PT
BR
Pesquisar
Definições



aditiva

A forma aditivapode ser [feminino singular de aditivoaditivo], [segunda pessoa singular do imperativo de aditivaraditivar] ou [terceira pessoa singular do presente do indicativo de aditivaraditivar].

Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!
aditivoaditivo
( a·di·ti·vo

a·di·ti·vo

)


adjectivoadjetivo

1. Que se adita ou acrescenta. = ADICIONAL

2. [Gramática] [Gramática] Que liga ou serve para ligar elementos da mesma natureza (ex.: conjunção aditiva). = COPULATIVO


nome masculino

3. Aquilo que se acrescenta a algo, geralmente para alterar determinadas características (ex.: aditivo alimentar; gasolina com aditivos).

4. [Aritmética] [Aritmética] Número de que se subtrai outro. = DIMINUENDO

5. [Aritmética] [Aritmética] Parcela de uma soma que vem depois do sinal de adição.

etimologiaOrigem etimológica:latim additivus, -a, -um.
Confrontar: adictivo.
aditivaraditivar
( a·di·ti·var

a·di·ti·var

)
Conjugação:regular.
Particípio:regular.


verbo transitivo

Juntar aditivos a.

etimologiaOrigem etimológica:aditivo + -ar.

Auxiliares de tradução

Traduzir "aditiva" para: Espanhol Francês Inglês


Dúvidas linguísticas



Sou utilizadora do FLiP e ao utilizá-lo surgiu-me uma dúvida: Na palavra livra-lo o FLiP não assinala a falta de acentuação. Isto é, aceita com e sem acento. Gostaria de saber se há uma forma de assegurar que a falta de acentuação é encontrada.
O FLiP não pode assinalar falta de acentuação em livra-lo, pelo menos isoladamente. Isto porque tal forma corresponde à 2.ª pessoa do presente do indicativo do verbo livrar, pronominalizada com -(l)o(s) / -(l)a(s). Esta forma com ênclise é por vezes confundida com livrá-lo (infinitivo impessoal) e até com livra-o (3.ª pessoa do presente do indicativo e 2.ª do imperativo), ambas igualmente correctas, como se pode ver nos seguintes exemplos:

(i) Tu livras o João da prisão? = Tu livra-lo da prisão? [2.ª pessoa do presente do indicativo]
(ii) O advogado conseguiu livrar o João da prisão. = O advogado conseguiu livrá-lo da prisão. [infinitivo impessoal]
(iii) Ele livra o João da prisão. = Ele livra-o da prisão. [3.ª pessoa do presente do indicativo]
(iv) Por favor, livra o João da prisão! = Por favor, livra-o da prisão! [2.ª pessoa do imperativo]




Como se escreve: "boas festas a todos os seguidores" ou "boas-festas a todos os seguidores"?
Como o contexto que refere não é suficientemente esclarecedor, ambas as grafias, boas festas e boas-festas, estão correctas; os seus usos e funções é que são distintos.

Regra geral, expressões de votos escrevem-se sem hífen:
1. a) Já começaram a jantar? Bom apetite.
b) Boa viagem e boas férias.
c) Se não nos virmos antes, Bom Natal e Bom Ano.
d) Bom feriado! Aproveite para descansar.
e) Obrigada pelo convite mas acabei de lanchar. Bom proveito!

O mesmo acontece com os cumprimentos e saudações:
2. a) Bom dia. Como tem passado?
b) Boa tarde, meninos.
c) Então, boa noite e até amanhã.

No entanto, enquanto substantivos designativos desses cumprimentos, as formas de 2) são escritas com hífen:
3. a) Chega sempre com um bom-dia sorridente.
b) Que boa-tarde sisudo foi esse?
c) Deixo um boa-noite caloroso a todos os ouvintes.

O par boas festas/boas-festas tem um comportamento semelhante, podendo ser interjeição ou substantivo, de acordo com o contexto em que essas expressões são usadas. Quando se pretende cumprimentar e expressar votos de felicidade no Natal e no Ano Novo, usa-se a locução, escrita sem hífen: Boas festas a todos os seguidores. Quando a expressão é usada como substantivo, escreve-se com hífen: Aproveito para estender as minhas sinceras boas-festas a todos os seguidores.