PT
BR
Pesquisar
Definições



Reforma

A forma Reformapode ser [segunda pessoa singular do imperativo de reformarreformar], [terceira pessoa singular do presente do indicativo de reformarreformar] ou [nome feminino].

Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!
reformareforma
( re·for·ma

re·for·ma

)


nome feminino

1. Acto ou efeito de reformar.

2. Mudança operada tendo em vista um melhoramento.

3. Melhoramento introduzido numa regra muito moderada, numa ordem religiosa.

4. Nova organização ou modificação de uma organização existente.

5. Situação de um trabalhador que tem isenção definitiva da efectividade do serviço, por incapacidade física ou por ter atingido determinada idade legal, e que recebe determinada pensão ou remuneração. = APOSENTAÇÃO

6. Remuneração paga a um reformado. = APOSENTAÇÃO, PENSÃO

7. Reparação, conserto.

8. Substituição de objectos fora de uso.

9. [Comércio] [Comércio] Substituição de um título ou documento vencido, por outro da mesma natureza, com as mesmas características e de igual ou diferente valor.

10. [Comércio] [Comércio] Modificação de um contrato.

11. [História religiosa] [História religiosa] Movimento religioso que, no século XVI, separou grande parte da Europa da Igreja Romana e deu origem às Igrejas protestantes. (Geralmente com inicial maiúscula.)


reforma agrária

[Agricultura] [Agricultura]  Alteração da estrutura e organização agrícola de país ou região, para que haja maior equidade na distribuição dos terrenos agrícolas e dos lucros a eles relativos.

reforma ortográfica

[Ortografia] [Ortografia]  Conjunto de alterações significativas a um sistema ortográfico ou às regras ortográficas de uma língua (ex.: em 1911 houve a primeira reforma ortográfica em Portugal).

etimologiaOrigem etimológica:derivação regressiva de reformar.
reformarreformar
( re·for·mar

re·for·mar

)
Conjugação:regular.
Particípio:regular.


verbo transitivo

1. Fazer reforma ou reformas em.

2. Melhorar.

3. Extirpar o mal introduzido em.

4. Rectificar, corrigir.


verbo transitivo e pronominal

5. Dar ou obter uma situação de trabalhador com isenção definitiva da efectividade do serviço, por incapacidade física ou por ter atingido determinada idade legal, e que recebe determinada pensão ou remuneração. = APOSENTAR


verbo pronominal

6. Emendar-se, corrigir-se.

Auxiliares de tradução

Traduzir "Reforma" para: Espanhol Francês Inglês


Dúvidas linguísticas



Ao fazer a pesquisa do termo prescindir, observei que constava como verbo intransitivo. Pesquisei, no entanto, no dicionário Aurélio e constava como verbo transitivo. Gostaria de alertar para esse possível erro.
Apesar de, actualmente, o verbo prescindir dever ser considerado um verbo transitivo indirecto, como faz o Aurélio, a classificação mais tradicional em dicionários portugueses (diferentemente de dicionários brasileiros como o Aurélio ou o Houaiss) é classificar verbos com regência de proposições que não sejam a (como "entregar a") como intransitivos (como é o caso de "prescindir de"). Em casos semelhantes, é normal encontrar discrepâncias entre dicionários portugueses e brasileiros, sendo a classificação dos segundos geralmente mais rigorosa.



É correto dizer "sói acontece"? Ou seria "sói acontecer"?
O verbo soer, sinónimo de costumar ou ser frequente, é actualmente de uso raro na língua, conjugando-se principalmente nas terceiras pessoas do presente (sói, soem) e do pretérito imperfeito (soía, soíam) do indicativo.

Pesquisas em corpora e em motores de busca revelam uma frequência mais elevada deste verbo nos séculos XV e XVI, nomeadamente em obras de autores como Fernão Lopes, Garcia de Resende, Bernardim Ribeiro, João de Barros ou Luís de Camões, ocorrendo em construções transitivas, sobretudo com orações infinitivas (ex.: que reis e duques soíam temer), e intransitivas (ex.: e ali folgou o rei mais do que soía; que os navios fossem e voltassem como soíam).

Presentemente, o emprego do verbo soer é essencialmente erudito, recaindo maioritariamente em construções com orações infinitivas como complemento directo (ex.: um filme alternativo, como sói dizer-se; a figura do professor, que soía ser uma referência, tem vindo a esbater-se) ou como sujeito (ex.: soía fazer frio no Inverno, mas agora nem as aves migram).