Dicionário Priberam Online de Português Contemporâneo
Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
Este site utiliza cookies. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. Saiba mais...
pub
pub
pub
pub
pub

Pesquisa por "funesto" nas definições

atribulado | adj.
    Funesto; doloroso; atormentado....

atro | adj.
    Funesto; lúgubre....

funesto | adj.
    Que traz consigo a morte....

infausto | adj.
    Não fausto; infeliz; funesto....

luctífero | adj.
    Que causa luto, que produz calamidade; desastroso; funesto....

ruim | adj. 2 g.
    Funesto....

terrível | adj. 2 g.
    Que infunde terror....

fatal | adj. 2 g.
    Que necessariamente há-de acontecer; que não podia deixar de acontecer....

mau | adj. | n. m. | interj.
    De qualidade fraca ou insuficiente (ex.: mau texto)....

terrorista | n. 2 g. | adj. 2 g.
    Que prediz catástrofes ou acontecimentos funestos....

maligno | adj. | n. m.
    Cheio de malícia; de péssima natureza....

sestro | adj. | n. m.
    Esquerdo....

sideração | n. f.
    Suposta influência de um astro na vida ou na saúde de alguém....

Dúvidas linguísticas


Existe na gramática portuguesa de Portugal o termo d'água? Meu corretor ortográfico indica que sim e na pesquisa do FLiP On-line diz que contém erro. Poderiam me confirmar se existe ou não?
O apóstrofo existe na ortografia do português de Portugal como existe na do português do Brasil, mas apenas em casos limitados (uso literário ou em compostos hifenizados com a preposição de) e para indicar a supressão de uma vogal, normalmente antes de outra vogal (ex.: mãe-d'água, pau-d'água).
Por este motivo, o corrector do FLiP e o Dicionário Priberam não reconhecem a expressão d'água isolada; reconhecê-la-ão apenas integrada numa palavra composta hifenizada como mãe-d'água ou pau-d'água.




No seguinte exemplo, o pronome do complemento directo deve vir antes ou depois do verbo?
- Já fizeste o trabalho?
- Sim, acabei de o fazer. / Sim, acabei de fazê-lo.
- Não, ainda tenho de o fazer. / Não, ainda tenho de fazê-lo.
Nas frases indicadas, as locuções verbais acabar de fazer e ter de fazer correspondem a construções em que os verbos acabar e fazer, seguidos da preposição de, são verbos auxiliares. Em geral, em locuções verbais com verbos auxiliares ou semiauxiliares (excepto com os que formam tempos verbais compostos: ex.: tem lido, foi lido), o clítico é colocado depois do verbo principal (ex.: O livro é interessante e posso lê-lo em dois dias; Ele veio visitar-me esta semana), podendo haver, menos consensualmente, colocação do clítico depois do verbo auxiliar ou semiauxiliar (ex.: O livro é interessante e posso-o ler em dois dias; Ele veio-me visitar esta semana). No entanto, quando a construção do verbo auxiliar ou semiauxiliar inclui uma preposição, especialmente de ou por, o pronome clítico pode ocorrer antes ou depois do verbo auxiliar (ex. Sim, acabei de o fazer. / Sim, acabei de fazê-lo), mas não depois do verbo auxiliar (ex. *Sim, acabei-o de fazer; o asterisco indica agramaticalidade).
Esta reflexão aplica-se também à outra frase apresentada (Não, ainda tenho de o fazer. / Não, ainda tenho de fazê-lo), mas nesse caso será ainda possível a opção Não, ainda o tenho de fazer, pois o advérbio ainda tem a propriedade de atracção do clítico (ver os casos referidos nas alíneas a) a j) da resposta posição dos clíticos).

Palavra do dia

i·ni·quí·ci·a |qüí|i·ni·qüí·ci·a i·ni·quí·ci·a |qüí|


(iníquo + -ícia)
nome feminino

1. [Antigo]   [Antigo]  Qualidade ou carácter do que é iníquo ou injusto.

2. [Antigo]   [Antigo]  Grande injustiça.

3. [Antigo]   [Antigo]  Acto malvado. = CRIME, PECADO, PERVERSIDADE


SinónimoSinônimo Geral: INIQUIDADE
AntónimoAntônimo Geral: EQUIDADE


• Grafia no Brasil: iniqüícia.

• Grafia alterada pelo Acordo Ortográfico de 1990: iniquícia.
• Grafia anterior ao Acordo Ortográfico de 1990: iniqüícia


• Grafia em Portugal: iniquícia.
pub

Mais pesquisadas do dia



in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2021, https://dicionario.priberam.org/Pesquisar/funesto [consultado em 09-02-2023]