Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
Este site utiliza cookies. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. Saiba mais...
pub
pub
pub
pub

pub

diretas

Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!

di·rec·to |ét|di·re·to |ét|di·re·to |ét|


(latim directus, -a, -um, em linha recta, direito)
adjectivo
adjetivo

1. Cuja direcção é recta.

2. Que se faz sem intermediários.

3. Que se faz sem rodeios.

4. Imediato.

5. Que incide imediatamente sobre as pessoas ou bens (contribuição).

6. Relativo ao parentesco em linha recta, em que um dos parentes descende verticalmente do outro (ex.: descendente directo; familiares directos).

7. [Figurado]   [Figurado]  Evidente; claro; formal; absoluto.

nome masculino

8. [Desporto]   [Esporte]  Soco violento dado de baixo para cima e com o braço parcialmente flectido (ex.: desferiu um directo com a direita).

9. [Radiodifusão, Telecomunicações]   [Radiodifusão, Telecomunicações]  Transmissão de um evento feita no momento em que ele acontece (ex.: foi convidadao para fazer um directo na rádio).

advérbio

10. Sem qualquer desvio ou paragem (ex.: foram directo para casa). = DIRECTAMENTE


em directo
Com transmissão no momento em que acontece. = AO VIVO


• Grafia alterada pelo Acordo Ortográfico de 1990: direto.
• Grafia anterior ao Acordo Ortográfico de 1990: directo.


• Grafia no Brasil: direto.

• Grafia em Portugal: directo.
pub

Parecidas

Palavras vizinhas

Anagramas

Esta palavra no dicionário

Ver mais

Esta palavra em blogues

Ver mais
Blogues do SAPO

Esta palavra no Twitter

Dúvidas linguísticas


Minha dúvida é a seguinte: Quando eu digo que vou emprestar algo (vou-te emprestar minha camiseta, por exemplo), essa frase está errada? E quando digo que vou emprestar algo de alguém (vou emprestar sua camiseta, por exemplo)? Queria saber se ambas as frases estão corretas, se são ambíguas ou algo do gênero ou se o verbo emprestar tem um jeito certo de ser usado.
O verbo emprestar é transitivo directo e pode significar “transferir ou dar temporariamente alguma coisa”, não necessariamente uma coisa possuída por quem empresta (neste sentido, vou-te emprestar a minha camisa significa vou ceder-te a minha camisa temporariamente e vou emprestar a sua camisa significa vou ceder temporariamente a sua camisa a outra pessoa). No português do Brasil, o verbo emprestar pode significar também “pedir temporariamente uma coisa a outrem” (neste sentido, vou emprestar a sua camisa significa vou pedir temporariamente a sua camisa). Por este motivo, ambas as frases estão correctas, podendo a segunda ser ambígua no português do Brasil.



Está correto dizer macérrimo para uma pessoa muito magra?

O superlativo absoluto sintético simples dos adjectivos (aquele que exprime, através de uma só palavra, um elevado grau de determinado atributo ou qualidade) forma-se, em português, através da adjunção do sufixo -íssimo ao adjectivo (ex.: vulgaríssimo, tristíssimo, cheiíssimo).

Alguns adjectivos, porém, apresentam um superlativo alternativo, derivado do superlativo latino. É o caso de magro, que forma, além do superlativo regular magríssimo, o superlativo irregular macérrimo (do latim macerrìmus, -a, -um, superlativo de màcer “magro, debilitado”), tal como célebre (celebérrimo ou celebríssimo), pobre (paupérrimo ou pobríssimo), próspero (prospérrimo ou prosperíssimo).

Outros casos de superlativos eruditos incluem formas terminadas em -imo, como fácil (facílimo ou facilíssimo), bem como formas que derivam do latim ou que recuperam parte do radical latino, como simples (simplicíssimo ou simplíssimo), respeitável (respeitabilíssimo), ineficaz (ineficacíssimo), chão (chaníssimo).

Não há muitos superlativos eruditos, sendo fácil encontrá-los elencados em compêndios gramaticais, como na Nova Gramática do Português Contemporâneo (Lisboa: Edições Sá da Costa, 1998, pp. 258-259).

Recentemente, o sufixo -érrimo, característico de superlativos eruditos, tem sido usado, seja por desconhecimento, seja por ironia, em formações novas, inexistentes no latim, como chatérrimo (em vez de chatíssimo) ou chiquérrimo (em vez de chiquíssimo). No caso do adjectivo magro, este sufixo gerou ainda a forma magérrimo, dispensável em registos de língua cuidados.

pub

Palavra do dia

eins·têi·ni·o eins·têi·ni·o


([Albert] Einstein, antropónimo [físico alemão] + -io)
nome masculino

[Química]   [Química]  Elemento químico artificial (símbolo: Es), de número atómico 99. = EINSTÉNIO

pub

Mais pesquisadas do dia



in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2021, https://dicionario.priberam.org/diretas [consultado em 18-04-2021]