PT
BR
Pesquisar
Definições



arreigamento

A forma arreigamentoé [derivação masculino singular de arreigararreigar].

Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!
arreigararreigar
( ar·rei·gar

ar·rei·gar

)
Conjugação:regular.
Particípio:regular.


verbo transitivo, intransitivo e pronominal

1. Fixar ou lançar raízes. = ENRAIZARDESENRAIZAR, ERRADICAR

2. [Figurado] [Figurado] Tornar(-se) permanente, firme, entranhado. = ENRAIZAR, ENTRANHAR, FIRMAR, FIXAR, INVETERARDESVANECER, ERRADICAR


verbo intransitivo e pronominal

3. Estabelecer(-se) em determinado lugar. = RADICAR


verbo pronominal

4. Ficar ligado a.

sinonimo ou antonimoSinónimoSinônimo geral: ARREIGAR
sinonimo ou antonimoAntónimoAntônimo geral: DESARRAIGAR, DESARREIGAR

etimologiaOrigem etimológica:alteração de arraigar.

Anagramas



Dúvidas linguísticas



A palavra vigilidade, que tem origem na palavra vígil, tem suscitado alguma controvérsia na área em que estou envolvido. É um termo que é utilizado nalguns trabalhos de psicologia e por algumas instituições nacionais ligadas aos medicamentos (ex: INFARMED). No entanto, não encontrei a palavra nos dicionários que consultei, inclusivamente o da Priberam. Alternativamente a palavra utililizada é vigilância. Assim, gostaria de saber a vossa opinião sobre este assunto.
Também não encontrámos a palavra vigilidade registada em nenhum dos dicionários ou vocabulários consultados. No entanto, este neologismo respeita as regras de boa formação da língua portuguesa, pela adjunção do sufixo -idade ao adjectivo vígil, à semelhança de outros pares análogos (ex.: dúctil/ductilidade, eréctil/erectilidade, versátil/versatilidade). O sufixo -idade é muito produtivo na língua para formar substantivos abstractos, exprimindo frequentemente a qualidade do adjectivo de que derivam.

Neste caso, existem já os substantivos vigília e vigilância para designar a qualidade do que é vígil, o que poderá explicar a ausência de registo lexicográfico de vigilidade. Como se trata, em ambos os casos, de palavras polissémicas, o uso do neologismo parece explicar-se pela necessidade de especialização no campo da medicina, psicologia e ciências afins, mesmo se nesses campos os outros dois termos (mas principalmente vigília, que surge muitas vezes como sinónimo de estado vígil) têm ampla divulgação.




Por que a palavra baú recebe o acento agudo no ú?
A palavra baú é acentuada graficamente no u para que não forme ditongo com a vogal que a precede (contrariamente ao que acontece em pau, por exemplo).

De acordo com a base X, n.º 1 do Acordo Ortográfico de 1990, as vogais tónicas i e u das palavras agudas e graves são acentuadas quando precedidas de uma vogal com a qual não formam ditongo e desde que não constituam sílaba com a consoante seguinte, à excepção de s (ex.: Ataíde, baía, baú, graúdo, juízes, miúdo, país). De acordo com o n.º 2 da mesma base, tais vogais não são acentuadas quando precedidas de uma vogal com a qual não formam ditongo mas constituem sílaba com a consoante seguinte (ex.: juiz, Raul) ou então quando são seguidas de nh (ex.: moinho, rainha).