Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
Este site utiliza cookies. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. Saiba mais...
pub
pub
pub
pub

pub
idadeidade | s. f.
-idade-idade | suf.
Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!

i·da·de i·da·de
(origem duvidosa, talvez do latim aetas, -atis)
nome feminino

1. Tempo transcorrido desde o nascimento ou desde o princípio.

2. Cada uma das fases da vida caracterizada por uma gradação particular do vigor.

3. Duração de uma vida.

4. Período de tempo (vário, mas determinado).

5. Era, época, tempo.


idade crítica
Período da vida em que há modificações físicas e psíquicas que originam a menopausa na mulher e a andropausa no homem. = CLIMACTÉRIO, IDADE CRÍTICA

idade da razão
Aquela em que as faculdades intelectuais atingem todo o seu desenvolvimento.

Idade Média
[História]   [História]  Período que se estende desde a queda do Império Romano, no século V, até à queda de Constantinopla, no ano de 1453. = MEDIEVALIDADE, MEDIEVO

Idade Moderna
[História]   [História]  Período compreendido entre 1453 (ano da queda de Constantinopla e do Império Romano do Oriente, que marca o fim da Idade Média) e 1789 (ano da Revolução Francesa).

idade viril
Idade do homem adulto.

primeira idade
A infância.

quarta idade
Período que segue à terceira idade, sensivelmente a partir dos 80 anos, em que há geralmente diminuição das actividades e das capacidades funcionais.

terceira idade
Período que se segue à idade adulta madura, sensivelmente a partir dos 65 anos, em que geralmente cessam as actividades profissionais.


-idade -idade
(sufixo latino -itas, -itatis)
sufixo

Exprime a noção de qualidade ou condição, geralmente para formar substantivos abstractos (ex.: normalidade).

pub

Auxiliares de tradução

Traduzir "-idade" para: Espanhol | Francês | Inglês

Parecidas

Palavras vizinhas

Esta palavra em blogues

Ver mais
Blogues do SAPO

Esta palavra no Twitter

Dúvidas linguísticas


Como se classifica gramaticalmente a forma levemo-lo?
Gramaticalmente, levemo-lo corresponde a uma forma do verbo levar na primeira pessoa do plural do imperativo (ex.: amigos, levemos isto daqui já), seguido do pronome átono o, que assume a forma -lo por estar a seguir a uma forma verbal terminada num -s (que desaparece: levemos + o = levemo-lo).

A forma levemos, isoladamente, poderá corresponder também ao presente do conjuntivo (ex.: é preciso que levemos isto daqui), mas, como tem o pronome átono em posição enclítica (depois do verbo), não corresponde a esse tempo, pois o presente do conjuntivo é normalmente antecedido da conjunção que, com propriedades de atracção do pronome átono (ex.: é preciso que o levemos daqui), não sendo considerada gramatical uma construção proclítica nesse caso (ex.: *é preciso que levemo-lo daqui).




O VOLP, os dicionários Houaiss, Aurélio e Priberam registram o verbete "norma-padrão", com hífen. A mesma grafia é encontrada nas gramáticas da Língua Portuguesa de autores brasileiros. Por outro lado, nenhuma das fontes acima citadas registra ou usa a forma "norma-culta", com hífen. Nas gramáticas, só aparece "norma culta", sem hífen. Qual seria a explicação para o uso do hífen em "norma-padrão" e o não uso do hífen em "norma culta"?
No caso de norma culta, trata-se de um sintagma nominal composto por um substantivo (norma) e por um adjetivo (culto) que concorda com o substantivo que modifica em género e número (norma culta, normas cultas), não havendo por isso necessidade de hífen.

No caso de norma-padrão, trata-se de uma palavra composta por dois substantivos. Neste caso, o segundo substantivo (padrão) comporta-se como se fosse um adjetivo, já que, de algum modo, determina a natureza do primeiro substantivo: a norma-padrão é a norma que constitui a referência, o padrão. Este tipo de formação neológica, que traduz um conceito novo (outros casos incluem palavra-chave, andar-modelo, escola-piloto ou ataque-relâmpago) podem, durante algum tempo, causar alguma hesitação na sua escrita, podendo coexistir as grafias com e sem hífen, geralmente num estado transitório e até que uma delas se imponha pelo uso. Esta informação encontra-se explicitada no verbete padrão do Dicionário Priberam.

pub

Palavra do dia

de·sa·mão de·sa·mão
(des- + à + mão)
nome feminino

1. Usado na locução adverbial à desamão.


à desamão
Fora de caminho; fora de jeito; fora de mão.

pub

Mais pesquisadas do dia

Siga-nos



in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2020, https://dicionario.priberam.org/-idade [consultado em 30-05-2020]