Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
Este site utiliza cookies. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. Saiba mais...
pub
pub
pub
pub

pub
campainhacampainha | s. f.
3ª pess. sing. pres. ind. de campainharcampainhar
2ª pess. sing. imp. de campainharcampainhar
Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!

cam·pa·i·nha |a-í| cam·pa·i·nha |a-í|
(campa + -inha)
nome feminino

1. Pequeno sino de mão. = SINETA, TINTINÁBULO

2. Dispositivo acústico de chamada ou de alarme, accionado de forma eléctrica ou mecânica.Ver imagem

3. [Arquitectura]   [Arquitetura]   [Arquitetura]  Ornato dórico em forma de sineta.

4. [Informal]   [Informal]  Apêndice carnudo, móvel e contráctil, em forma de bago de uva, que pende do véu palatino, à entrada da garganta.Ver imagem = ÚVULA

5. [Informal, Figurado]   [Informal, Figurado]  Pessoa que divulga tudo o que ouve.

6. [Botânica]   [Botânica]  Designação comum a várias plantas da família das campanuláceas. = CAMPÂNULA

7. Flor dessas plantas.Ver imagem = CAMPÂNULA


cam·pa·i·nha·r |a-í| cam·pa·i·nha·r |a-í| - ConjugarConjugar
(campainha + -ar)
verbo intransitivo

Fazer tocar uma campainha.

pub

Auxiliares de tradução

Traduzir "campainha" para: Espanhol | Francês | Inglês

Parecidas

Palavras vizinhas

Esta palavra em blogues

Ver mais
Blogues do SAPO

Esta palavra no Twitter

Dúvidas linguísticas


1 - Constatei no dicionário os seguintes vocábulos: Cartão-de-visita, Cartão de crédito. Porquê a utilização de hífen num caso e a não-utilização de hífen no outro?

2 - Verifiquei as seguintes ortografias: Caldo-verde e Caldo verde. Qual a correcta?

A utilização do hífen na língua portuguesa é decididamente muito complexa. Pode recomendar-me algum livro/publicação sobre a utilização do hífen ?
A utilização ou não de hífen em determinada grafia, difícil de sistematizar em poucas linhas, rege-se pelo texto legal vigente em Portugal, o Acordo Ortográfico de 1945 (Dec.-Lei n.º 35:228 de 8 de Dezembro de 1945, em particular o disposto nas bases XXVIII a XXXII) ou pela tradição lexicográfica. Este último critério corresponde ao registo em vocabulários ou dicionários de língua, considerados obras de referência, e está na base da aceitação das formas cartão-de-visita, cartão de crédito e caldo verde.
Adicionalmente, pode consultar um qualquer prontuário ortográfico sobre o mesmo tópico, como, por exemplo, o de Magnus Bergström e Neves Reis, Prontuário Ortográfico e Guia da Língua Portuguesa, 42.ª ed., Lisboa: Editorial Notícias, 1997 (pp. 29-33).




Quero saber se em Madagáscar está correcto. Ou será no Madagáscar?
O topónimo Madagáscar (que no Brasil se grafa sem acento, Madagascar) não requer artigo definido, a exemplo de muitos outros topónimos como Portugal ou Marrocos. Contrariamente aos casos de Luxemburgo ou Holanda, que requerem o artigo antecedente, é correcto dizer em Madagáscar.

O que acima se diz não é decorrente de regras fixas da língua, antes de indicações gerais difundidas por alguns gramáticos. Por exemplo, na Nova Gramática do Português Contemporâneo (Lisboa, Edições João Sá da Costa, 14.ª ed., 1998, p. 229), Celso Cunha e Lindley Cintra referem que não se emprega o artigo definido com a maioria das ilhas (é o caso de Madagáscar), embora, como os próprios autores referem, haja excepções, como a Córsega, a Madeira, a Sardenha ou a Sicília.

pub

Palavra do dia

mu·sá·ce·o mu·sá·ce·o
(latim científico musa, do árabe musah, banana + -áceo)
adjectivo
adjetivo

1. [Botânica]   [Botânica]  Relativo ou semelhante à bananeira.

2. [Botânica]   [Botânica]  Relativo às musáceas (ex.: planta musácea).

pub

Mais pesquisadas do dia

Siga-nos



in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2020, https://dicionario.priberam.org/campainha [consultado em 22-09-2020]