Dicionário Priberam Online de Português Contemporâneo
Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
Este site utiliza cookies. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. Saiba mais...
pub
pub
pub
pub
pub

tempo

tempotempo | n. m.
Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!

tem·po tem·po


(latim tempus, oris)
nome masculino

1. Série ininterrupta e eterna de instantes.

2. Medida arbitrária da duração das coisas.

3. Época determinada.

4. Prazo, demora.

5. Estação, quadra própria.

6. Época (relativamente a certas circunstâncias da vida, ao estado das coisas, aos costumes, às opiniões).

7. Estado da atmosfera.

8. [Por extensão]   [Por extensão]  Temporal, tormenta.

9. Duração do serviço militar, judicial, docente, etc.

10. A época determinada em que se realizou um facto ou existiu uma personagem.

11. Vagar, ocasião, oportunidade.

12. [Gramática]   [Gramática]  Conjunto de inflexões do verbo que designam com relação à actualidade, a época da acção ou do estado.

13. [Música]   [Música]  Cada uma das divisões do compasso.

14. [Linguagem poética]   [Linguagem poética]  Diferentes divisões do verso segundo as sílabas e os acentos tónicos.

15. [Esgrima]   [Esgrima]  Instante preciso do movimento em que se deve efectuar uma das suas partes.

16. [Geologia]   [Geologia]  Época correspondente à formação de uma determinada camada da crusta terrestre.

17. [Mecânica]   [Mecânica]  Quantidade do movimento de um corpo ou sistema de corpos medida pelo movimento de outro corpo.


a tempo
De forma pontual ou dentro do prazo previsto.

a seu tempo
Em ocasião oportuna.

com tempo
Com vagar, sem precipitação; antes da hora fixada.

dar tempo ao tempo
Esperar ocasião.

em dois tempos
De maneira muito rápida (ex.: arranjou emprego em dois tempos). = RAPIDAMENTE

em três tempos
O mesmo que em dois tempos.

matar o tempo
Ocupar-se com algo, geralmente insignificante ou passageiro, por distracção ou para passar o tempo.

queimar tempo
O mesmo que matar o tempo.

perder o tempo
Não o aproveitar enquanto é ocasião; trabalhar em vão; não ter bom êxito.

perder tempo
Demorar-se.

tempo civil
Tempo solar médio adiantado de doze horas. (O tempo civil conta-se de 0 a 24 horas a partir da meia-noite, com mudança de data à meia-noite.)

tempo da Maria Cachucha
[Informal]   [Informal]  Tempos muito antigos ou antiquados, desactualizados (ex.: isso é do tempo da Maria Cachucha).

tempo de antena
Duração determinada de emissões de rádio ou de televisão difundidas no quadro da programação.

tempo do Onça
[Brasil, Informal]   [Brasil, Informal]  Tempos muito antigos ou antiquados, desactualizados (ex.: casa com paredes do tempo do Onça). [Em alusão ao capitão Luiz Vahia Monteiro, governador do Rio de Janeiro (1725-1732), que ganhou o cognome de "O Onça" devido ao seu comportamento violento.]

tempo dos afonsinhos
Tempos muito antigos ou antiquados, desactualizados (em alusão à época em que reinaram os primeiros Afonsos de Portugal) (ex.: ritual praticado desde o tempo dos afonsinhos). = ERA DOS AFONSINHOS

tempo sideral
Escala de tempo baseada no ângulo horário do ponto vernal.

tempo solar médio
Tempo solar verdadeiro, sem as suas desigualdades seculares e periódicas. (O tempo médio conta-se de 0 a 24 horas a partir do meio-dia.)

tempo solar verdadeiro
Escala de tempo baseada no ângulo horário do centro do Sol.

tempos primitivos
[Gramática]   [Gramática]  Conjunto de tempos verbais de que os outros se formam pela mudança das desinências.

tempo universal
Tempo civil de Greenwich, em Inglaterra (sigla: T.U.).

tempo universal coordenado
Escala de tempo difundida pelos sinais horários (sigla internacional: UTC).

tempos heróicos
Aqueles em que viveram os heróis (século XX ao XII a.C.).

pub

Auxiliares de tradução

Traduzir "tempo" para: Espanhol | Francês | Inglês

Parecidas

Anagramas

Esta palavra em blogues

Ver mais

º tempo , mas devíamos ter arriscado mais..

Em O INDEFECTÍVEL

...maio no Sul do Brasil deve ser de pouca chuva com muitos dias de tempo ensolarado ou poucas nuvens..

Em www.rafaelnemitz.com

Outra grande demanda, é para que seja colocada em prática a educação de tempo

Em www.rafaelnemitz.com

Após o empate a quatro golos verificado no tempo regulamentar, o Barcelona chegou à vantagem a 18 segundos do término da partida..

Em O INDEFECTÍVEL

No fundo sentir-se mal com o passar do tempo , Era uma desconfiança com as coisas que até poderiam ser oferecidas, Mas que...

Em Inatingivel
Blogues do SAPO

Dúvidas linguísticas


Como devo passar para o discurso indirecto a frase: Eu chamo-me Paula. Discurso indirecto: Ela disse que se chamava Paula? ou Ela disse que se chama Paula?
Na transformação do discurso directo em discurso indirecto de Eu chamo-me Paula, além da passagem da primeira (eu) para a terceira pessoa gramatical (ela) e da introdução de um verbo declarativo (dizer), deverá haver também uma passagem do presente (chamo) para o imperfeito do indicativo (chamava), isto é, a frase Eu chamo-me Paula deverá ser transformada em Ela disse que se chamava Paula. Sobre este assunto, poderá consultar também a resposta discurso directo, discurso indirecto e discurso indirecto livre.



Queria perguntar-vos sobre a utilização de em ou no/na antes de nos referirmos a lugares. Porque dizemos no Porto mas não na Lisboa? Porque tanto se diz na França como em França? Existe alguma regra para a utilização ou não de artigo definido (e respectivas contracções) quando nos queremos referir a um local? Por exemplo: porquê dizer fui ao Funchal e não fui a Funchal?
O uso de artigos definidos (o, a os, as) antes de topónimos (isto é, nomes próprios que designam lugares geográficos) não corresponde a uma regra rígida na língua portuguesa. As indicações dadas por gramáticas e prontuários são em geral fluidas e por vezes contraditórias, pelo que as respostas a questões relacionadas com este assunto raramente podem ser peremptórias.

Na Nova Gramática do Português Contemporâneo, de Celso CUNHA e Lindley CINTRA (Lisboa, Edições João Sá da Costa, 14.ª ed., 1998, pp. 228-231), são elencadas algumas indicações para o uso ou não do artigo definido com nomes geográficos.

Preconiza-se nomeadamente o uso de artigo antes de nomes de “países, regiões, continentes, montanhas, vulcões, desertos, constelações, rios, lagos, oceanos, mares e grupos de ilhas” (ex.: a Suíça, a Escandinávia, a Europa, o Pico, o Etna, o Sara, o Centauro, o Guadiana, o Tanganica, o Índico, o Adriático, as Baleares), mas facilmente um falante se lembrará de muitos contra-exemplos para estas indicações (a própria gramática lista alguns deles: Portugal, Angola, Moçambique, Cabo Verde, São Tomé e Príncipe, Macau, Timor, Andorra, Israel, São Salvador, Aragão, Castela, Leão).

Do mesmo modo se indica que não se usa geralmente o artigo definido “com os nomes de cidades, de localidades e da maioria das ilhas”, mas logo se apresentam contra-exemplos, nomeadamente os casos de nomes de cidades e localidades que derivam de um substantivo comum (a Guarda, o Porto, o Rio de Janeiro, a Figueira da Foz).

Estas indicações gerais são úteis e correspondem provavelmente à maioria dos casos, mas os muitos casos que as contrariam (é significativa a lista de excepções ou contra-exemplos que as gramáticas apresentam) tornam a decisão de empregar ou não o artigo quase dependente de cada topónimo e da experiência linguística do falante.

Há ainda casos de topónimos como Espanha, França, Itália, Inglaterra ou Chipre em que é oscilante o uso ou não de artigo (ex.: foi viver para (a) Espanha).

O topónimo Funchal é usado sobretudo precedido de artigo (ex.: viajo amanhã para o Funchal; estou no [= em + o] Funchal; vou ao [= a + o] Funchal) e poderá incluir-se na categoria de nomes de cidades ou localidades “que se formaram de substantivos comuns” (CUNHA e CINTRA, p. 230).

pub

Palavra do dia

ra·bir·rui·vo ra·bir·rui·vo


(rabo + -i- + ruivo)
adjectivo
adjetivo

1. Que tem a cauda ruiva.

nome masculino

2. [Ornitologia]   [Ornitologia]  Designação dada a diversas aves da família dos muscicapídeos, do género Phoenicurus. = RABIRRUIVA

pub

Mais pesquisadas do dia



in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2021, https://dicionario.priberam.org/tempo [consultado em 21-05-2022]