PT
BR
Pesquisar
Definições



meter

Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!
metermeter
|ê| |ê|
( me·ter

me·ter

)
Conjugação:regular.
Particípio:regular.


verbo transitivo

1. Pôr dentro.

2. Fazer entrar.

3. Encerrar.

4. Fechar.

5. Esconder.

6. Incluir.

7. Introduzir.

8. Internar.

9. Mandar para.

10. Causar, fazer inspirar (ex.: essa história mete raiva e dó ao mesmo tempo).

11. Encolher, franzir.

12. Apertar.

13. Não alargar tanto.

14. Admitir, empregar.

15. Dar o ofício de.


verbo intransitivo

16. Entrar.


verbo pronominal

17. Introduzir-se.

18. Ingerir-se.

19. Dar-se, dedicar-se.

20. Atrever-se.


meter a sua colherada

Dizer algo a propósito.

meter num chinelo

Suplantar.

meter os dedos pelos olhos

Querer negar o que é evidente.

meter-se à cara

Mostrar-se, procurar chamar a atenção.

meter-se consigo

Não se intrometer onde não é chamado.

meter-se nas encolhas

Retrair-se, calar-se.

etimologiaOrigem etimológica:latim mitto, -ere, lançar, deixar ir, soltar, deixar de lado, omitir, enviar, mandar.

Auxiliares de tradução

Traduzir "meter" para: Espanhol Francês Inglês


Dúvidas linguísticas



Qual a frase correcta: Para puderem educar os seus descendentes, os pais deviam conduzir-se bem? ou Para poderem educar os seus descendentes, os pais deviam conduzir-se bem?
As formas poderem e puderem são duas formas verbais parónimas com alternância vocálica que correspondem a dois tempos verbais diferentes. Poderem (lê-se /pudêrem/) é a forma da terceira pessoa do plural do infinitivo pessoal do verbo poder; este tempo verbal utiliza-se para exprimir uma acção ou processo, mas sem expressar o tempo ou o momento específico (ex.: O facto de poderem optar dá-lhes grande liberdade. Enviou uma fotografia para os avós poderem ver a neta). Puderem (lê-se /pudérem/) é a forma da terceira pessoa do plural do futuro do conjuntivo do verbo poder; este tempo verbal utiliza-se para apresentar uma acção futura como possível ou hipotética, geralmente em orações subordinadas (ex.: Eles irão ao cinema se puderem). Tendo em conta o exposto, a frase correcta é Para poderem educar os seus descendentes, os pais deviam conduzir-se bem.
O corrector sintáctico do FLiP alerta, entre outras coisas, para estas relações de paronímia.




Sou utilizadora do FLiP e ao utilizá-lo surgiu-me uma dúvida: Na palavra livra-lo o FLiP não assinala a falta de acentuação. Isto é, aceita com e sem acento. Gostaria de saber se há uma forma de assegurar que a falta de acentuação é encontrada.
O FLiP não pode assinalar falta de acentuação em livra-lo, pelo menos isoladamente. Isto porque tal forma corresponde à 2.ª pessoa do presente do indicativo do verbo livrar, pronominalizada com -(l)o(s) / -(l)a(s). Esta forma com ênclise é por vezes confundida com livrá-lo (infinitivo impessoal) e até com livra-o (3.ª pessoa do presente do indicativo e 2.ª do imperativo), ambas igualmente correctas, como se pode ver nos seguintes exemplos:

(i) Tu livras o João da prisão? = Tu livra-lo da prisão? [2.ª pessoa do presente do indicativo]
(ii) O advogado conseguiu livrar o João da prisão. = O advogado conseguiu livrá-lo da prisão. [infinitivo impessoal]
(iii) Ele livra o João da prisão. = Ele livra-o da prisão. [3.ª pessoa do presente do indicativo]
(iv) Por favor, livra o João da prisão! = Por favor, livra-o da prisão! [2.ª pessoa do imperativo]