PT
BR
Pesquisar
Definições



nomeeis

A forma nomeeisé [segunda pessoa plural do presente do conjuntivo de nomearnomear].

Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!
nomearnomear
( no·me·ar

no·me·ar

)
Conjugação:regular.
Particípio:regular.


verbo transitivo

1. Designar pelo nome (ex.: nomeou os alunos um a um). = CHAMAR

2. Dar nome a (ex.: falta nomear a empresa). = DENOMINAR, NOMINAR

3. Dizer o nome de (ex.: não conseguiu nomear um presidente da primeira república). = CITAR, DESIGNAR

4. Fazer menção ou referência a algo (ex.: nomeou apenas as vantagens). = CITAR, MENCIONAR, REFERIR

5. Escolher ou despachar para um emprego ou cargo. = INSTITUIR

6. Conferir dignidade.

7. Propor para prémio ou concurso. = INDIGITAR

8. Falar de (alguém).


verbo transitivo e pronominal

9. Atribuir ou atribuir-se qualidades. = INTITULAR


verbo pronominal

10. Dizer o seu nome. = CHAMAR-SE

etimologiaOrigem etimológica:latim nomino, -are, chamar pelo nome, chamar, citar, mencionar.

Auxiliares de tradução

Traduzir "nomeeis" para: Espanhol Francês Inglês


Dúvidas linguísticas



Na frase "aja como homem e pense como mulher", devo usar aja ou haja de agir? Qual é o correto?
Na frase que menciona, Aja como homem e pense como mulher, o termo correcto é aja, forma verbal (3ª pessoa do singular do imperativo, podendo também ser 1ª ou 3ª pessoa do singular do presente do conjuntivo [subjuntivo, no Português do Brasil]) de agir. É uma forma homófona, i.e., lê-se da mesma maneira mas escreve-se de modo diferente de haja, forma verbal (1ª ou 3ª pessoa do singular do presente do conjuntivo [subjuntivo, no Português do Brasil] e 3ª pessoa do singular do imperativo) de haver. Para as distinguir, talvez seja útil ter presente que pode substituir a forma aja (do verbo agir) por actue – “Aja/actue como um homem e pense como uma mulher” – e a forma haja (do verbo haver) por exista – “Haja/exista paciência!”.



As palavras Malanje, Uíje, Cassanje, etc., levam a letra g ou j ?
Os topónimos angolanos referidos deverão ortografar-se correctamente nas formas Malanje, je e Caçanje (esta última grafia corresponde também ao nome comum caçanje).

É esta a grafia registada nas principais obras de referência para o português europeu, nomeadamente no Tratado de Ortografia da Língua Portuguesa (Coimbra: Atlântida Editora, 1947) e no Vocabulário da Língua Portuguesa (Coimbra: Coimbra Editora, 1966), de Rebelo Gonçalves, ou no Grande Vocabulário da Língua Portuguesa, de José Pedro Machado (Lisboa: Âncora Editora, 2001). Apesar disso, é esmagadora a ocorrência de grafias alternativas como *Malange, *Uíge, *Cassange ou *Cassanje (o asterisco indica incorrecção, de acordo com as obras de referência para a ortografia e com a tradição lexicográfica).

É de referir que com o Acordo Ortográfico de 1990 (nomeadamente na Base III) não há qualquer alteração a este respeito.