Pedrouços) Renovações: Diogo Pedras, Ricardo Marques , Xoura, Mesquita, Tiago Vilarinho, David Yoo, Nuno Moreira, Nico, Gorito Saídas: João Pinto

Em futebol matosinhos

Falavam por falar, à espera da noite, precipitando-se logo quando o Marques abriu as portas e os deixou entrar, carrancudo, nem que lhes fizesse favor, medindo...

Em TEMPO CONTADO

Capa da Fotobiografia de Ângelo Araújo , da autoria de Manuel Marques Inácio, saída em julho de 2007 Dr..

Em Geopedrados

Carlos Manuel Marques Palma IDADE 41anos PROFISSÃO Agricultor Cristina Maria Machado da Silva Rodrigues IDADE 56 anos...

Em Mértola
Blogues do SAPO

Dúvidas linguísticas


Gostava de saber a evolução etimológica da palavra opinião.
Como poderá verificar no verbete opinião do Dicionário Priberam da Língua Portuguesa, a palavra deriva directamente do latim opinio, -onis, através do acusativo opinionem, como a maioria das palavras derivadas do latim, com queda da consoante nasal final (opinione).
Seguiu-se, de forma regular, a queda do -e átono do singular e consequente nasalização do -o- antes da consoante nasal (opinione > opinion > opiniõ), havendo ao longo do séc. XVI a transformação de em -ão no singular e a manutenção de -ões no plural (opiniones > opiniões).




Surgiu uma dúvida sobre a escrita correta: nenhuma - está correto - e nem uma - é correto também ou não se usa?

Ambas as grafias, nenhuma e nem uma, estão correctas; os seus usos e funções é que são distintos.

A palavra nenhuma pode funcionar como determinante (i.e., antes de um nome) ou como pronome (i.e., em vez de um nome) indefinido, indicando negação (1)-(2), ausência (3)-(4) ou reforço de negação (5)-(6). As frases dos números ímpares correspondem a exemplos de nenhuma como determinante, as dos números pares correspondem a exemplos de nenhuma como pronome:
(1) Nenhuma pedra será removida.
(2) Juntou várias pedras mas nenhuma foi removida.

(3) Nenhuma sócia compareceu à festa.
(4) Convidou várias pessoas mas nenhuma compareceu à festa.

(5) Não tenho nenhuma vontade de sair hoje à noite.
(6) Experimentou várias blusas, mas não gostou de nenhuma.

Ainda em posição pré-nominal, e ligada à partícula de negação não, nenhuma pode ser equivalente ao indefinido uma:
(7) Ela não é nenhuma especialista na matéria, mas sabe o que diz.

Note-se que nas frases (1) e (3) nenhuma pode ser substituída por nem uma sem perda de sentido, contrariamente ao que sucede com a frase (5), que gera uma frase agramatical (5a):
(1a) Nem uma pedra será removida.
(3a) Nem uma das sócias compareceu à festa.
(5a) *Não tenho nem uma vontade de sair.

A palavra nenhuma, em posição pós-nominal, tem ainda uma função adjectival, reforçando a negação (5b). Neste contexto, nenhuma nunca pode ser substituída por nem uma, uma vez que tal substituição produz frases agramaticais como (5c):
(5b) Não tenho vontade nenhuma de sair.
(5c) *Não tenho vontade nem uma de sair.

A expressão nem uma pode também significar “nem mesmo uma”:
(8) Nem uma escavadora conseguiria remover esta pedra!

A frase de (8) significa que nem sequer uma escavadora conseguiria remover a pedra. Se nenhuma fosse utilizada em (8), o sentido seria outro: escavadora alguma conseguiria remover a pedra.


pub

Palavra do dia

ca·cha·pu·ço ca·cha·pu·ço


(talvez alteração de cachapuz)
nome masculino

[Portugal: Trás-os-Montes]   [Portugal: Trás-os-Montes]  Mergulho de cabeça para baixo. = CACHAFUNDO, CACHOLADA

pub

Mais pesquisadas do dia



in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2021, https://dicionario.priberam.org/marques [consultado em 04-08-2021]