PT
BR
Pesquisar
Definições



bordejamos

Será que queria dizer bordejámos?

A forma bordejamosé [primeira pessoa plural do presente do indicativo de bordejarbordejar].

Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!
bordejarbordejar
( bor·de·jar

bor·de·jar

)
Conjugação:regular.
Particípio:regular.


verbo intransitivo

1. [Marinha] [Marinha] Navegar, mudando de rumo frequentemente, consoante a direcção do vento. = VOLTEAR

2. [Figurado] [Figurado] Andar aos ziguezagues, aos bordos. = CAMBALEAR, ZIGUEZAGUEAR

3. [Figurado] [Figurado] Andar de um lado para outro, sem rumo. = DEAMBULAR, VAGUEAR

4. [Figurado] [Figurado] Dar um passeio. = PASSEAR

5. [Brasil, Informal] [Brasil, Informal] Procurar aventuras amorosas.


verbo transitivo

6. Estar ou andar ao lado, à borda de. = LADEAR

7. Fazer rodeios para evitar falar directamente sobre algo ou sobre alguém. = COSTEAR, RODEAR

Auxiliares de tradução

Traduzir "bordejamos" para: Espanhol Francês Inglês


Dúvidas linguísticas



Qual a forma correcta de dizer em português: biossensor ou biosensor?
A grafia correcta, apesar de não se encontrar registada em nenhum dos dicionários por nós consultados, deverá ser biossensor, por analogia com outras palavras formadas a partir do prefixo de origem grega bio-, que exprime a noção de “vida”: biossatélite, biossintético, biossistema, etc. Este comportamento é também análogo ao de alguns prefixos terminados em o, como sejam retro-, socio- e tecno-, que obrigam à duplicação do r e do s quando o elemento ao qual se apõem se inicia por uma dessas consoantes.



3ª ou 3.ª? Pergunto isto porque me lembro de uma vez ter lido que 23o significa 23 graus e 23.º vigésimo terceiro.
Nenhuma das opções pode ser considerada errada, uma vez que não há nada no Acordo Ortográfico (nem de 1945, nem de 1990) que se pronuncie sobre este facto. O texto legal do Acordo Ortográfico usa sistematicamente os numerais ordinais com ponto antes da letra que indica o género do numeral, o que pode tornar preferencial a opção 3.ª, em detrimento de , mas não torna esta segunda opção errada. É um facto que 23º será ambíguo (vinte e três graus/vigésimo terceiro) e que 23.º o desambigua, mas há mais ambiguidades na língua e não é uma ambiguidade que torna um enunciado errado.