Dicionário Priberam Online de Português Contemporâneo
Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
Este site utiliza cookies. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. Saiba mais...
pub
pub
pub
pub
pub

desarme

desarmedesarme | n.
1ª pess. sing. pres. conj. de desarmardesarmar
3ª pess. sing. imp. de desarmardesarmar
3ª pess. sing. pres. conj. de desarmardesarmar
Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!

desarme desarme


nome

(A definição desta palavra irá estar disponível brevemente. Envie comentários ou sugestões para dicionario@priberam.pt)

de·sar·mar de·sar·mar

- ConjugarConjugar

verbo transitivo

1. Tirar a armadura ou as armas a.

2. Fazer saltar ou cair a arma da mão de.

3. Fazer depor as armas a.

4. Tirar o armamento a.

5. Desfazer o que estava armado.

6. Tirar a armação de.

7. Separar as peças de.

8. Desaparelhar.

9. Pôr no descanso o cão de (arma de fogo).

10. Tirar os meios (de ataque ou defesa) a.

11. [Figurado]   [Figurado]  Fazer cair a ira.

12. Aplacar, apaziguar.

13. Baldar, frustrar.

verbo intransitivo

14. Depor as armas.

15. Deixar de ter o exército ou a marinha em pé de guerra.

16. Desfazer-se.

verbo transitivo e intransitivo

17. Fazer parar ou parar o funcionamento de um aparelho ou dispositivo (ex.: desarmar um disjuntor). = DESACTIVARARMAR

verbo pronominal

18. Despir a armadura.

19. Depor as armas.

20. [Figurado]   [Figurado]  Deixar-se enternecer.

21. Perder os estribos (o cavaleiro); sair fora da sela; cair(-lhe) uma espora, o chicote, etc.

pub

Auxiliares de tradução

Traduzir "desarme" para: Espanhol | Francês | Inglês

Parecidas

Anagramas

Esta palavra em blogues

Ver mais

...cair no desagrado nem que seja por um "frango, um golo falhado, uma mau desarme , uma substituição que entendam errada ou uma opção gestionária com a qual não...

Em Depois Falamos

...do mais seguro criador de expectativas entre os seus aliados e do mais rápido desarme dos seus rivais..

Em Jacarandá

...do mais seguro criador de expectativas entre os seus aliados e do mais rápido desarme dos

Em sorumb

Tem leitura de jogo e rapidez a chegar, com capacidade de desarme pela sua capacidade física e morfológica..

Em Fora-de-jogo

...na boca não impede em nada que não seja assinalada falta, visto que o desarme coloca em causa a

Em O INDEFECTÍVEL
Blogues do SAPO

Dúvidas linguísticas


É com espanto que vejo que na conjugação do verbo haver aparecer a forma houveram. Sempre aprendi que a 3.ª pessoa do plural do pretérito perfeito não existe. Podem-me explicar se é moda nova?!
A flexão do verbo haver varia consoante o seu emprego. Assim, quando este é empregue como verbo principal, com os sentidos de “existir” (em 1.a), de "ter decorrido" (em 2.a) e de “acontecer” (em 3.a), ele é impessoal, i.e., utiliza-se apenas na 3.ª pessoa do singular. Daí a má formação das frases 1.b), 2.b) e 3.b), assinaladas com asterisco (*):

1. a) Houve muitos deputados investigados.
b) * Houveram muitos deputados investigados.

2. a) Havia duas horas que estava à espera.
b) * Haviam duas horas que estava à espera.

3. a) Na semana passada houve muitos acidentes.
b) * Na semana passada houveram muitos acidentes.

Quando é empregue como verbo principal com outros sentidos que não os de "existir", "ter decorrido" ou "acontecer", é flexionado em todas as pessoas:

4. a) Os organizadores do colóquio houveram por bem encomendar uma sondagem. [achar, considerar]
b) E que bem se houveram os portugueses no confronto! [avir-se]

O verbo haver emprega-se ainda como auxiliar em tempos compostos, sendo também flexionado em todas as pessoas:

5. As encomendas haviam sido entregues.

Como se pode ver pelas frases 4-5, a 3.ª pessoa do plural do pretérito perfeito do verbo haver existe, pelo que o conjugador deve incluí-la, não podendo é ser utilizada nos casos em que o verbo é impessoal.




Visto que não havia artigos definidos ou indefinidos na língua latina, de onde teriam vindo os artigos do português? Melhor perguntando: qual a etimologia dos nossos artigos?
Os artigos definidos e indefinidos portugueses derivam do latim, apesar de nesta língua não existirem artigos tais como os conhecemos em português.

O artigo definido o tem origem no latim illum, -am, acusativo do pronome e determinante demonstrativo ille, -a, -ud (“aquele, aquilo”). Este originou a forma lo, do português arcaico, e as suas flexões, das quais derivam as formas actuais do artigo definido em português.

O artigo indefinido um tem origem no numeral latino unus.

pub

Palavra do dia

ro·ti·ná·ri·o ro·ti·ná·ri·o


(rotina + -ário)
adjectivo
adjetivo

Que segue a rotina ou é relativo a rotina (ex.: procedimento rotinário; tarefas rotinárias). = ROTINEIRO

pub

Mais pesquisadas do dia



in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2021, https://dicionario.priberam.org/desarme [consultado em 21-10-2021]