Dicionário Priberam Online de Português Contemporâneo
Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
Este site utiliza cookies. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. Saiba mais...
pub
pub
pub
pub
pub

salsa

salsasalsa | n. f. | n. m.
fem. sing. de salsosalso
3ª pess. sing. pres. ind. de salsarsalsar
2ª pess. sing. imp. de salsarsalsar
Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!

sal·sa sal·sa


(latim salsa [herba], erva salgada)
nome feminino

1. [Botânica]   [Botânica]  Planta (Petroselinum crispum) da família das apiáceas, de folhas partidas, muito usada na cozinha.Ver imagem = PERREXIL, PERRIXIL

2. [Culinária]   [Culinária]  Molho para temperar ou estimular o apetite (ex.: salsa picante).

3. [Geologia]   [Geologia]  Pequeno vulcão que expele lama salgada e abundantes gases.

4. [Viticultura]   [Viticultura]  Casta de uva.

5. Género de música e dança de origem cubana e de influências africanas e caribenhas.

nome masculino

6. [Informal]   [Informal]  Homem presumido. = PERALTA

7. [Antigo]   [Antigo]  Mascarado que percorria as ruas de Lisboa, pelo Carnaval, tentando excitar o riso.


sal·so sal·so


(latim salsus, -a, -um)
adjectivo
adjetivo

[Linguagem poética]   [Linguagem poética]  Salgado (ex.: salso bolo; salso mar).


sal·sar sal·sar

- ConjugarConjugar

(salsa + -ar)
verbo transitivo e intransitivo

1. Dançar salsa.

2. [São Tomé e Príncipe]   [São Tomé]  Desbastar, podar.

3. [São Tomé e Príncipe]   [São Tomé]  Cortar as ervas daninhas. = CAPINAR

pub

Auxiliares de tradução

Traduzir "salsa" para: Espanhol | Francês | Inglês

Parecidas

Anagramas

Esta palavra em blogues

Ver mais

coroada de salsa , Até o dia em que ficaste só!!

Em BioTerra

Podemos comprá-lo ainda na forma de bolinhos, temperados com alho e salsa , para saborear

Em VISEU, terra de Viriato.

O piloto arronchense, João Salsa fez história na edição 2022 da Baja Portalegre , realizada no passado fim de...

Em ARRONCHES EM NOTÍCIAS

, mandioquinha- salsa , maxixe, nabo, pinha, quiabo, rabanete e romã, poderão receber tratamentos com o fungicida...

Em Caderno B

...Ktm 250 sx-f 516 - Joao Crespo - Honda CRF 250 519 - Joao Salsa - Ktm 350 520 - Jose Andrade - Ktm 350 Mini Baja: 713 -...

Em ARRONCHES EM NOTÍCIAS
Blogues do SAPO

Dúvidas linguísticas


Não encontro em dicionários a palavra discursante. Será aceitável como sinónimo de discursista ou discursador?
Apesar de não se encontrar em nenhum dicionário consultado, a palavra discursante está registada pelo menos em duas obras de referência, no Grande Vocabulário da Língua Portuguesa, de José Pedro Machado (Âncora Editora, Lisboa, 2001) e no Vocabulário Ortográfico da Academia Brasileira de Letras, mas apenas como adjectivo (ex.: O convidado discursante enganou-se) e não como substantivo (ex.: O discursante enganou-se). No entanto, a palavra discursante segue as regras de boa formação da língua portuguesa e não há motivo, a não ser a tradição lexicográfica, para não poder ser sinónimo de discursista e de discursador, seja como substantivo seja como adjectivo.



Quanto a comparações de inigualdade, ou seja, de superioridade ou de inferioridade, existirá uma regra absoluta para decifrar se se usa que ou do que ou ambas estarão correctas em qualquer expressão dessa estrutura? Para um falante em que o Português não é a primeira língua, seria bastante útil. Incluo as seguintes expressões para vossa análise: 1) O castelo é mais antigo que a igreja. 2) Hoje as laranjas estão menos baratas que as maçãs. 3) Nós compramos mais livros que vendemos. 4) O Paulo é mais grande do que gordo. 5a) O João tem mais de um carro. b) O João tem mais dum carro. c) O João tem mais do que um carro. d) O João tem mais que um carro.
As frases de 1) a 5) apresentam diferentes construções de comparativos relativos de superioridade e de inferioridade.

Em português, é possível formar os graus comparativos de superioridade e de inferioridade dos adjectivos usando os advérbios mais e menos seguidos da locução do que (ex.: o castelo é mais antigo do que a igreja; a igreja é menos antiga do que o castelo), podendo haver omissão da contracção da preposição de com o pronome demonstrativo invariável o (ex.: o castelo é mais antigo que a igreja; a igreja é menos antiga que o castelo). Esta construção aplica-se às frases apontadas em 1), 2) e 4).

Na frase 3) está presente um comparativo de superioridade relativo a um substantivo (ex.: nós compramos mais livros [do] que vendemos), sendo nesse caso a palavra mais um determinante indefinido.

A frase de 4) é um exemplo de uso correcto da construção mais grande, que, como afirmam Celso Cunha e Lindley Cintra na Nova Gramática do Português Contemporâneo (Lisboa, Edições João Sá da Costa, 14.ª ed., 1998, p. 262), só se considera correcta quando é usada para confrontar duas qualidades do mesmo elemento.

Relativamente às frases em 5), trata-se de uma comparação (de superioridade) de quantidade relativamente a um numeral (um). Neste tipo de comparação é possível uma construção análoga àquela usada para exprimir o grau comparativo do adjectivo, isto é, a estrutura mais (do) que seguida do numeral e de um substantivo, como nas frases 5c) e 5d). Alternativamente, é possível ainda utilizar as construções presentes em 5a) e 5b), que correspondem à locução comparativa mais de seguida de numeral e que diferem apenas na contracção (de + um = dum).

Para além destas quatro construções comparativas, é ainda possível estabelecer comparativos antes de verbos (ex.: consegue ver mais ao longe [do] que ao perto), de advérbios (ex.: põe esse quadro mais acima [do] que este) ou de preposições (ex.: o gato passa mais por aqui [do] que por ali).

pub

Palavra do dia

ce·ráu·ni·co ce·ráu·ni·co


(grego keraunós, -oû, raio + -ico)
adjectivo
adjetivo

[Meteorologia]   [Meteorologia]  Relativo a raios ou relâmpagos (ex.: actividade ceráunica; índice ceráunico; mapa ceráunico).

pub

Mais pesquisadas do dia



in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2021, https://dicionario.priberam.org/salsa [consultado em 03-12-2022]