Dicionário Priberam Online de Português Contemporâneo
Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
Este site utiliza cookies. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. Saiba mais...
pub
pub
pub
pub
pub

cries

2ª pess. sing. pres. conj. de criarcriar
Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!

cri·ar cri·ar

- ConjugarConjugar

(latim creo, -are)
verbo transitivo

1. Dar existência a.

2. Dar o ser a.

3. Gerar; produzir.

4. Originar.

5. Educar.

6. Inventar.

7. Fomentar; estabelecer; interpretar.

verbo pronominal

8. Nascer; produzir-se.

9. Crescer; passar à juventude.

pub

Auxiliares de tradução

Traduzir "cries" para: Espanhol | Francês | Inglês

Parecidas

Anagramas

Esta palavra em blogues

Ver mais

Till, at a shiver in the skies, Vanishing with Satanic cries , The prim ecclesiastic rout Leaves but a startled sleeper

Em Estação Cronográfica

Cries went up of 'Down with the tyrant!!

Em Geopedrados

A protagonista de “The Banshee Cries ” é Melissa, uma jovem que já traz consigo um passado traumatizante ligado ao...

Em Gotika

Expected Cries of the Opposition You can expect the usual outcries against curtailment of liberties and...

Em Tupiniquim

lighting and during ugly cries ..

Em Filhos da Ponte
Blogues do SAPO

Dúvidas linguísticas


Gostaria de saber qual o plural do nome Saúl.
A palavra Saul (segundo a base XIV do Acordo Ortográfico em vigor para o português europeu, a palavra não deverá ter acento gráfico, sendo incorrecta a forma Saúl) deverá fazer o plural Sauis.



Qual das expressões é a correcta: de forma a ou por forma a? Caso ambas estejam correctas, qual a diferença entre elas e quando usar uma ou outra?
As duas expressões estão correctas e são locuções prepositivas sinónimas, significando ambas “para”, “a fim de” ou “de modo a” e indicando um fim ou objectivo (ex.: procedeu cautelosamente de forma a/por forma a evitar erros), sendo a locução por forma a menos usada que de forma a, como se pode verificar pela pesquisa em corpora e motores de busca na internet. Ambas se encontram registadas em dicionários de língua portuguesa.

Estas duas expressões, construídas com a preposição a, pertencem a um conjunto de locuções (do qual fazem parte de modo a ou de maneira a) cujo uso é desaconselhado por alguns puristas, com o argumento de que se trata de expressões de influência francesa, o que, neste caso, não parece constituir argumento suficiente para as considerar incorrectas. Acresce ainda que, em qualquer dos casos, locuções prepositivas como de/por forma a, de maneira a ou de modo a desempenham a mesma função da preposição para, que neste contexto introduz frases subordinadas infinitivas adverbiais de fim (ex.: procedeu cautelosamente para evitar erros), da mesma forma que, com alterações ao nível dos tempos verbais, as locuções conjuncionais de/por forma que, de maneira que ou de modo que desempenham a função da locução conjuncional para que, que neste contexto introduz frases subordinadas finitas adverbiais de fim (ex.: procedeu cautelosamente para que evitasse erros). Não parece assim haver motivo para deixar de usar umas ou outras.

pub

Palavra do dia

con·dal con·dal


(conde + -al)
adjectivo de dois géneros
adjetivo de dois géneros

1. Relativo a conde (ex.: coroa condal; dignidade condal; terras condais).

2. Relativo a condado (ex.: delegado condal; governo condal).

pub

Mais pesquisadas do dia



in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2021, https://dicionario.priberam.org/cries [consultado em 05-12-2021]