Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
Este site utiliza cookies. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. Saiba mais...
pub
pub
pub
pub

pub

calo

calocalo | n. m.
1ª pess. sing. pres. ind. de calarcalar
Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!

ca·lo ca·lo


nome masculino

1. Endurecimento córneo da pele. = CALOSIDADE

2. Endurecimento nos ossos fracturados.

3. [Figurado]   [Figurado]  Endurecimento (moral), indiferença.

4. Extremidade dos ramos da ferradura.

5. [Brasil]   [Brasil]  Dívida que não se pagou ou se não tenciona pagar.


ca·lar ca·lar


(latim vulgar *callare)
verbo intransitivo e pronominal

1. Não falar.

2. Não produzir som ou ruído.

3. Penetrar.

verbo transitivo

4. Não dizer.

5. Impor silêncio a.

6. Reprimir, conter.

7. Encetar, geralmente para provar.

8. Meter no fundo.

9. Colocar em lugar próprio.

10. [Regionalismo]   [Regionalismo]  Cortar as medranças dos melões e melancias para que bracejem para os lados.

11. Fazer abertura ou corte em certos frutos, geralmente para provar ou ver se estão maduros (ex.: calar a melancia).

12. Abrir entalhe ou cala. = FENDER, RASGAR

13. [Pesca]   [Pesca]  Lançar à água uma rede de galeão.

14. Fazer descer (ex.: o cavaleiro calou a viseira). = ABAIXAR

verbo intransitivo

15. [Náutica]   [Náutica]  Ter determinado calado; ocupar determinado espaço abaixo da linha de flutuação (ex.: o caiaque cala muito pouco).

verbo pronominal

16. Deixar de falar.

17. Deixar de fazer ruído.

18. Morrer.

19. Ficar na sua.

pub

Auxiliares de tradução

Traduzir "calo" para: Espanhol | Francês | Inglês

Anagramas

Esta palavra em blogues

Ver mais

...SAD, tinha determinado que Eduardo Quaresma era para emprestar, com o intuito de ganhar calo na Liga Bwin a jogar com maior

Em Fora-de-jogo

Sinto profunda repugnância por afins noticiários Mas faço que desconheço & me calo , excepto em papel-lápis..

Em daniel abrunheiro

falando em deixar para lá esses comentários, mas eu não me calo , decidi falar, em nome de muitas mulheres e meninas que passam por situações...

Em www.noticiadafoto.com.br

Não tire da minha mão esse copo Não pense em mim quando eu calo de dor Olha meus olhos repletos de ânsia e de amor Não se perturbe...

Em blog0news

todos os dias, o que deu uma óptima rodagem, muita experiência, um calo de bem estar no palco », diz Mónica..

Em humorgrafe
Blogues do SAPO

Dúvidas linguísticas


O verbo intervir conjuga-se da mesma forma que o verbo vir? Sendo assim, qual é o seu particípio passado (caso tenha)?
O verbo intervir conjuga-se como o verbo vir, com a particularidade de se grafar com acento agudo na segunda e terceira pessoas do presente do indicativo (intervéns, intervém); esta particularidade é comum a todos os outros verbos derivados de vir ou do verbo latino venire (são os casos, por exemplo, de advir, avir, convir, desconvir, devir, provir, sobrevir). O particípio passado destes verbos também segue o paradigma de vir/vindo, sendo então intervindo o particípio passado de intervir (ex.: tinha intervindo brilhantemente no debate). Poderá esclarecer esta e outras dúvidas de conjugação seguindo a hiperligação para o verbo intervir no Dicionário Priberam da Língua Portuguesa e clicando em seguida na opção Conjugar que se encontra imediatamente acima da definição do verbo.



Em que situações se utiliza a fim e afim?
Para distinguir entre a fim e afim, é necessário compreender que se trata de duas expressões homófonas (isto é, que se pronunciam da mesma maneira, mas têm grafias e significados distintos) que correspondem a duas construções diferentes. A expressão a fim usa-se na locução prepositiva a fim de, para indicar uma finalidade ou um objectivo, sendo equivalente a para. Usa-se ainda a locução estar a fim de, com o significado de “ter vontade ou desejo de algo”. O adjectivo afim usa-se com o significado de “que tem semelhanças ou afinidades com algo ou alguém” e é flexionável (ex.: trataram o assunto em agenda e um outro afim deste; não tinham interesses afins).
pub

Palavra do dia

ban·ga·la·fu·men·ga ban·ga·la·fu·men·ga


(origem duvidosa)
nome masculino

[Brasil: Nordeste, Depreciativo]   [Brasil: Nordeste, Depreciativo]  Indivíduo sem valor, sem préstimo. = JOÃO-NINGUÉM, ZÉ-NINGUÉM

pub

Mais pesquisadas do dia



in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2021, https://dicionario.priberam.org/calo [consultado em 03-08-2021]