PT
BR
Pesquisar
Definições



conversação

A forma conversaçãopode ser [derivação feminino singular de conversarconversar] ou [nome feminino].

Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!
conversaçãoconversação
( con·ver·sa·ção

con·ver·sa·ção

)


nome feminino

1. Acto de conversar.

2. [Figurado] [Figurado] Convivência, familiaridade.

etimologiaOrigem etimológica:latim conversatio, -onis, acção de voltar, estadia, morada, trato, relações.
Confrontar: conservação.
conversarconversar
( con·ver·sar

con·ver·sar

)
Conjugação:regular.
Particípio:regular.


verbo intransitivo

1. Falar com alguém. = CAVAQUEAR, PALESTRAR

2. [Popular] [Popular] Namorar.

3. [Figurado] [Figurado] Tomar conselho.


verbo transitivo

4. Tratar intimamente.


conversar alguém

Sondar o seu pensamento; sugestioná-lo, para interesse próprio.

Confrontar: conservar.

Auxiliares de tradução

Traduzir "conversação" para: Espanhol Francês Inglês


Dúvidas linguísticas



Qual a forma correcta: frequência do quarto ou frequência no quarto ano?
O substantivo frequência é geralmente seguido da preposição de (ou das suas contracções), como indica o Dicionário de Regimes de Substantivos e Adjectivos (25.ª ed., São Paulo: Globo, 2000), de Francisco Fernandes, e como atestam pesquisas efectuadas em corpora e em motores de busca da Internet.



Tenho uma dúvida sobre o uso do acento grave (chamamos de crase aqui no Brasil). Um amigo me disse que pode-se escrever à favor, alegando que é opcional o uso da crase em locuções adverbiais. Ele está correto?
A crase à é uma contracção da preposição a com o artigo definido feminino a. Para haver o uso desta crase, é necessário que haja um substantivo feminino a seguir que justifique o uso do artigo definido feminino (ex.: estava à frente = estava a[PREP]+a[ART] frente; foi à caça = foi a[PREP]+a[ART] caça). Não poderá usar a crase numa expressão como a favor, pois favor é um substantivo masculino e nunca poderia ser antecedido do artigo definido feminino a. Em alguns casos poderá haver uso de crase antes de substantivos masculinos, mas apenas em situações muito específicas, em que se pode subentender locuções como moda de ou maneira de (ex.: coelho à [maneira do] caçador).
Sobre este assunto, poderá também consultar outras respostas em regência verbal e nominal, graças a deus e crase em intervalo temporal.