Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
Este site utiliza cookies. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. Saiba mais...
pub
pub
pub
pub

pub
inteligênciainteligência | s. f.
Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!

in·te·li·gên·ci·a in·te·li·gên·ci·a
(latim intelligentia, -ae, plural neutro de intelligens, -entis, particípio presente de intelligo, -ere, perceber, compreender)
substantivo feminino

1. Conjunto de todas as faculdades intelectuais (memória, imaginação, juízo, raciocínio, abstracção e concepção).

2. Qualidade de inteligente.

3. Compreensão fácil.

4. Pessoa muito inteligente e erudita.

5. [Figurado]   [Figurado]  Acordo, conluio.

6. Harmonia.

7. Habilidade.

8. Actividade ou serviço que visa obter e fornecer informações secretas relativas ao estado, ao governo, à segurança ou a sectores estratégicos.


inteligência artificial
[Informática]   [Informática]  Ramo da informática que estuda o desenvolvimento de sistemas computacionais com base no conhecimento sobre a inteligência humana.

pub

Parecidas

Palavras vizinhas

Esta palavra em blogues

Ver mais
Blogues do SAPO

Esta palavra no Twitter

Dúvidas linguísticas


Gostaria de saber se o feminino de anjo é anja e se está certo.
Não entrando na questão do sexo dos anjos (serão ou não seres assexuados?), a palavra anjo é um substantivo sobrecomum, isto é, tem um só género gramatical (é masculina: o anjo era bonito) mas designa indivíduos de ambos os sexos, não apresentando por isso uma forma feminina *anja.

O mesmo se passa, aliás, com os substantivos femininos pessoa, testemunha ou vítima, por exemplo, que designam ambos os sexos, não existindo as formas masculinas *pessoo ou *vítimo e correspondendo testemunho a outro significado, que não o feminino de testemunha.

Nestes casos, quando se quer discriminar o sexo do indivíduo, usa-se uma expressão como a pessoa do sexo feminino, a testemuna masculina, a vítima do sexo masculino. O mesmo se poderá fazer no caso de anjo: o anjo do sexo feminino.




É certo dizer mais grande?
Em português, o comparativo de superioridade dos adjectivos (aquele que exprime que um elemento da comparação possui uma qualidade em grau superior ao outro) forma-se, geralmente, através da anteposição do advérbio mais e da posposição da locução conjuntiva do que ou da conjunção que ao adjectivo (ex.: Ele é mais velho do que eu; O lápis é mais claro que o teu). Alguns adjectivos, porém, apresentam um comparativo irregular. É o caso de grande, que forma o comparativo de superioridade maior (ex.: O João é maior que o Pedro). A construção comparativa mais grande (do) que (ex.: *O João é mais grande do que o Pedro) está incorrecta, como indica o asterisco. Segundo afirmam Celso Cunha e Lindley Cintra na Nova Gramática do Português Contemporâneo (Lisboa, Edições João Sá da Costa, 14.ª ed., 1998, p. 262), tal construção só se considera correcta quando é usada para confrontar duas qualidades do mesmo elemento (ex.: O livro é mais grande que largo; Eles são mais grandes que gordos).
pub

Palavra do dia

jor·gen·se jor·gen·se
([São] Jorge, topónimo + -ense)
adjectivo de dois géneros
adjetivo de dois géneros

1. Relativo ou pertencente à ilha de São Jorge, no arquipélago dos Açores.

substantivo de dois géneros

2. Natural ou habitante da ilha de São Jorge.

pub

Mais pesquisadas do dia

Siga-nos



in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2013, https://dicionario.priberam.org/intelig%C3%AAncia [consultado em 23-04-2019]