Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
Este site utiliza cookies. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. Saiba mais...
pub
pub
pub
pub
pub

barbeira

barbeirabarbeira | n. f.
fem. sing. de barbeirobarbeiro
Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!

bar·bei·ra bar·bei·ra


(feminino de barbeiro)
nome feminino

1. Mulher que barbeia por profissão.

2. [Antigo]   [Antigo]  Mulher de barbeiro.

3. [Brasil]   [Brasil]  Navalha, na gíria da capoeira.


bar·bei·ro bar·bei·ro


(barba + -eiro)
nome masculino

1. Indivíduo que barbeia por profissão.

2. [Figurado]   [Figurado]  Vento frio e incómodo para a cara.

3. [Informal]   [Informal]  Indivíduo que não é hábil na sua profissão.

4. [Entomologia]   [Entomologia]  Designação dada a vários insectos hemípteros hematófagos que são transmissores da doença de Chagas.

adjectivo e nome masculino
adjetivo e nome masculino

5. [Brasil, Informal]   [Brasil, Informal]  Que ou quem é pouco hábil ou pouco cuidadoso a conduzir.

pub

Auxiliares de tradução

Traduzir "barbeira" para: Espanhol | Francês | Inglês

Parecidas

Anagramas

Esta palavra em blogues

Ver mais

...a sábado, com exceção da Sexta-Feira Santa, quando permanecerá fechado, o hipermercado, farmácia e barbeira abrem das 8 às 21 horas, a lotérica das 8 às 20 horas, as...

Em Rede Brasil de Noticias - O Point da Informação

em 27 de fevereiro de 1969- Amílcar Moreira Esteves, Soldado 04136868 Amílcar Pires Barbeira , Soldado 09986667 André Cerqueira Salgado Sousa, Soldado 11746067 André Moura Fernandes, 1º Cabo...

Em Alberto Helder

...Luís Silva, 1º Cabo 10908970 Rui Manuel Carmona Ribeiro Lages, Soldado 60598371 Sabino Santos Barbeira , Soldado 09696771 Salomão Macuto Gaspar, Soldado 60262471

Em Alberto Helder

, com a desculpa do barbeira causando doenças..

Em www.sementedasartes.com.br

pela Pequena Barbeira ..

Em heterodomestico.pt
Blogues do SAPO

Dúvidas linguísticas


Na frase «O sentinela era um jovem soldado sem nome.» está correctamente aplicado o artigo definido masculino singular «O», ou deverá antes aplicar-se o artigo definido feminino «A» precedendo o nome «sentinela»? Em diferentes textos, surgem as duas diferentes formas, o que me levou a aperceber-me de uma vacilação de género; qual a preferível? E em relação a «ordenança» (enquanto soldado)?
A palavra sentinela designa, numa das suas acepções, o soldado ou, em contextos civis, a pessoa encarregada de efectuar a vigilância. Apesar de poder designar uma pessoa de sexo masculino, esta palavra surge nos dicionários como substantivo sobrecomum, registada apenas com o género feminino, à semelhança de outras palavras como criança ou pessoa. Por este motivo, será aconselhável a frase "A sentinela era um jovem soldado sem nome."

Apesar de o caso de ordenança poder parecer semelhante, o registo em dicionários confere-lhe habitualmente classificação lexical de substantivo de dois géneros, o que faz com que seja possível "O ordenança era um jovem soldado sem nome."

Esta questão varia consoante algumas especificidades lexicais de cada palavra, mas também consoante as actualizações lexicográficas feitas pelos dicionários a partir dos usos linguísticos ou de alterações sociais, culturais ou tecnológicas. O caso é porventura um pouco diferente, mas veja-se, a título de exemplo, a palavra segurança, que passou a ter, nas últimas décadas, uma acepção de substantivo de dois géneros.




A minha dúvida é sobre a pronunciação do nome próprio Rosana. Existe quem acentue a sílaba "Ro" e "sa" (Rósâna) e quem acentue a sílaba "sa" apenas (Rusâna). O nome, no entanto, escreve-se sem qualquer acento. Qual a forma correcta de o pronunciar?
O nome próprio Rosana é uma palavra grave e, independentemente da pronúncia da letra o, a sílaba tónica (isto é, aquela que recebe o acento de intensidade da palavra) é sempre a penúltima (-sa-).

A diferença de pronúncia entre [Ru]sana, [Ro]sana ou ainda [Rɔ]sana deve-se a uma alternância vocálica, isto é, a vogal o na escrita pode corresponder na oralidade às vogais [u] (como em morango), [o] (como em dor) ou ainda [ɔ] (como em pó).

Como regra geral do português europeu, as vogais das sílabas átonas elevam-se (por exemplo, um [o] ou um [ɔ] tónicos passam a [u] quando átonos: ex.: cola [ɔ] > colar [u]; forca [o] > enforcar [u]), mas esta regra tem muitas excepções (motivadas por vezes por características lexicais de uma palavra específica, por razões etimológicas, eufónicas ou outras). No caso de Rosana, a elevação da vogal da sílaba átona corresponderia à pronúncia [Ru]sana, mas qualquer uma das outras pronúncias é tão correcta como esta.

pub

Palavra do dia

ul·tra·con·ge·la·ção ul·tra·con·ge·la·ção


(ultra- + congelação)
nome feminino

Processo de congelação a uma temperatura muito baixa, geralmente inferior a 40 graus negativos, e num curto período de tempo, para melhor conservar características físicas e químicas (ex.: ultracongelação do pescado).

pub

Mais pesquisadas do dia



in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2021, https://dicionario.priberam.org/barbeira [consultado em 22-09-2021]