Dicionário Priberam Online de Português Contemporâneo
Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
Este site utiliza cookies. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. Saiba mais...
pub
pub
pub
pub
pub

pomba

pombapomba | n. f. | interj.
Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!

pom·ba pom·ba


(latim palumba, -ae, pombo bravo)
nome feminino

1. [Ornitologia]   [Ornitologia]  Designação dada a várias aves granívoras e sociáveis da família dos columbídeos.Ver imagem

2. [Ornitologia]   [Ornitologia]  Fêmea do pombo.

3. [Figurado]   [Figurado]  Pessoa bondosa.

4. [Informal]   [Informal]  Órgão sexual feminino.

5. [Brasil: Nordeste]   [Brasil: Nordeste]  Órgão sexual masculino.

6. Vasilha de cobre para onde se passa o caldo limpo da cana-de-açúcar.

interjeição

7. [Brasil, Informal]   [Brasil, Informal]  Exprime enfado, irritação, impaciência ou desagrado. = BOLAS, POMBAS


pomba sem fel
Pessoa ingénua, sem maldade.

pub

Auxiliares de tradução

Traduzir "pomba" para: Espanhol | Francês | Inglês

Parecidas

Esta palavra em blogues

Ver mais

...e uma espécie de olho que se transforma em espelho, tendo em frente uma pomba com a cabeça pequenina, que irradia uma luz que ilumina o Céu inteiro..

Em TEMPO CONTADO

uma pomba com uma espada, crianças chorando fugindo de um prédio em chamas, uma tartaruga marinha...

Em NOTÍCIAS SOBRE AVIAÇÃO AVIATION NEWS

temos essa doença, uma pomba preta roendo suas penas dentro de um país dentro de nós, preso na caverna...

Em Viva a Poesia

Pomba branca, símbolo da paz A pomba branca está geralmente associada ao símbolo da paz..

Em Fonte do Lavra

Líbia O Taube, que em alemão significa “ Pomba ”, era um pouco maior que o Blériot XI e também mais potente, com...

Em NOTÍCIAS SOBRE AVIAÇÃO AVIATION NEWS
Blogues do SAPO

Dúvidas linguísticas


Por gentileza, qual o antônimo de cordial?
De acordo com o Dicionário Houaiss de Sinónimos e Antónimos, os antónimos do adjectivo cordial podem ser frio, indiferente, seco (ex.: teve uma atitude cordialteve uma atitude indiferente); desrespeitoso (ex.: as relações entre eles são cordiaisas relações entre eles são desrespeitosas); antipático, descortês, deseducado e grosseiro (ex.: os empregados daquela loja são cordiaisos empregados daquela loja são antipáticos). Os antónimos de cordial não se esgotam nesta lista, mas são estes os mais comuns para os diferentes sentidos deste adjectivo.



Quanto a comparações de inigualdade, ou seja, de superioridade ou de inferioridade, existirá uma regra absoluta para decifrar se se usa que ou do que ou ambas estarão correctas em qualquer expressão dessa estrutura? Para um falante em que o Português não é a primeira língua, seria bastante útil. Incluo as seguintes expressões para vossa análise: 1) O castelo é mais antigo que a igreja. 2) Hoje as laranjas estão menos baratas que as maçãs. 3) Nós compramos mais livros que vendemos. 4) O Paulo é mais grande do que gordo. 5a) O João tem mais de um carro. b) O João tem mais dum carro. c) O João tem mais do que um carro. d) O João tem mais que um carro.
As frases de 1) a 5) apresentam diferentes construções de comparativos relativos de superioridade e de inferioridade.

Em português, é possível formar os graus comparativos de superioridade e de inferioridade dos adjectivos usando os advérbios mais e menos seguidos da locução do que (ex.: o castelo é mais antigo do que a igreja; a igreja é menos antiga do que o castelo), podendo haver omissão da contracção da preposição de com o pronome demonstrativo invariável o (ex.: o castelo é mais antigo que a igreja; a igreja é menos antiga que o castelo). Esta construção aplica-se às frases apontadas em 1), 2) e 4).

Na frase 3) está presente um comparativo de superioridade relativo a um substantivo (ex.: nós compramos mais livros [do] que vendemos), sendo nesse caso a palavra mais um determinante indefinido.

A frase de 4) é um exemplo de uso correcto da construção mais grande, que, como afirmam Celso Cunha e Lindley Cintra na Nova Gramática do Português Contemporâneo (Lisboa, Edições João Sá da Costa, 14.ª ed., 1998, p. 262), só se considera correcta quando é usada para confrontar duas qualidades do mesmo elemento.

Relativamente às frases em 5), trata-se de uma comparação (de superioridade) de quantidade relativamente a um numeral (um). Neste tipo de comparação é possível uma construção análoga àquela usada para exprimir o grau comparativo do adjectivo, isto é, a estrutura mais (do) que seguida do numeral e de um substantivo, como nas frases 5c) e 5d). Alternativamente, é possível ainda utilizar as construções presentes em 5a) e 5b), que correspondem à locução comparativa mais de seguida de numeral e que diferem apenas na contracção (de + um = dum).

Para além destas quatro construções comparativas, é ainda possível estabelecer comparativos antes de verbos (ex.: consegue ver mais ao longe [do] que ao perto), de advérbios (ex.: põe esse quadro mais acima [do] que este) ou de preposições (ex.: o gato passa mais por aqui [do] que por ali).

pub

Palavra do dia

pa·ra·de·ar pa·ra·de·ar


(parada + -ear)
verbo transitivo

1. Dispor em parada.

verbo intransitivo

2. [Brasil: Rio Grande do Sul]   [Brasil: Rio Grande do Sul]  Alardear valentias falsas ou exageradas; mostrar-se fanfarrão ou presunçoso. = FANFARREAR, FANFARRONAR, POMADEAR

pub

Mais pesquisadas do dia



in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2021, https://dicionario.priberam.org/pomba [consultado em 26-11-2022]