PT
BR
Pesquisar
Definições



calhe

A forma calhepode ser [primeira pessoa singular do presente do conjuntivo de calharcalhar], [terceira pessoa singular do imperativo de calharcalhar], [terceira pessoa singular do presente do conjuntivo de calharcalhar] ou [nome feminino].

Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!
calhecalhe
( ca·lhe

ca·lhe

)


nome feminino

1. Rua estreita.

2. Congosta.

3. Carreiro.

4. Vereda.

5. Calha.

6. [Portugal: Trás-os-Montes] [Portugal: Trás-os-Montes] Cale de madeira, que, na azenha, leva a água às penas do rodízio.

calharcalhar
( ca·lhar

ca·lhar

)
Conjugação:regular.
Particípio:regular.


verbo intransitivo

1. Suceder, acontecer.

2. Entrar em calha.

3. Correr pela calha.

4. Apresentar-se a ocasião.

5. Entrar (em actividade).

6. Ajustar-se.

7. Ficar bom.

8. [Gíria] [Gíria] Agradar, aprazer.


se calhar

[Portugal] [Portugal] Talvez; é possível que; provavelmente (ex.: se calhar amanhã vai chover).

Ver também resposta à dúvida: grafia da locução se calhar.

Auxiliares de tradução

Traduzir "calhe" para: Espanhol Francês Inglês

Anagramas



Dúvidas linguísticas



Como se pronuncia xenofobia? É xenofobia ou zenofobia?
O x- de xenofobia pronuncia-se ch, como na palavra chave, pois esta é a pronúncia em português para a letra X em início de palavra (ex.: xadrez, xenofobia, xisto, xô). São raros os casos em que a letra x se pronuncia [z] e estes casos correspondem a um contexto intervocálico em algumas palavras começadas por e- (ex.: exagerar, exemplo, existir, exótico, exuberante) ou nos seus derivados (ex.: coexistir, inexacto, preexistir, reexaminar, sobreexaltar [ou sobre-exaltar, segundo o Acordo Ortográfico de 1990 - ver Base XVI, 1.º, alínea b)]).



Qual destas frases está correcta: «Ele assegurou-me que viria» ou «Ele assegurou-me de que viria»? Li que o verbo "assegurar" é regido pela preposição "de" quando é conjugado pronominalmente; no entanto, só me soa bem dessa forma quando ele é conjugado reflexivamente, como em "Eles asseguraram-se de que não eram seguidos". Afinal, como é que é? Obrigada.
Os dicionários que registam as regências verbais, como o Dicionário Houaiss da Língua Portuguesa ou o Dicionário sintáctico de verbos portugueses, estipulam que o verbo assegurar é regido pela preposição de apenas quando usado como pronominal (ex.: quando saiu de casa assegurou-se de que as janelas estavam fechadas). Para além do uso pronominal, o verbo assegurar pode ainda ser transitivo directo ou bitransitivo, isto é, seleccionar complementos não regidos por preposição (ex.: os testes assegurariam que o programa iria funcionar sem problemas; o filho assegurou-lhe que iria estudar muito).

Este uso preposicionado do verbo assegurar na acepção pronominal nem sempre é respeitado, havendo uma tendência generalizada para a omissão da preposição (ex.: quando saiu de casa assegurou-se que as janelas estavam fechadas). O fenómeno de elisão da preposição de como iniciadora de complementos com frases finitas não se cinge ao verbo assegurar, acontecendo também com outros verbos, como por exemplo aperceber (ex.: não se apercebeu [de] que estava a chover antes de sair de casa) ou esquecer (ex.: esquecera-se [de] que havia greve dos transportes públicos).