Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
Este site utiliza cookies. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. Saiba mais...
pub
pub
pub
pub
pub

regelem

3ª pess. pl. pres. conj. de regelarregelar
3ª pess. pl. imp. de regelarregelar
Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!

re·ge·lar re·ge·lar

- ConjugarConjugar

(re- + gelar)
verbo transitivo e intransitivo

1. Tornar ou ficar gelado. = CONGELAR, GELAR

2. Causar ou sentir uma forte emoção que paralisa ou dificulta a acção.

verbo transitivo

3. Gelar novamente.

Confrontar: relegar.
pub

Auxiliares de tradução

Traduzir "regelem" para: Espanhol | Francês | Inglês

Parecidas

Dúvidas linguísticas


Gostava de saber o emprego das maiúsculas na língua portuguesa.
O uso das maiúsculas está regulamentado para o português europeu nas bases XXXIX a XLVII do Acordo Ortográfico de 1945, a que poderá aceder seguindo a hiperligação.

O Acordo Ortográfico de 1990 altera, através da sua Base XIX, alguns usos decorrentes das disposições de 1945, nomeadamente a não obrigatoriedade de maiúsculas em meses e estações do ano.




Como se escreve? Eu não consigo deitar-me cedo. Eu não consigo me deitar cedo. Não consigo perceber se o não está associado ao primeiro ou segundo verbo, pois nos verbos reflexos na negativa os pronomes vêm antes do verbo.
O verbo conseguir, à semelhança de outros verbos como desejar, querer ou tentar, tem algumas propriedades análogas às de um verbo auxiliar mais típico (como o verbo ir, por exemplo). Nestes casos, este verbo forma com o verbo principal uma locução verbal, podendo o clítico estar antes do verbo auxiliar (ex.: eu não me vou deitar cedo; eu não me consigo deitar cedo) ou depois do verbo principal (ex.: eu não vou deitar-me cedo; eu não consigo deitar-me cedo). Isto acontece porque o verbo considerado auxiliar ou semiauxiliar pode formar com o verbo que o sucede uma locução verbal coesa, como se fosse um só verbo (e, nesse caso, o clítico é atraído pela partícula de negação não e desloca-se para antes da locução verbal) ou, por outro lado, o verbo conseguir pode manter algumas características de verbo pleno (e, nesse caso, o clítico me pode manter-se ligado ao verbo principal deitar, de que depende semanticamente). Nenhuma das duas construções pode ser considerada incorrecta, apesar de a segunda ser frequentemente considerada preferencial.

Nesta frase, o marcador de negação (o advérbio não) está claramente a negar o verbo conseguir e é semanticamente equivalente a "eu deito-me tarde, porque não sou capaz de me deitar cedo". Se estivesse a negar o verbo deitar-se (eu consigo não me deitar cedo), teria um valor semântico diferente, equivalente a "eu sou capaz de me deitar tarde", devendo nesse caso o clítico estar colocado antes do verbo deitar.

pub

Palavra do dia

ra·vi·o·lo ra·vi·o·lo


(italiano raviolo)
nome masculino

1. [Culinária]   [Culinária]  Pequeno pastel, geralmente quadrado, de massa alimentícia com recheio finamente picado.


raviolos
nome masculino plural

2. [Culinária]   [Culinária]  Prato confeccionado com essa massa. = RAVIÓIS


SinónimoSinônimo Geral: RAVIÓLI

pub

Mais pesquisadas do dia



in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2021, https://dicionario.priberam.org/regelem [consultado em 19-09-2021]