PT
BR
Pesquisar
Definições



ruça

A forma ruçapode ser [feminino singular de ruçoruço], [segunda pessoa singular do imperativo de ruçarruçar], [terceira pessoa singular do presente do indicativo de ruçarruçar] ou [nome].

Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!
ruçaruça
ruça


nome

(A definição desta palavra estará disponível brevemente. Envie comentários ou sugestões para dicionario@priberam.pt)
ruçoruço
( ru·ço

ru·ço

)


adjectivoadjetivo

1. Pardacento.

2. Grisalho.

3. [Informal] [Informal] Que tem o cabelo castanho muito claro. = LOURO

etimologiaOrigem etimológica:talvez do latim roscidus, -a, -um, orvalhado.
Confrontar: roço, russo.
ruçarruçar
( ru·çar

ru·çar

)
Conjugação:regular.
Particípio:regular.


verbo transitivo

1. Tornar ruço.


verbo intransitivo

2. Envelhecer.

3. Começar a encanecer. = ENRUÇAR


verbo pronominal

4. [Informal] [Informal] Sorrir de contente.

5. Alegrar-se.

etimologiaOrigem etimológica:latim ruço + -ar.
Confrontar: roçar.

Auxiliares de tradução

Traduzir "ruça" para: Espanhol Francês Inglês

Anagramas



Dúvidas linguísticas



Na frase "aja como homem e pense como mulher", devo usar aja ou haja de agir? Qual é o correto?
Na frase que menciona, Aja como homem e pense como mulher, o termo correcto é aja, forma verbal (3ª pessoa do singular do imperativo, podendo também ser 1ª ou 3ª pessoa do singular do presente do conjuntivo [subjuntivo, no Português do Brasil]) de agir. É uma forma homófona, i.e., lê-se da mesma maneira mas escreve-se de modo diferente de haja, forma verbal (1ª ou 3ª pessoa do singular do presente do conjuntivo [subjuntivo, no Português do Brasil] e 3ª pessoa do singular do imperativo) de haver. Para as distinguir, talvez seja útil ter presente que pode substituir a forma aja (do verbo agir) por actue – “Aja/actue como um homem e pense como uma mulher” – e a forma haja (do verbo haver) por exista – “Haja/exista paciência!”.



Ao fazer a pesquisa do termo prescindir, observei que constava como verbo intransitivo. Pesquisei, no entanto, no dicionário Aurélio e constava como verbo transitivo. Gostaria de alertar para esse possível erro.
Apesar de, actualmente, o verbo prescindir dever ser considerado um verbo transitivo indirecto, como faz o Aurélio, a classificação mais tradicional em dicionários portugueses (diferentemente de dicionários brasileiros como o Aurélio ou o Houaiss) é classificar verbos com regência de proposições que não sejam a (como "entregar a") como intransitivos (como é o caso de "prescindir de"). Em casos semelhantes, é normal encontrar discrepâncias entre dicionários portugueses e brasileiros, sendo a classificação dos segundos geralmente mais rigorosa.