PT
BR
Pesquisar
Definições



consequente

Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!
consequenteconseqüenteconsequente
|qüen| |qüen| |qüen|
( con·se·quen·te

con·se·qüen·te

con·se·quen·te

)


nome masculino

1. [Lógica] [Lógica] Segunda proposição do entimema.

2. [Matemática] [Matemática] Segundo termo de uma razão.

3. Palavra ou expressão a que se refere o pronome relativo.


adjectivo de dois génerosadjetivo de dois géneros

4. Que resulta ou que se segue e deduz.

5. Que se infere.

6. Que raciocina bem.

7. Que procede com coerência.

grafiaGrafia no Brasil:conseqüente.
grafiaGrafia alterada pelo Acordo Ortográfico de 1990:consequente.
grafia Grafia anterior ao Acordo Ortográfico de 1990: conseqüente.
grafiaGrafia em Portugal:consequente.

Auxiliares de tradução

Traduzir "consequente" para: Espanhol Francês Inglês

Anagramas



Dúvidas linguísticas



As palavras segmentos e seguimentos têm o mesmo significado? Ambas podem ser empregadas na seguinte frase: ... em cooperação com outros seguimentos [ou segmentos?], tais como órgãos públicos, universidades?
As palavras segmentos e seguimentos (que se pronunciam de modo semelhante no português do Brasil, mas não no de Portugal) não são sinónimas, ou seja, não têm o mesmo significado, como pode verificar seguindo as respectivas hiperligações para o Dicionário Priberam da Língua Portuguesa. Como tal, na frase que refere, a palavra que deve ser usada é segmentos, designando “sectores” (...em cooperação com outros segmentos, tais como órgãos públicos, universidades).



Não será a palavra revivalismo portuguesa? Porque não existe no dicionário? Será um estrangeirismo? Mas quantos não foram já "absorvidos" por tão correntes no português escrito e falado?
A palavra revivalismo, apesar de não se encontrar na nomenclatura do Dicionário Priberam da Língua Portuguesa, encontra-se registada noutros dicionários de língua portuguesa como, por exemplo, o Dicionário da Língua Portuguesa Contemporânea (Academia das Ciências de Lisboa/Verbo, Lisboa, 2001). Deriva da palavra inglesa revivalism e refere-se ao ressurgimento de ideias, modas ou tendências que fizeram parte do passado.