Dicionário Priberam Online de Português Contemporâneo
Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
Este site utiliza cookies. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. Saiba mais...
pub
pub
pub
pub
pub

fardagem

fardagemfardagem | n. f.
Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!

far·da·gem far·da·gem


nome feminino

1. Quantidade de fardos.

2. Bagagem (de um exército).

3. Conjunto ou quantidade de fardas ou roupas. = FARDELAGEM, ROUPAGEM

4. Trapagem.

pub

Parecidas

Esta palavra no dicionário

Ver mais

Esta palavra em blogues

Ver mais

Tenho já pronta a fardagem que da outra vez pediu..

Em pimentaeouro.blogs.sapo.pt

, mas com outra fardagem ..

Em Córtex Frontal

...Bailio Conventual ao Grão Conservador, que preside e exercita a superintendência de toda a fardagem dos soldados..

Em antikuices.blogspot.com
Blogues do SAPO

Dúvidas linguísticas


Por vezes somos abordados desta forma: Deseja um café? Sim senhora, trago-lhe já. Sendo eu um indivíduo do sexo masculino, qual é a resposta correcta para esta questão e quais os erros que estão em causa?
As palavras senhor ou senhora são usadas como formas de tratamento de cortesia em relação a alguém a quem nos dirigimos. Assim, devem concordar em género e número com o destinatário da mensagem (ex.: As senhoras desejam chá? [sendo o destinatário feminino plural]; O senhor dá-me licença? [sendo o destinatário masculino singular]).

Na frase em questão na sua dúvida, trata-se de uma resposta dada coloquialmente (ex.: sim, senhora, trago-lhe já; não, senhores, não podem fazer isso), mas que mantém a forma de tratamento e deve obedecer à concordância lógica com o destinatário, pelo que a frase deverá ser, com um destinatário do sexo masculino, Sim, senhor, trago-lhe já.




Tenho algumas dúvidas relativamente à posição do pronome nas seguintes estruturas gramaticais, deve dizer-se: a) gostava de o ver ou gostava de vê-lo; b) tenho o prazer de o convidar ou tenho o prazer de convidá-lo?
Nas frases apontadas, ambas as hipóteses podem ser utilizadas e nenhuma delas é considerada incorrecta. Nas hipóteses gostava de vê-lo e tenho o prazer de convidá-lo, o pronome átono o ocupa a sua posição canónica, à direita do verbo de que depende (ver e convidar, respectivamente), mas, na colocação dos clíticos, as preposições provocam geralmente a próclise, isto é, a atracção do clítico para antes do verbo (gostava de o ver e tenho o prazer de o convidar). Esta colocação proclítica é, no entanto, obrigatória quando o verbo está no infinitivo flexionado (ex.: Empresto-te o livro, mas é para o leres com atenção; Ele indignou-se por lhe omitirmos informação; e nunca *Empresto-te o livro, mas é para lere-lo com atenção; *Ele indignou-se por omitirmos-lhe informação; o asterisco indica agramaticalidade).

A descrição feita acima não se aplica à preposição a, com a qual não há geralmente atracção do clítico (ex.: Eles estavam a insultar-se; Aconselhei as crianças a reconciliarem-se; e não *Eles estavam a se insultar; Aconselhei as crianças a se reconciliarem), senão em registos dialectais do português europeu e, mais frequentemente, no português do Brasil.

pub

Palavra do dia

i·rí·di·o i·rí·di·o


(latim científico iridium, do latim iris, iridis, do grego íris, íridos, mensageiro dos deuses, arco-íris)
nome masculino

[Química]   [Química]  Elemento químico (símbolo: Ir), de número atómico 77, metal friável que se encontra em certos minérios da platina.

pub

Mais pesquisadas do dia



in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2021, https://dicionario.priberam.org/fardagem [consultado em 10-08-2022]