Dicionário Priberam Online de Português Contemporâneo
Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
Este site utiliza cookies. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. Saiba mais...
pub
pub
pub
pub
pub

Come

3ª pess. sing. pres. ind. de comercomer
2ª pess. sing. imp. de comercomer
Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!

co·mer |ê|co·mer |ê|

- ConjugarConjugar

(latim comedo, -ere)
verbo transitivo

1. Mastigar e engolir.

2. Dissipar.

3. Lograr.

4. Defraudar, enganar.

5. Gastar.

verbo transitivo e pronominal

6. [Informal]   [Informal]  Ter relações sexuais com. = PAPAR

verbo intransitivo

7. Tomar alimento.

8. Ter comichão.

9. Causar comichão.

10. Tirar proveito.

11. Roubar.

verbo pronominal

12. Amofinar-se, consumir-se.

nome masculino

13. Acto ou efeito de ingerir alimentos (ex.: a dentição pode perturbar o comer).

14. Aquilo que se come ou que pode ser comido (ex.: o comer está na mesa). = ALIMENTO, COMIDA

15. Refeição (ex.: a que horas é o comer?).


comer e calar
[Informal]   [Informal]  Aceitar, sem lamentos ou protestos (ex.: não é mulher para comer e calar). = RESIGNAR-SE


Ver também resposta à dúvida: verbo comer usado como substantivo.
pub

Auxiliares de tradução

Traduzir "Come" para: Espanhol | Francês | Inglês

Parecidas

Esta palavra em blogues

Ver mais

...deserves the best of all mankind, and its opportunity for peaceful cooperation may never come again..

Em Geopedrados

...direto/ Surpresas de Jorge Jesus frente ao Santa Clara Bernardo, o filho perfeito que come sopa ao jantar Ronaldo redefiniu o que é uma lenda do futebol O

Em A RODA

While the language of ‘empowerment’ has come to sound contrived and manipulative, the move toward self-management and a more equal

Em Balanced Scorecard

Ninguém come fuzil..

Em VARAL de IDÉIAS

O estudante não come , alimenta-se..

Em Fonte do Lavra
Blogues do SAPO

Dúvidas linguísticas


Estou com uma dúvida: como se escreve, e se existe, a palavra (excessão, ecessão, esseção)?
No português europeu a grafia correcta é excepção e no português do Brasil é exceção.



Recebi a correção de um texto que fiz para minha prova de redação e foram reportados 2 erros apenas.

1º “erro”: Precisava descrever o fato de não abuso e utilizei-me da construção de uma palavra prefixada por in-, levando em conta que o mesmo atendia minha necessidade para a construção, resultando no termo inabusivo. No contexto era necessário concordar em gênero e número, obtendo assim inabusivas. Estaria incorreto?

2º “erro”: Utilizei o termo profícuo na seguinte frase: “Questão de caráter complexo e de difícil solução profícua...”. Sinceramente, acredito que a professora realmente não compreendeu o significado do termo e ou até o desconhece visto que ela não reportou erro de redundância (onde uma vez pensei que toda solução fosse profícua, mas logo discordei pois é possível uma solução não ser vantajosa) ou qualquer outro tipo de erro possível.

Para os dois “erros” ela escreveu apenas o seguinte comentário: “Evite termos difíceis, fale fácil!”. Minha composição nesses casos está correta?

Os dados que nos fornece relativamente ao primeiro “erro” assinalado não são suficientes para emitir opiniões sobre a sua (in)correcção. O que lhe podemos indicar é que o adjectivo inabusivo não se encontra averbado pelos principais dicionários de língua. Ainda assim, inabusivo obedece às regras de boa formação morfológica, tal como outros casos atestados lexicograficamente: inactivo, inafectivo, inafirmativo, etc.

Quanto ao segundo “erro” assinalado, o que parece causar estranheza nessa construção é a dupla adjectivação da palavra solução (“difícil solução profícua”), que dificulta a interpretação desse sintagma e, por conseguinte, de toda a frase. Se utilizarmos apenas o primeiro adjectivo, como em “Questão de carácter complexo e de difícil solução.”, verificamos que a frase se torna mais clara. Deve ter sido por essa razão que o comentário registado na sua redacção pedia para evitar termos difíceis, dado que, neste caso, turva o sentido que se pretende transmitir. O uso de termos “difíceis”, característicos de um registo de língua mais formal, não é, porém, condenável, é opcional, sendo sobretudo uma questão de estilo. O que convém não fazer é utilizar abusivamente esses termos em contextos não formais, o que pode dar uma falsa ideia de erudição.


pub

Palavra do dia

vi·lar vi·lar


(latim villaris, -e, relativo a casa de campo, a quinta)
nome masculino

[Pouco usado]   [Pouco usado]  Pequena aldeia ou povoação; grupo de casas. = ALDEOLA, CASAL, LUGAREJO

pub

Mais pesquisadas do dia



in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2021, https://dicionario.priberam.org/Come [consultado em 23-09-2021]