Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
Este site utiliza cookies. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. Saiba mais...
pub
pub
pub
pub

pub
lidalida | s. f.
lidalida | s. f.
fem. sing. part. pass. de lerler
fem. sing. de lidolido
3ª pess. sing. pres. ind. de lidarlidar
2ª pess. sing. imp. de lidarlidar
Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!

li·da li·da 1
(derivação regressiva de lidar)
nome feminino

Grande actividade ou trabalho intenso. = AFÃ, AZÁFAMA, PRESSA, TRIGA

Confrontar: lide.

li·da li·da 2
(feminino de lido, particípio passado de ler)
nome feminino

[Brasil, Informal]   [Brasil, Informal]  Leitura rápida ou sem muita atenção.

Confrontar: lide.

ler |ê| ler |ê| - ConjugarConjugar
(latim lego, -ere, reunir, juntar, colher, apanhar, ler)
verbo transitivo e intransitivo

1. Interpretar o que está escrito; proceder à leitura de (ex.: ler um livro; leu uma história ao filho; aprender a ler).

verbo transitivo

2. Decifrar através do reconhecimento de um determinado código (ex.: ler uma partitura de música; ler um gráfico estatístico).

3. Fazer a interpretação de (ex.: ler a obra de um filósofo). = INTERPRETAR

4. Dar certo sentido a (ex.: foi fácil ler no rosto dela o medo que sentiu; ler o pensamento de alguém). = INTERPRETAR, PERCEBER

5. Predizer, adivinhar (ex.: ler o futuro).

6. Reconhecer os dados gravados em (ex.: ler um CD).

verbo intransitivo

7. Dedicar-se à leitura (ex.: passa o tempo livre a ler).


Ver também dúvida linguística: "provêem" segundo o Acordo Ortográfico de 1990.

li·do li·do 1
(particípio de ler)
adjectivo
adjetivo

1. Que se leu ou se lê (ex.: infelizmente, é um romancista pouco lido).

2. Pessoa com cultura ou instrução. = CULTO, ERUDITO, INSTRUÍDOIGNORANTE, INCULTO

nome masculino

3. Colono ou servo de categoria superior das tribos germânicas da Idade Média.


li·do li·do 2
(italiano lido, do latim litus, -oris, praia, costa, litoral)
nome masculino

1. Local com praia marítima.

2. [Geologia]   [Geologia]  Faixa de terra, geralmente resultante de acumulação de sedimentos, que separa uma laguna do mar.


li·dar li·dar - ConjugarConjugar
verbo intransitivo

1. Trabalhar.

2. Andar na lida; combater, lutar, pelejar.

3. Tourear.

verbo transitivo

4. Correr (touros).

pub

Auxiliares de tradução

Traduzir "lida" para: Espanhol | Francês | Inglês

Parecidas

Palavras vizinhas

Esta palavra em blogues

Ver mais
Blogues do SAPO

Esta palavra no Twitter

Dúvidas linguísticas


Como dizer correctamente: ...a área que mais lhe fascina ou ... a área que mais a fascina?
O verbo fascinar é tradicionalmente registado nos dicionários como transitivo directo, isto é, como um verbo que selecciona um complemento nominal obrigatório que não é introduzido por uma preposição (ex.: esta área fascinou o aluno), não sendo consideradas aceitáveis construções com um complemento indirecto, isto é, um complemento nominal obrigatório introduzido por uma preposição (ex.: *esta área fascinou ao aluno; o asterisco indica agramaticalidade). Quando há pronominalização dos complementos de terceira pessoa, o complemento directo corresponde aos pronomes pessoais o, a os, as e o complemento indirecto aos pronomes pessoais lhe, lhes. Assim, relativamente aos exemplos acima referidos, a pronominalização do complemento directo da frase esta área fascinou o aluno deve ser feita com o pronome o (esta área fascinou-o), pois trata-se de um complemento directo, e não com o pronome lhe (*esta área fascinou-lhe).

Em relação às frases apontadas na dúvida colocada, o caso é o mesmo. Deverá ser usada a construção a área que mais a fascina (equivalente a a área que mais fascina alguém) e não a construção *a área que mais lhe fascina (equivalente a *a área que mais fascina a alguém).




Qual das expressões é a correcta: de forma a ou por forma a? Caso ambas estejam correctas, qual a diferença entre elas e quando usar uma ou outra?
As duas expressões estão correctas e são locuções prepositivas sinónimas, significando ambas “para”, “a fim de” ou “de modo a” e indicando um fim ou objectivo (ex.: procedeu cautelosamente de forma a/por forma a evitar erros), sendo a locução por forma a menos usada que de forma a, como se pode verificar pela pesquisa em corpora e motores de busca na internet. Ambas se encontram registadas em dicionários de língua portuguesa.

Estas duas expressões, construídas com a preposição a, pertencem a um conjunto de locuções (do qual fazem parte de modo a ou de maneira a) cujo uso é desaconselhado por alguns puristas, com o argumento de que se trata de expressões de influência francesa, o que, neste caso, não parece constituir argumento suficiente para as considerar incorrectas. Acresce ainda que, em qualquer dos casos, locuções prepositivas como de/por forma a, de maneira a ou de modo a desempenham a mesma função da preposição para, que neste contexto introduz frases subordinadas infinitivas adverbiais de fim (ex.: procedeu cautelosamente para evitar erros), da mesma forma que, com alterações ao nível dos tempos verbais, as locuções conjuncionais de/por forma que, de maneira que ou de modo que desempenham a função da locução conjuncional para que, que neste contexto introduz frases subordinadas finitas adverbiais de fim (ex.: procedeu cautelosamente para que evitasse erros). Não parece assim haver motivo para deixar de usar umas ou outras.

pub

Palavra do dia

des·gai·ra des·gai·ra
(origem obscura)
nome feminino

1. [Portugal: Trás-os-Montes]   [Portugal: Trás-os-Montes]  Usado na locução adverbial adverbial à desgaira.


à desgaira
[Portugal: Trás-os-Montes]   [Portugal: Trás-os-Montes]  Sem cuidado ou com indiferença; sem dar importância.

pub

Mais pesquisadas do dia

Siga-nos



in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2020, https://dicionario.priberam.org/lida [consultado em 26-10-2020]