Dicionário Priberam Online de Português Contemporâneo
Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
Este site utiliza cookies. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. Saiba mais...
pub
pub
pub
pub
pub

grado

gradogrado | n. m.
gradogrado | n. m.
gradogrado | adj.
-grado-grado | elem. de comp.
1ª pess. sing. pres. ind. de gradargradar
Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!

gra·do gra·do 3


(latim gradus, -us, passo, marcha)
nome masculino

1. Unidade de medida de um ângulo plano que corresponde à centésima parte de um ângulo recto.

2. [Antigo]   [Antigo]  Andadura, passo.


gra·do gra·do 2


(latim gratus, -a, -um, agradável, encantador, grato, reconhecido)
nome masculino

1. Vontade.

2. Concessão sem constrangimento.

3. Prémio, galardão, recompensa.


de bom grado
Com vontade; voluntariamente e com gosto.

de mau grado
Contra vontade; sem gosto. [Confrontar: mal-grado.]


gra·do gra·do 1


(latim granatus, -a, -um, abundante em grãos, granuloso)
adjectivo
adjetivo

1. Grande ou bem desenvolvido (ex.: batatas gradas). = GRAÚDO, MEDRADOMIÚDO

3. Grave, importante, nobre.


-grado -grado


(latim gradus, -us, passo, marcha)
elemento de composição

Elemento átono que exprime a noção de passo ou andamento (ex.: lentígrado; saltígrado; ungulígrado).


gra·dar gra·dar 1

- ConjugarConjugar

(grade + -ar)
verbo transitivo

[Agricultura]   [Agricultura]  Aplanar e esterroar uma superfície com a grade (ex.: gradar a terra lavrada). = AGRADAR


gra·dar gra·dar 2

- ConjugarConjugar

(grado, graúdo, grande + -ar)
verbo intransitivo

Tornar-se grado. = CRESCER, GRADECER


gra·dar gra·dar 3

- ConjugarConjugar

(grado, vontade, gosto + -ar)
verbo intransitivo

Parecer bem ou corresponder ao que se espera. = AGRADAR, SATISFAZER

pub

Auxiliares de tradução

Traduzir "grado" para: Espanhol | Francês | Inglês

Parecidas

Anagramas

Esta palavra em blogues

Ver mais

Mau grado duas ou três exposições numa galeria de prestígio, poucas vezes tinha vendido um quadro...

Em TEMPO CONTADO

Uma pequenina, triste, por vezes cómica sarabanda, diversão púbere, mau grado as doutas e menos doutas análises políticas, económicas, sociais, as profecias de desastres e...

Em TEMPO CONTADO

Penso que a maioria das pessoas trocará de bom grado estas capacidades, sendo muito mais importante que um serviço de música possa tocar música...

Em www.appsdoandroid.com

Mas mau grado a minha prudência e as cautelas que sabia ser necessário usar na interpretação das...

Em TEMPO CONTADO

E como é força constatar, mau grado os avanços feitos pelas doutrinas da religião e as teorias da política, o primitivismo...

Em TEMPO CONTADO
Blogues do SAPO

Dúvidas linguísticas


Venho por este meio para me tirarem uma dúvida que é a seguinte: Quando uma pessoa muda de uma região para a outra, mas dentro do próprio país, como se diz? Emigrar ou Imigrar? E quando uma pessoa vai para outro país para trabalhar e para viver?
Os verbos emigrar e imigrar têm em comum o significado de migrar, e apenas diferem no ponto de vista, isto é, emigrar é "sair, temporária ou definitivamente, do seu país ou região" e imigrar é "entrar e fixar-se, periódica ou definitivamente, num outro país ou região" (o mesmo se aplica aos respectivos derivados, como emigrante/imigrante, emigração/imigração). Esta diferença deve-se ao facto de o verbo emigrar conter, já em latim, um elemento e- ou ex-, que deriva da preposição latina ex e que indica "movimento para fora", da mesma forma que o verbo imigrar contém um elemento i- ou in-, que deriva da preposição latina in e que indica "movimento para dentro".

Assim, pode dizer-se, por exemplo, que um português que vai trabalhar para o estrangeiro emigra, relativamente a Portugal (ex.: o pai dele emigrou aos 17 anos; estava a pensar emigrar para a Austrália), e imigra, relativamente ao país de acolhimento (ex.: a família imigrou e já vive neste país há uma década); da mesma forma, um estrangeiro que veio trabalhar para Portugal é imigrante neste país (ex.: os imigrantes permitem rejuvenescer a população envelhecida) e emigrante no seu país de origem (ex.: todos os meses, o emigrante envia dinheiro à família).

Como foi dito acima, qualquer um destes verbos (e ainda o verbo migrar) pode ser usado tanto para uma acção de mudança de país como de região (ex.: abandonaram o cultivo dos campos e emigraram para a cidade; imigrara vinte anos antes, vindo dos Açores).




Apesar de ter lido as várias respostas sobre o assunto, ainda me restam duas dúvidas quanto ao hífen: carbo-hidrato ou carboidrato? Uma vez que contra-ataque tem hífen, o correto é escrever contra-indicação em vez de contraindicação?
A aposição prefixal de elementos de composição de palavras começadas por h suscita geralmente dúvidas, devido ao facto de as regras para a manutenção ou elisão do h não serem coerentes nem inequívocas.

Se com alguns elementos de formação o h se mantém (sempre antecedido de hífen, como em anti-higiénico, co-herdeiro ou sobre-humano), com outros, como é o caso de carbo-, a remoção do h é permitida. Sendo assim, e seguindo os critérios da tradição lexicográfica, deverá grafar-se carboidrato e não carbo-hidrato.

Segundo o Acordo Ortográfico de 1945, o elemento de composição contra- apenas se hifeniza quando precede elemento começado por vogal, h, r ou s (ex.: contra-argumento, contra-indicação, contra-harmónico, contra-reforma, contra-senha).

Com a aplicação do novo Acordo Ortográfico de 1990 (ver base II e base XVI), o elemento de composição contra- apenas se hifeniza quando precede elemento começado por h ou por a, a mesma vogal em que termina (ex.: contra-harmónico, contra-argumento), aglutinando-se nos restantes casos, havendo duplicação da consoante quando o elemento seguinte começa por r ou s (ex.: contraindicação, contrarreforma, contrassenha).

pub

Palavra do dia

con·ge·ni·al con·ge·ni·al


(con- + genial)
adjectivo de dois géneros
adjetivo de dois géneros

1. Conforme ao génio ou à índole de alguém ou de alguma coisa (ex.: era a rebeldia congenial da adolescência). = INERENTE

2. Próprio por natureza; que vem desde o nascimento (ex.: sentimentos congeniais; virtude congenial). = CONATO, CONGÉNITO, INATO, INGÉNITO, NATO, NATURAL

pub

Mais pesquisadas do dia



in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2021, https://dicionario.priberam.org/grado [consultado em 02-12-2021]