PT
BR
Pesquisar
Definições



relegarmos

A forma relegarmospode ser [primeira pessoa plural do futuro do conjuntivo de relegarrelegar] ou [primeira pessoa plural infinitivo flexionado de relegarrelegar].

Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!
relegarrelegar
( re·le·gar

re·le·gar

)
Conjugação:regular.
Particípio:regular.


verbo transitivo

1. Confinar num local determinado.

2. Afastar de um lugar para outro.

3. Banir; expatriar, exilar; desterrar.

4. Internar numa colónia.

5. Repelir, desprezar.

6. Esquecer.

7. [Figurado] [Figurado] Afastar com desdém.

etimologiaOrigem etimológica:latim relego, -are.
Confrontar: regelar.

Auxiliares de tradução

Traduzir "relegarmos" para: Espanhol Francês Inglês

Anagramas



Dúvidas linguísticas



Qual a forma correta: "Ela é mais alta do que ele" ou "Ela é mais alta que ele"?
Ambas as frases estão correctas porque tanto a conjunção que quanto a locução conjuncional do que introduzem o segundo termo de uma comparação, conforme pode verificar clicando na hiperligação para o Dicionário Priberam.

Geralmente, do que pode ser substituído por que: este é ainda pior do que o outro = este é ainda pior que o outro, é preferível dizer a verdade do que contar uma mentira = é preferível dizer a verdade que contar uma mentira.

No entanto, quando o segundo termo da comparação inclui um verbo finito, como em o tecido era mais resistente do que parecia, a substituição da locução do que por que não é possível e gera agramaticalidade: *o tecido era mais resistente que parecia.




As letras "c" das palavras director e actor, bem como a letra "p" de recepção e óptimo são pronunciadas por vocês ou não? Pois aqui no Brasil elas não o são e estou em dúvida de como deveria ser a pronúncia desses vocábulos aí em Portugal.
Em Portugal, as consoantes c e p das palavras director, actor, recepção e óptimo são geralmente mudas, isto é, não se pronunciam. Por esta razão, segundo o Acordo Ortográfico de 1990, essas consoantes deixam de ser grafadas na variante europeia do português, aproximando-se assim a grafia à pronúncia: diretor, ator, receção e ótimo. No Brasil, uma vez que o p de recepção é geralmente pronunciado, não se verifica a sua supressão nesta palavra.