PT
BR
Pesquisar
Definições



favorita

A forma favoritapode ser [feminino singular de favoritofavorito], [nome feminino plural] ou [nome feminino].

Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!
favoritafavorita
( fa·vo·ri·ta

fa·vo·ri·ta

)


nome feminino

1. Mulher predilecta do senhor de um harém.

2. O naipe de copas (no voltarete).

favoritas


nome feminino plural

3. [Antigo] [Antigo] Rolos de cabelo que pendiam na testa das senhoras.

favoritofavorito
( fa·vo·ri·to

fa·vo·ri·to

)


adjectivo e nome masculinoadjetivo e nome masculino

1. Que ou o que é objecto da preferência de alguém. = PREDILECTO, PREFERIDO

2. Que ou o que goza de protecção ou valimento especial junto de alguém. = PROTEGIDO, VALIDO

3. Que ou quem tem mais probabilidades de ser vencedor.

4. [Brasil] [Brasil] [Hipismo] [Hipismo] Diz-se de ou cavalo que recebe o maior número de apostas por se considerar que tem mais hipóteses de ganhar uma corrida.

etimologiaOrigem etimológica:italiano favorito.

Auxiliares de tradução

Traduzir "favorita" para: Espanhol Francês Inglês


Dúvidas linguísticas



Gostaria de saber qual a forma correcta: 1) deve realçar-se que o tema... ou 2) deve-se realçar que o tema...
Para resposta à dúvida colocada, por favor consulte outra dúvida respondida sobre o mesmo assunto em posição dos clíticos em locuções verbais. Nos exemplos referidos, o verbo dever forma com o verbo realçar uma locução verbal e tem um comportamento que se aproxima do de um verbo auxiliar. Por este motivo, o clítico se poderá ser colocado depois do verbo principal (ex.: deve realçar-se), do qual depende semanticamente, ou a seguir ao verbo auxiliar (ex.: deve-se realçar). É de realçar que a posição mais consensual (e aconselhada por vários gramáticos) é a primeira, isto é, depois do verbo principal.



Sou utilizadora do FLiP e ao utilizá-lo surgiu-me uma dúvida: Na palavra livra-lo o FLiP não assinala a falta de acentuação. Isto é, aceita com e sem acento. Gostaria de saber se há uma forma de assegurar que a falta de acentuação é encontrada.
O FLiP não pode assinalar falta de acentuação em livra-lo, pelo menos isoladamente. Isto porque tal forma corresponde à 2.ª pessoa do presente do indicativo do verbo livrar, pronominalizada com -(l)o(s) / -(l)a(s). Esta forma com ênclise é por vezes confundida com livrá-lo (infinitivo impessoal) e até com livra-o (3.ª pessoa do presente do indicativo e 2.ª do imperativo), ambas igualmente correctas, como se pode ver nos seguintes exemplos:

(i) Tu livras o João da prisão? = Tu livra-lo da prisão? [2.ª pessoa do presente do indicativo]
(ii) O advogado conseguiu livrar o João da prisão. = O advogado conseguiu livrá-lo da prisão. [infinitivo impessoal]
(iii) Ele livra o João da prisão. = Ele livra-o da prisão. [3.ª pessoa do presente do indicativo]
(iv) Por favor, livra o João da prisão! = Por favor, livra-o da prisão! [2.ª pessoa do imperativo]