Dicionário Priberam Online de Português Contemporâneo
Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
Este site utiliza cookies. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. Saiba mais...
pub
pub
pub
pub
pub

mais-que-tudo

mais-que-tudomais-que-tudomais que tudo | n. 2 g. 2 núm.
tudotudo | pron. indef. | n. m.
Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!

mais·-que·-tu·do mais·-que·-tu·do mais que tu·do


nome de dois géneros e de dois números

[Informal]   [Informal]  Pessoa preferida ou a quem se dedica o maior afecto.


• Grafia no Brasil: mais que tudo.

• Grafia alterada pelo Acordo Ortográfico de 1990: mais que tudo.
• Grafia anterior ao Acordo Ortográfico de 1990: mais-que-tudo


• Grafia em Portugal: mais-que-tudo.

tu·do tu·do


(latim totus, -a, -um, todo, inteiro)
pronome indefinido

1. A totalidade do que existe; todas as coisas.

2. O que é essencial.

nome masculino

3. Pessoa mais estimada (ex.: esta criança é o meu tudo).


acima de tudo
Com mais importância do que o resto (ex.: ele preza acima de tudo o respeito pelos outros; a peça, acima de tudo, satiriza a sociedade). = MORMENTE, PRINCIPALMENTE, SOBRETUDO

mais que tudo
O mesmo que acima de tudo. (Confrontar: mais-que-tudo.)

Confrontar: todo.
pub

Parecidas

Esta palavra no dicionário

Ver mais

Esta palavra em blogues

Ver mais

pousar com segurança, então os pilotos aumentaram os flaps para fornecer a maior sustentação necessária para voar em velocidades mais baixas. Mas o dano à asa direita significou que os flaps da borda de ataque e os flaps da borda de fuga externa não conseguiram se estender. Havia agora um grande

Em NOTÍCIAS SOBRE AVIAÇÃO AVIATION NEWS

mais três pontos na bagagem e com o moral em alta. O SL Benfica podia estar a noite toda a jogar que a bola não ia entrar! Era um daqueles dias em que simplesmente a bola parece que ganha vida própria e resolve o seu próprio destino. Neste caso, o destino impingiu a primeira derrota da temporada para o

Em O INDEFECTÍVEL

Estava determinado. Não sei bem em quê , mas estava determinado. Na Clepsidra encontrava-me com os meus companheiros de luta, os imprescindíveis de que falava Brecht. Tínhamos tarefas no andar de cima que subíamos seriíssimos para ir para o policopiador e abrir o stencil azul, mais a tinta preta

Em Deriva das Palavras

O Cerro Porteño prometeu pagar Jorge Rojas ao Benfica, após o site 'Cronica' ter noticiado que o TAS ordenou o pagamento de 750 mil euros, mais uma taxa pelo alegado atraso no pagamento. "Nunca negámos o cumprimento do pagamento. Estou confiante de que vamos chegar a um acordo com o Benfica", disse

Em Fora-de-jogo

Arena, em jogo referente à primeira jornada da prova. O primeiro quarto não deixou grandes recordações e terminou com os madeirenses na frente (15-13), mas tudo mudou nos dez minutos que se seguiram. Os Dragões cerraram fileiras na defesa e afinaram a pontaria no ataque, o que valeu um parcial de 21

Em HELDER BARROS
Blogues do SAPO

Dúvidas linguísticas


Consultando um site estrangeiro sobre bandeiras e numa tradução apressada encontrei vixiologia como a palavra para o estudo das mesmas. Ora, aparentemente, não existe esta palavra em português. Assim solicito me indiquem qual a palavra correcta.
A palavra correcta para este estudo é vexilologia (a palavra está registada no Dicionário Houaiss e no Vocabulário Ortográfico da Academia Brasileira de Letras).



Gostaria que me explicassem qual das expressões é a correta:
"Isto não tem nada a ver com aquilo."
"Isto não tem nada haver com aquilo."
Das frases que menciona, apenas a primeira (isto não tem nada a ver com aquilo) está correcta, pois, neste caso, a locução ter a ver com significa "estar relacionado com" ou "dizer respeito a" (ex.: fisicamente, o filho não tem nada a ver com o pai; quem disse que eu tenho alguma coisa a ver com essa história?). A segunda frase (*isto não tem nada haver com aquilo) está incorrecta e a dúvida resulta da semelhança fonética do verbo haver com a sequência a ver da locução ter a ver com.

É também a proximidade fonética entre ter a ver (com) e ter a haver que está na origem de outra dúvida muito semelhante, comum a muitos falantes de português, a que já respondemos aqui. É o caso em que a locução ter a ver (com) é confundida com a locução ter a haver, muito mais rara, que significa "ter a receber" ou “ficar na posse de algo” (ex.: a senhora ainda tem troco a haver; já recebi tudo, não tenho mais nada a haver). Nesse caso, qualquer frase decorrente de uma estrutura como ela não tem nada a _____ [ver/haver] com aquilo, é correcta: ela não tem nada a ver com aquilo significa “ela não tem relação com aquilo; aquilo não lhe diz respeito”; ela não tem nada a haver com aquilo significa “ela não recebe nada com aquilo”. No entanto, é altamente provável que, no caso dessa estrutura, a intenção seja indicar que o assunto ou a situação de que se está a falar [aquilo] não diz respeito ao interlocutor ou ao sujeito de quem se fala, pelo que, nesse caso, a única forma correcta de transmitir esse significado é através da locução ter a ver com, tal como ela é usada na frase isto não tem nada a ver com aquilo.

pub

Palavra do dia

er·ra·di·car er·ra·di·car

- ConjugarConjugar

(latim eradico, -are)
verbo transitivo

1. Arrancar pela raiz (ex.: vamos erradicar as plantas doentes). = DESARRAIGAR, EXTIRPAR

2. Fazer desaparecer (ex.: a vacinação erradicou a varíola; refere a necessidade de erradicar a pobreza e reduzir as desigualdades). = AFASTAR, ELIMINAR, EXCLUIR, EXPULSAR

pub

Mais pesquisadas do dia



in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2021, https://dicionario.priberam.org/mais-que-tudo [consultado em 17-10-2021]