PT
BR
Pesquisar
Definições



Pesquisa nas Definições por:

projecto

Que projecta sombra curta (habitante da zona tórrida)....


intencional | adj. 2 g.

Que existe só na intenção ou em projecto....


macróscio | adj.

Diz-se dos habitantes do Globo que, recebendo muito obliquamente os raios do Sol, projectam, ao meio-dia, grande sombra....


ortogonal | adj. 2 g.

Que forma ângulos rectos....


doidamente | adv.

De modo doido (ex.: trabalharam doidamente no projecto)....


transregional | adj. 2 g.

Que ultrapassa as fronteiras de uma região ou que é relativo a várias regiões (ex.: projectos transregionais)....


interdepartamental | adj. 2 g.

Que se realiza entre dois ou mais departamentos ou implica interacção entre departamentos (ex.: projecto interdepartamental)....


calculado | adj.

Que foi previsto ou antecipado (ex.: o projecto tinha riscos calculados)....


ideativo | adj.

Relativo a ideia ou ideias (ex.: o projecto está na fase ideativa)....


in mente | loc.

Na intenção, em projecto....


arquitecto | n. m.

Pessoa que tem como profissão idealizar e projectar edifícios ou espaços arquitectónicos, podendo também dirigir a sua construção....


arquitectura | n. f.

Arte de projectar e construir edifícios....


debuxo | n. m.

Projecto (de obra)....


esboço | n. m.

Delineamento inicial de uma obra de desenho ou de pintura....


mecânico | adj. | n. m.

O que faz projectos para a construção de máquinas....


relatório | n. m.

Exposição dos motivos que levam a apresentar um projecto de lei ou um decreto....


áscio | adj. | n. m.

Que não projecta sombra....



Dúvidas linguísticas



Peço auxílio para a composição de palavras com prefixos gregos e latinos. Quando são em justaposição e quando são em aglutinação? Minha dúvida neste momento é com a palavra intra + esclerótico.
A existência ou não de hífen depois de prefixos gregos e latinos é difícil de sistematizar em poucas linhas, pois isso difere consoante os prefixos (há até divergências ligeiras entre a norma europeia e a norma brasileira do português, por serem diferentes as obras de maior referência neste aspecto).

No caso de intra- (este caso aplica-se também aos prefixos contra-, extra-, infra-, supra- e ultra-), de acordo com a Base XXIX do Acordo Ortográfico de 1945, deve usar-se hífen antes de palavras iniciadas por vogal (ex.: intra-arterial, intra-ocular), h (ex.: intra-hepático), r (ex.: intra-raquidiano) ou s (ex.: intra-sinovial). Assim sendo, deve escrever-se intra-esclerótico segundo o Acordo Ortográfico de 1945, para o português de Portugal, ou o Formulário Ortográfico de 1943, para o português do Brasil.

Com a aplicação do Acordo Ortográfico de 1990, e segundo a Base XVI, o prefixo intra- (assim como todos os prefixos ou elementos prefixais com o mesmo contexto ortográfico, isto é, terminados na letra a) deve aglutinar-se sempre com o elemento seguinte (ex.: intraocular), excepto se este começar por a (ex.: intra-arterial) ou h (ex.: intra-hepático). No caso de o elemento seguinte começar por r ou s, essas consoantes devem ser dobradas (ex.: intrarraquidiano, intrassinovial). Assim sendo, deve escrever-se intraesclerótico segundo o Acordo Ortográfico de 1990.




Qual a etimologia da palavra escolha? E da palavra subalternidade?
A palavra escolha deriva do verbo escolher, que, por sua vez, vem de uma forma latina hipotética *excolligere que significaria “recolher; obter”. A palavra subalternidade deriva de subalterno, por aposição de –idade, sufixo muito produtivo que exprime o conceito de “qualidade, característica”. Assim, subalternidade designa a condição, a qualidade de quem é subalterno.

Ver todas