Dicionário Priberam Online de Português Contemporâneo
Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
Este site utiliza cookies. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. Saiba mais...
pub
pub
pub
pub
pub

gelais

2ª pess. pl. pres. ind. de gelargelar
Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!

ge·lar ge·lar

- ConjugarConjugar

(latim gelo, -are)
verbo transitivo, intransitivo e pronominal

1. Converter em gelo. = CONGELAR, GEARDEGELAR, DESCONGELAR

2. Tornar ou ficar muito frio. = CONGELAR, RESFRIAR

3. Traspassar ou ficar trespassado de frio.

verbo transitivo e intransitivo

4. [Figurado]   [Figurado]  Causar ou sentir uma forte emoção que paralisa ou dificulta a acção. = ASSOMBRAR, CONGELAR, PARALISAR, REGELAR

verbo transitivo

5. Desanimar.

pub

Auxiliares de tradução

Traduzir "gelais" para: Espanhol | Francês | Inglês

Parecidas

Anagramas

Esta palavra em blogues

Ver mais

Esse lindo escudo foi criado por Mathieu St- Gelais trazendo informações muito pertinentes..

Em confrariadearton.blogspot.com

Gelais … Jeremiah Rusty Martin Sr..

Em cinemacarpen.com

Gelais ..

Em www.baixa-perfect.net - Download de filmes , Dowload Naruto Shippuuden.

Gelais … Benjamin’s Daughter Sarah Maine … Jessica Alexa

Em www.baixa-perfect.net - Download de filmes , Dowload Naruto Shippuuden.

...la règle énoncée plus haut, l’évêque du diocèse canadien de Nicolet, Mgr Raymond Saint- Gelais , s’est montré favorable à l’ordination des femmes, même si c’est avec une relative...

Em vida de cao
Blogues do SAPO

Dúvidas linguísticas


Como dizer correctamente: ...a área que mais lhe fascina ou ... a área que mais a fascina?
O verbo fascinar é tradicionalmente registado nos dicionários como transitivo directo, isto é, como um verbo que selecciona um complemento nominal obrigatório que não é introduzido por uma preposição (ex.: esta área fascinou o aluno), não sendo consideradas aceitáveis construções com um complemento indirecto, isto é, um complemento nominal obrigatório introduzido por uma preposição (ex.: *esta área fascinou ao aluno; o asterisco indica agramaticalidade). Quando há pronominalização dos complementos de terceira pessoa, o complemento directo corresponde aos pronomes pessoais o, a os, as e o complemento indirecto aos pronomes pessoais lhe, lhes. Assim, relativamente aos exemplos acima referidos, a pronominalização do complemento directo da frase esta área fascinou o aluno deve ser feita com o pronome o (esta área fascinou-o), pois trata-se de um complemento directo, e não com o pronome lhe (*esta área fascinou-lhe).

Em relação às frases apontadas na dúvida colocada, o caso é o mesmo. Deverá ser usada a construção a área que mais a fascina (equivalente a a área que mais fascina alguém) e não a construção *a área que mais lhe fascina (equivalente a *a área que mais fascina a alguém).




Como se designam as palavras que derivam do mesmo étimo latino como mágoa, mancha e mácula?
As palavras mágoa, mancha e mácula (a este grupo poderia acrescentar-se as palavras malha e mangra) são exemplos de palavras divergentes, isto é, palavras com o mesmo étimo latino (macula, -ae) que evoluiu para várias formas diferentes. Neste caso específico, as palavras mágoa, mancha, malha ou mangra chegaram ao português por via popular, apresentando cada uma delas diferentes fenómenos regulares de evolução: mágoa sofreu a queda do -l- intervocálico e a sonorização do -c- intervocálico (macula > *macua > *magua > mágoa); mancha sofreu a nasalização do primeiro -a-, a queda do -u- intervocálico e a palatalização do grupo consonântico -cl- (macula > *mãcula > *mãcla > mancha); malha sofreu a queda do -u- intervocálico e a palatalização do grupo consonântico -cl- em -lh- (macula > *macla > malha); mangra sofreu a nasalização do primeiro -a-, a queda do -u- intervocálico, o rotacismo do -l- e a sonorização do -c- (macula > *mãcula > *mãcla > *mãcra > mangra). A palavra mácula chegou ao português por via erudita, apresentando uma forma quase idêntica ao étimo latino.
pub

Palavra do dia

o·ven·çal o·ven·çal


(ovença + -al)
nome masculino

1. [Antigo]   [Antigo]  Pessoa encarregada de uma despensa. = DESPENSEIRO, ECÓNOMO

2. [Antigo]   [Antigo]  Cobrador de rendas.

pub

Mais pesquisadas do dia



in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2021, https://dicionario.priberam.org/gelais [consultado em 19-10-2021]