PT
BR
Pesquisar
Definições



imporia

A forma imporiapode ser [primeira pessoa singular do condicional de imporimpor] ou [terceira pessoa singular do condicional de imporimpor].

Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!
imporimpor
|pô| |pô|
( im·por

im·por

)
Conjugação:irregular.
Particípio:irregular.


verbo transitivo

1. Pôr em cima.

2. Dar; determinar.

3. Infligir.

4. Obrigar a aceitar.

5. Infundir.

6. Despedir, expulsar.


verbo intransitivo

7. Enganar, iludir (com modos insinuantes).

8. Ter imponência.

9. Fazer-se respeitar.


verbo pronominal

10. Tornar-se necessário.

11. Obrigar a que o aceitem.


impor a forma

[Tipografia] [Tipografia]  Ordená-la na rama para poder entrar no prelo.

etimologiaOrigem etimológica:latim impono, -ere.

Auxiliares de tradução

Traduzir "imporia" para: Espanhol Francês Inglês

Anagramas



Dúvidas linguísticas



Uma vez, conversando com uma pessoa que eu não conheço na Internet, ele me disse a seguinte frase: "... não faça pré-concepções prematuras". Ele quis dizer para eu não criar uma imagem dele sem conhecê-lo. Achei isso um pleonasmo. Ele disse que não, pois indica que eu fiz uma concepção antecipada e fora do tempo. Mesmo sendo estranho a pronúncia ele estava certo?
Uma pré-concepção (ou preconceito) é um conceito criado previamente ou sem fazer um exame. No entanto, isto não quer dizer que seja necessariamente prematuro, pois este adjectivo indica que foi feito antes do tempo próprio (se se entender que pode haver um tempo próprio para fazer preconcepções). Apesar de a expressão "preconcepção prematura" poder parecer pleonástica, não o é necessariamente.



Qual a forma correcta: perda de tempo ou perca de tempo?
As formas perda e perca são sinónimas, e encontram-se registadas como tal, por exemplo, no Vocabulário da Língua Portuguesa, de Rebelo Gonçalves (Coimbra Editora, 1966) e em dicionários como o Dicionário da Língua Portuguesa Contemporânea (Academia das Ciências/Verbo, 2001) ou o Dicionário Houaiss da Língua Portuguesa (Círculo de Leitores, 2002).

No entanto, a forma preferencial é perda, uma vez que a variante perca tem origem mais popular, devendo ser utilizada apenas em contextos mais informais.