Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
Este site utiliza cookies. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. Saiba mais...
pub
pub
pub
pub

pub
passadopassado | adj. | s. m. | s. m. pl.
masc. sing. part. pass. de passarpassar
Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!

pas·sa·do pas·sa·do
(particípio de passar)
adjectivo
adjetivo

1. Que passou ou decorreu.

2. Que se passou (ex.: roupa passada).

3. Que secou ao sol ou a que se retirou humidade (ex.: figos passados). = PASSO, SECO

4. Que está demasiado maduro.

5. Trespassado.

6. Surpreendido, atordoado.

7. Que é um pouco doido ou está sob efeito de estupefacientes.

8. [Culinária]   [Culinária]  Que se fritou ou grelhou durante determinado tempo (ex.: bife bem passado; ovo mal passado).

9. [Portugal, Informal]   [Portugal, Informal]  Que é doido, maluco (ex.: o cavalo é completamente passado).

substantivo masculino

10. Conjunto de factos ocorridos antes do momento presente.

11. Tempo antes do presente.

12. [Gramática]   [Gramática]  Conjunto de tempos verbais que designa acção ou estado anterior. = PRETÉRITO


passados
substantivo masculino plural

13. Antepassados.


passado dos carretos
[Portugal, Informal]   [Portugal, Informal]  Doido, maluco. = PASSADO


pas·sar pas·sar - ConjugarConjugar
(latim vulgar *passare, de passus, -us, passo)
verbo transitivo

1. Atravessar, transpor.

2. Deixar atrás.

3. Exceder.

4. Empregar.

5. Gastar.

6. Traspassar ou vender.

7. Utilizar um ferro de engomar para alisar a roupa (ex.: passou 5 camisas). = ENGOMAR

8. Filtrar, coar.

9. Transmitir ou ser transmitido; divulgar ou ser divulgado (ex.: a rádio passou o falecimento, mas a televisão não; isso passou nas notícias).

10. Propagar-se.

11. Pôr em circulação.

12. Fazer secar ao sol ou ao calor.

13. Sofrer.

14. Omitir.

verbo intransitivo

15. Atravessar.

16. Mudar de situação.

17. Mudar de lugar.

18. Ir mais longe.

19. Transitar.

20. Decorrer.

21. Correr por.

22. Resvalar, deslizar.

23. Tocar; parar; fazer escala.

24. Ter curso; circular.

25. Ser aprovado (em exame).

26. Não ficar; desaparecer; não ser permanente.

27. Cessar, acabar; morrer.

28. Perder (por excesso de pontos, no jogo, etc.).

verbo pronominal

29. Suceder, decorrer.

30. Mudar (deixando um lugar, partido, etc., por outro).

31. [Portugal, Informal]   [Portugal, Informal]  Perder a calma ou o comedimento.

verbo auxiliar

32. Usa-se seguido da preposição a e infinitivo, para indicar início de acção, processo ou estado (ex.: vou passar a andar mais vezes de transportes públicos).

substantivo masculino

33. Passagem do tempo (ex.: com o passar dos dias, habituaram-se ao clima).


passar de
Exceder.

passar em claro
Omitir.

Não dormir.

passar o tempo
Divertir-se.

passar pelas armas
Espingardear.

passar por alto
Tratar de leve.

passar por cima de
[Informal]   [Informal]  Atropelar.

[Informal]   [Informal]  Desrespeitar, transgredir.

[Informal]   [Informal]  Omitir, inadvertida ou voluntariamente. = PULAR, SALTAR

[Informal]   [Informal]  Não considerar, não levar em conta. = IGNORAR

pub

Auxiliares de tradução

Traduzir "passado" para: Espanhol | Francês | Inglês

Parecidas

Palavras vizinhas

Esta palavra em blogues

Ver mais
Blogues do SAPO

Esta palavra no Twitter

Dúvidas linguísticas


Eu posso usar a palavra amiguíssima? Recebi um texto de um autor desconhecido que contém esta palavra: "Mulheres, personalidades honradíssimas Temos nós, orgulho em tê-las. Mãe, amada, irmã... amiguíssimas Impossível não percebê-las. Desde as meigas, às extremistas, Não há quem possa vencê-las." Coloquialmente é errado falar/escrever esta palavra?
O adjectivo amigo aceita um superlativo regular (amiguíssimo) e um irregular (amicíssimo), derivado do superlativo latino.

Por favor, consulte também outra dúvida já respondida sobre o mesmo assunto em superlativos eruditos.




Estou com uma dúvida: o correto será adverti-lo, adverte-lo ou advertê-lo?
Como se trata do verbo advertir, a forma adverti-lo é a forma do infinitivo (advertir) seguida do pronome átono o que assume a forma -lo. Este clítico, assim como as suas flexões a, os e as, quando segue formas verbais terminadas em -r, -s ou -z, apresenta a forma -lo, -la, -los, -las, com consequente supressão de -r, -s e -z. A forma adverti-lo poderia ser usada numa frase como não conseguiu advertir o menino do perigo --> não conseguiu adverti-lo do perigo.

A forma adverte-lo será muito menos usada, pois é a forma do presente do indicativo na segunda pessoa do singular (tu advertes) seguida do pronome átono oque assume a forma -lo, por estar a seguir a uma forma verbal terminada num -s (que desaparece). Poderia ser usada numa frase como tu advertes o menino todos os dias para ele não fazer isso, mas ele faz na mesma --> tu adverte-lo todos os dias para ele não fazer isso, mas ele faz na mesma.

A forma *advertê-lo não corresponde a uma nenhuma forma verbal portuguesa.

pub

Palavra do dia

xi·le·ma |ê| xi·le·ma |ê|
(xilo- + -ema)
substantivo masculino

1. [Botânica]   [Botânica]  Nome científico do tecido vegetal, formado de células vivas, de fibras e de vasos que constituem a madeira. = LENHO

2. Madeira.

pub

Mais pesquisadas do dia

Siga-nos



in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2013, https://dicionario.priberam.org/passado [consultado em 23-01-2019]