Dicionário Priberam Online de Português Contemporâneo
Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
Este site utiliza cookies. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. Saiba mais...
pub
pub
pub
pub
pub

Pesquisa por "confesso" nas definições

confessável | adj. 2 g.
    Que se pode confessar (ex.: segredos confessáveis)....

confessório | adj.
    Diz-se da acção contra o réu confesso....

inconfesso | adj.
    Que não se confessou; que não confessou (culpas)....

peccavi | interj.
    Exclamação do rei David, depois de confundido pela parábola do Rico e do Pobre do profeta Natã; emprega-se para significar que se confessam os erros....

habemus confitentem reum | loc.
    Frase que se encontra no exórdio da oração de Cícero em favor de Ligário, partidário de Pompeu, exilado depois da vitória de César, e que se aplica quando alguém confessa uma coisa que a princípio negava....

agnosco veteris vestigia flammae | loc.
    Fim de um verso de Virgílio em que Dido, viúva de Siqueu, confessa a sua irmã que sente por Eneias a paixão que sentira pelo seu primeiro esposo....

confessado | n. m. | adj.
    O penitente (com relação ao seu confessor habitual)....

penitência | n. f.
    Pena imposta pelo confessor ao penitente para remissão ou expiação dos seus pecados....

penitencial | adj. 2 g. | n. m.
    Relativo a penitência....

palmatória | n. f.
    Instrumento com que se castiga batendo na palma da mão....

promissória | n. f.
    Título que representa uma quantia em depósito e no qual o depositário se confessa devedor dessa quantia....

Dúvidas linguísticas


Devemos dizer Ajude as pessoas a manterem a calma ou Ajude as pessoas a manter a calma?
Como já referimos na resposta infinitivo em orações adverbiais finais, quando na oração subordinada infinitiva há um sujeito diferente do sujeito da oração principal, deve ser utilizado o infinitivo pessoal ou flexionado. Por este motivo, e visto que na frase que menciona há dois sujeitos diferentes ([você] Ajude as pessoas a manterem a calma), deverá utilizar a forma verbal manterem, que corresponde à terceira pessoa do plural do infinitivo pessoal do verbo manter.



No site de um amigo, este emprega o vocábulo vigiliatura. Por convicção sugeri que corrigisse para vilegiatura, tal como consta no Dicionário On-Line. Respondeu-me, agradecendo, que o termo está correcto. Perante a dúvida, muito grato fico se puderem esclarecer-me.
A palavra vigiliatura não se encontra registada em nenhum dos dicionários de língua portuguesa por nós consultados. Não sabemos em que contexto foi empregue essa palavra, mas se tiver sido utilizada no sentido “temporada de recreio ou veraneio” a forma correcta a utilizar deverá ser vilegiatura e não vigiliatura.

Ao realizarmos pesquisas em corpora e motores de busca da internet, encontrámos algumas ocorrências de vigiliatura no sentido de “vigília”, forma que, apesar de pouco corrente, é aceitável, pois decorre da aposição do sufixo -tura (elemento de formação pouco produtivo no português contemporâneo) ao substantivo vigília. No entanto, visto que vigília é a forma consagrada pelo uso e pelo registo lexicográfico, o uso de vigiliatura, vocábulo menos generalizado e passível de equívocos como o que motivou a sua dúvida, parece-nos desaconselhado.

Palavra do dia

his·so·po |ô|his·so·po |ô|


(latim hyssopum, -i)
nome masculino

[Botânica]   [Botânica]  Planta herbácea aromática (Hyssopus officinalis), da família das labiadas, usada em medicina e perfumaria.

Plural: hissopos |ô|.Plural: hissopos |ô|.
Confrontar: hissope.
pub

Mais pesquisadas do dia



in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2021, https://dicionario.priberam.org/Pesquisar/confesso [consultado em 08-02-2023]