PT
BR
Pesquisar
Definições



belisca

A forma beliscapode ser [segunda pessoa singular do imperativo de beliscarbeliscar], [terceira pessoa singular do presente do indicativo de beliscarbeliscar] ou [nome feminino].

Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!
beliscabelisca
( be·lis·ca

be·lis·ca

)


nome feminino

Acto de cortar um ou mais gomos para concentrar a seiva nos restantes.

etimologiaOrigem etimológica:derivação regressiva de beliscar.
beliscarbeliscar
( be·lis·car

be·lis·car

)
Conjugação:regular.
Particípio:regular.


verbo transitivo e intransitivo

1. Apertar a pele entre as unhas ou as pontas dos dedos.

2. Comer apenas um pouco.


verbo transitivo

3. Ferir ou ofender levemente.

4. Estimular, excitar.

etimologiaOrigem etimológica:latim *velliscare, de vellico, -are, picar, espicaçar, falar mal de.

Auxiliares de tradução

Traduzir "belisca" para: Espanhol Francês Inglês

Anagramas



Dúvidas linguísticas



Uma vez, conversando com uma pessoa que eu não conheço na Internet, ele me disse a seguinte frase: "... não faça pré-concepções prematuras". Ele quis dizer para eu não criar uma imagem dele sem conhecê-lo. Achei isso um pleonasmo. Ele disse que não, pois indica que eu fiz uma concepção antecipada e fora do tempo. Mesmo sendo estranho a pronúncia ele estava certo?
Uma pré-concepção (ou preconceito) é um conceito criado previamente ou sem fazer um exame. No entanto, isto não quer dizer que seja necessariamente prematuro, pois este adjectivo indica que foi feito antes do tempo próprio (se se entender que pode haver um tempo próprio para fazer preconcepções). Apesar de a expressão "preconcepção prematura" poder parecer pleonástica, não o é necessariamente.



Numa frase: o fulano leva-nos o dinheiro todo. Eu quero abreviar: o fulano leva-no-lo todo. Será correcto?
Como poderá constatar na Gramática do Dicionário Priberam da Língua Portuguesa, na secção Pronomes, o pronome clítico de complemento directo de terceira pessoa masculino é o, sendo que, quando é antecedido de uma forma verbal ou de outro clítico terminado em s, se lhe acrescenta um l (ex.: leva-nos o dinheiro = leva-no-lo; comprou-vos o terreno = comprou-vo-lo; chamámos o professor = chamámo-lo). A mesma regra se aplica, obviamente, em caso de flexão do pronome clítico em questão (ex.: leva-nos as malas = leva-no-las; comprou-vos a casa = comprou-vo-la; chamámos os professores = chamámo-los).