Dicionário Priberam Online de Português Contemporâneo
Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
Este site utiliza cookies. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. Saiba mais...
pub
pub
pub
pub
pub

porfias

2ª pess. sing. pres. ind. de porfiarporfiar
fem. pl. de porfiaporfia
Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!

por·fi·ar por·fi·ar 1

- ConjugarConjugar

(porfia + -ar)
verbo transitivo e intransitivo

1. Ter disputa ou discussão acesa com alguém (ex.: porfiava com todos à sua volta; muito tempo porfiaram, até se calarem). = ALTERCAR, CONTENDER, DISCUTIR, DISPUTAR

2. Entrar em competição com alguém. = COMPETIR, RIVALIZAR

3. Manter uma intenção ou uma acção (ex.: apesar dos reveses, porfiou em mostrar o seu valor; muito porfiaram até conseguirem). = INSISTIR, LUTAR, OBSTINAR-SE, PERSISTIR, TEIMARCEDER, DESISTIR


por·fi·ar por·fi·ar 2

- ConjugarConjugar

(pôr + fio + -ar)
verbo transitivo

1. [Marinha]   [Marinha]  Guarnecer com fio (um cabo de linho).

2. [Marinha]   [Marinha]  Coser (cabos ou tralhas) com um fio ou cabo mais delgado.


por·fi·a por·fi·a


nome feminino

1. Disputa ou contenda pertinaz de palavras.

2. Perseverança; afinco; constância; pertinácia.

3. Obstinação, teima.


à porfia
Em competência; a qual melhor.

pub

Parecidas

Anagramas

Esta palavra em blogues

Ver mais

Se feitura de Deus Eva não fora, Dissera sem porfias Que de Eva foste mãe, velha senhora, Pois te sobejam os dias Para

Em Estação Cronográfica

...me mostrara nítido certo vazio, refiro-me à vanidade tanto das mores quanto das menores porfias , o luto

Em daniel abrunheiro

Daí é que nascem invejas, contendas, insultos, suspeitas, 5 porfias de homens com mente corrompida e privados da verdade que fazem da piedade assunto...

Em Blog da Sagrada Família

maneira haja pendências, invejas, iras, porfias , detrações, mexericos, orgulhos, tumultos;;

Em batalhabibliaonline.blogs.sapo.pt

...carne são manifestas, as quais são: adultério, prostituição, impureza, lascívia, 20 Idolatria, feitiçaria, inimizades, porfias , emulações, iras, pelejas, dissensões, heresias, 21 Invejas, homicídios, bebedices, glutonarias, e coisas semelhantes...

Em batalhabibliaonline.blogs.sapo.pt
Blogues do SAPO

Dúvidas linguísticas


Eu gostaria de saber se a palavra pró-atividade se escreve junto ou sem hífen e o significado da mesma.
Os dicionários de língua portuguesa não são unânimes em relação à grafia destas palavras, que alternam entre pró-actividade (pró-atividade, no português do Brasil) e proactividade (proatividade, no português do Brasil) e pró-activo (pró-ativo, no português do Brasil) e proactivo (proativo, no português do Brasil), uma vez que existem ambos os prefixos (pró- e pro-) com o sentido “a favor" ou "em defesa de”. O prefixo pró- separa-se sempre do elemento seguinte por hífen (ex.: pró-actividade, pró-americano, pró-ocidental, pró-socialista) e o prefixo pro- nunca se separa do elemento que se lhe segue (ex.: proactividade, procataléctico, procatártico), pelo que nenhuma das grafias pode ser considerada incorrecta, apesar de se notar uma tendência mais acentuada, nas obras lexicográficas, para o uso do prefixo pró-. O uso e registo das formas proactivo e proactividade podem também estar relacionados com o facto de o étimo mais próximo dessas palavras ser o inglês proactive.

Pró-actividade é um conceito utilizado frequentemente na área de gestão de empresas e designa a capacidade que alguém ou algo tem de fazer com que determinadas coisas aconteçam ou se desenvolvam.

É de referir que, pelo menos até à entrada em vigor do Acordo Ortográfico de 1990, as formas proactividade e pró-actividade são exclusivas do português europeu e as formas proatividade e pró-atividade são exclusivas do português do Brasil.




Como se escreve? Eu não consigo deitar-me cedo. Eu não consigo me deitar cedo. Não consigo perceber se o não está associado ao primeiro ou segundo verbo, pois nos verbos reflexos na negativa os pronomes vêm antes do verbo.
O verbo conseguir, à semelhança de outros verbos como desejar, querer ou tentar, tem algumas propriedades análogas às de um verbo auxiliar mais típico (como o verbo ir, por exemplo). Nestes casos, este verbo forma com o verbo principal uma locução verbal, podendo o clítico estar antes do verbo auxiliar (ex.: eu não me vou deitar cedo; eu não me consigo deitar cedo) ou depois do verbo principal (ex.: eu não vou deitar-me cedo; eu não consigo deitar-me cedo). Isto acontece porque o verbo considerado auxiliar ou semiauxiliar pode formar com o verbo que o sucede uma locução verbal coesa, como se fosse um só verbo (e, nesse caso, o clítico é atraído pela partícula de negação não e desloca-se para antes da locução verbal) ou, por outro lado, o verbo conseguir pode manter algumas características de verbo pleno (e, nesse caso, o clítico me pode manter-se ligado ao verbo principal deitar, de que depende semanticamente). Nenhuma das duas construções pode ser considerada incorrecta, apesar de a segunda ser frequentemente considerada preferencial.

Nesta frase, o marcador de negação (o advérbio não) está claramente a negar o verbo conseguir e é semanticamente equivalente a "eu deito-me tarde, porque não sou capaz de me deitar cedo". Se estivesse a negar o verbo deitar-se (eu consigo não me deitar cedo), teria um valor semântico diferente, equivalente a "eu sou capaz de me deitar tarde", devendo nesse caso o clítico estar colocado antes do verbo deitar.

pub

Palavra do dia

y·oun·gui·a·no y·oun·gui·a·no


(Young, antropónimo + -iano)
adjectivo
adjetivo

1. Relativo a Arthur Young (1741-1820), economista e agrónomo inglês, ou às suas doutrinas.

2. Relativo a Edward Young (1683-1765), poeta e filósofo inglês, ou à sua escola.

3. Relativo a Thomas Young (1773-1829), médico, físico e egiptólogo inglês, ou às suas teorias.

pub

Mais pesquisadas do dia



in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2021, https://dicionario.priberam.org/porfias [consultado em 26-09-2021]