Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
Este site utiliza cookies. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. Saiba mais...
pub
pub
pub
pub

pub
exaltarexaltar | v. tr. | v. pron.
Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!

e·xal·tar |z| e·xal·tar |z| - ConjugarConjugar
verbo transitivo

1. Tornar alto.

2. Levantar, engrandecer.

3. Glorificar, celebrar.

4. [Figurado]   [Figurado]  Elevar ao mais alto grau; entusiasmar; excitar, irritar.

verbo pronominal

5. Entusiasmar-se.

6. Irritar-se.

7. Gabar-se.

pub

Auxiliares de tradução

Traduzir "exaltar" para: Espanhol | Francês | Inglês

Parecidas

Palavras vizinhas

Esta palavra em blogues

Ver mais
Blogues do SAPO

Esta palavra no Twitter

Dúvidas linguísticas


A diferença entre "pôr" e "por" é o acento circunflexo, que indica palavras diferentes. Porque não acontece o mesmo com "acordo" (forma verbal e substantivo)?
Segundo o Acordo Ortográfico de 1945, nas bases XVIII e XXII, os acentos agudo ou circunflexo são usados como marca de distinção entre palavras apenas quando se trata de diferenciar palavras com sílaba tónica homógrafas de palavras sem acentuação própria, como é o caso de palavras gramaticais como as preposições, nas quais se insere "por" (ao contrário de "pôr", que é uma palavra monossilábica com acentuação própria).

O Acordo de 1990 mantém os acentos gráficos como sinais distintivos entre determinadas palavras homógrafas de palavras gramaticais, mas especifica, na base IX, ponto 9, que nas palavras paroxítonas (isto é, com acentuação na penúltima sílaba) se prescinde dos acentos agudo e circunflexo para fazer a distinção com palavras proclíticas (isto é, de palavras sem acentuação própria). Assim sendo, "pêlo" (substantivo) passa a ser escrito sem acento circunflexo, que antes era usado como meio de distinção da contracção "pelo", assim como "pólo" perde o acento agudo, sendo grafado da mesma maneira que a contracção "polo", muito pouco usada na actualidade.

Quanto à palavra "acordo", trata-se de uma forma gráfica comum para um substantivo e para uma forma verbal, ambos com sílaba tónica, pelo que, nestes casos, os acordos de 1945 e de 1990 não instituem um acento gráfico como sinal distintivo de categoria gramatical.




Prédefinido ou pré-definido? Interajuda ou inter-ajuda? Auto-controlo ou autocontrolo? Interinfluem ou inter-influem? Interrelação ou inter-relação? Sub cultura ou subcultura? Sub item ou subitem? Subgrupo ou sub grupo? Monocausal ou mono-causal? Inter-agir ou interagir? Peço desculpa, mas são dúvidas que frequentemente me assolam.
Para resolver dúvidas relativas à hifenização de palavras compostas com elementos de formação, é sempre útil consultar um dicionário e ver qual o padrão estabelecido para um determinado elemento de composição. Mesmo que determinada palavra não se encontre no dicionário, por analogia conseguir-se-á estabelecer uma regra para a utilização do hífen. Assim, ainda que monocausal, por exemplo, não tenha entrada em qualquer dicionário, por analogia com outras palavras (ex.: monocarril, monociclo ou monocultura), podemos concluir que o elemento mono- não é seguido de hífen quando o elemento posterior começa por c, obrigando à duplicação do r e do s quando se segue de palavras começadas com essas letras (ex.: monorrimo, monossemia). Após a aplicação do Acordo Ortográfico de 1990 (cf. base XVI), este elemento é seguido de hífen quando o segundo elemento começa por h ou o.

Algumas das palavras acerca das quais nos coloca a sua dúvida possuem registo em dicionários, nomeadamente no Dicionário Priberam da Língua Portuguesa, pelo que não será difícil chegar a uma conclusão quanto à grafia correcta. É o caso de predefinir, autocontrolo, interagir, inter-relação, subcultura, subitem ou subgrupo.

Relativamente às palavras compostas com o prefixo sub-, a base XXIX do Acordo Ortográfico de 1945 prevê que esse elemento apenas seja seguido de hífen quando o elemento seguinte se inicie por b, h ou r, daí que esses vocábulos prescindam da utilização do hífen. Este contexto ortográfico não sofre alteração com a aplicação do Acordo Ortográfico de 1990, pois, apesar de o texto do Acordo ser omisso neste ponto (cf. Base XVI), a "Nota Explicativa" anexa ao referido texto prevê o uso do hífen: "6.3 - O hífen nas formas derivadas (base XVI) [...] a) Emprega-se o hífen quando o segundo elemento da formação começa por h ou pela mesma vogal ou consoante com que termina o prefixo ou pseudoprefixo (por exemplo: anti-higiénico, contra-almirante, hiper-resistente) [...]" (sublinhado nosso).

Em relação às outras palavras, o Acordo Ortográfico de 1945 especifica que o elemento de formação inter- deverá ser seguido de hífen apenas se for sucedido de elemento começado por h ou r; assim, a grafia correcta deverá ser interajuda e interinfluir. Esta regra não sofre alteração com a aplicação do Acordo Ortográfico de 1990.

pub

Palavra do dia

pai·ol pai·ol
(catalão pallol)
nome masculino

1. [Marinha]   [Marinha]  Parte do navio onde se guardam as provisões.

2. Depósito de pólvora e outros explosivos.

3. [Brasil]   [Brasil]  Local onde se armazenam produtos agrícolas.

4. [Informal]   [Informal]  Estômago.

Plural: paióis.Plural: paióis.
pub

Mais pesquisadas do dia

Siga-nos



in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2020, https://dicionario.priberam.org/exaltar [consultado em 29-11-2020]