Dicionário Priberam Online de Português Contemporâneo
Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
Este site utiliza cookies. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. Saiba mais...
pub
pub
pub
pub
pub

insinuar

insinuarinsinuar | v. tr. e pron. | v. tr. e intr. | v. tr. | v. pron.
Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!

in·si·nu·ar in·si·nu·ar

- ConjugarConjugar

(latim insinuo, -are)
verbo transitivo e pronominal

1. Fazer entrar (alguma coisa) no espírito ou na mente de outrem ou penetrar pouco a pouco no ânimo de alguém (ex.: ele foi insinuando sub-repticiamente aquelas ideias; o medo insinuava-se lentamente). = INSTILAR, INTRODUZIR

2. Introduzir ou introduzir-se lentamente ou de forma pouco perceptível (ex.: foi detido porque alguém insinuou droga na sua bagagem; a mão do carteirista insinuou-se na mala da vítima).

verbo transitivo e intransitivo

3. Afirmar, advertir indirectamente ou por meias-palavras (ex.: as notícias insinuam que houve burla; não gosto de insinuar, vou ser directo). = SUGERIR

verbo transitivo

4. Induzir, aconselhar indirectamente.

5. [Antigo]   [Antigo]   [Direito]   [Direito]  Registar em escritura pública.

verbo pronominal

6. Penetrar pouco a pouco na intimidade de outrem para fazer-se aceitar ou para captar a simpatia ou a benevolência (ex.: insinuou-se no grupo).

7. Tornar-se permanente ou instalado (ex.: vai demorar até que a confiança se insinue). = INSTILAR-SE

pub

Auxiliares de tradução

Traduzir "insinuar" para: Espanhol | Francês | Inglês

Parecidas

Esta palavra em blogues

Ver mais

E, muitas vezes, para a criatura se insinuar na opinião pública como praticante de bom desempenho de atribuições funcionais..

Em A Quinta Lusitana

...tiveram o desplante de cortar no meio a live da tarde de ontem, para insinuar que estariam sendo censurados por Facebook e YouTube - esqueceram que essas plataformas têm...

Em www.tonygoes.com.br

...tudo sobre um prisma de negativismo militante, desconfiar do que se decide e contrata, insinuar suspeitas sobre boas intenções e transformá-las em sinistras maquinações, viver ao sabor de permanentes...

Em Depois Falamos

Insinuar que o PS é um partido de esquerda devem querer

Em a peida é um regalo ... do nariz a gente trata

Ao insinuar uma quartelada, a cúpula militar se associa a essa tática de intimidação..

Em blog0news
Blogues do SAPO

Dúvidas linguísticas


Qual das seguintes frases está incorrecta? Queria um copo de água com gelo; Encomendei um colete em seda vermelha ou Vou comprar uma caixa de fósforos.
Do ponto de vista linguístico, nenhuma das frases está incorrecta, pois a preposição de pode ser usada para indicar conteúdo (ex.: copo de água, caixa de fósforos) e a preposição em pode ser usada para indicar matéria (ex.: colete em seda). A informação sobre o uso das preposições nestas expressões pode ser encontrada em obras de referência para o português, nomeadamente em dicionários gerais de língua como o Dicionário da Língua Portuguesa Contemporânea da Academia das Ciências de Lisboa (Lisboa: Editorial Verbo, 2001) ou o Grande Dicionário Língua Portuguesa (Porto: Porto Editora, 2004). Alguns autores, porém, consideram inadequado o uso da preposição em para expressões que indicam matéria, alegando que se trata de galicismo.



Colibri diz-se: Culibri? ou Colibri (com o som do -o- aberto)? Li que a sílaba acentuada é a última? Sendo aguda, que som tem a sílaba Co-? E porquê, ou seja qual é a regra para a pronunciação desta palavra?
Na questão colocada, está em causa a qualidade da vogal de uma sílaba átona, e não a sua acentuação (a palavra é sempre acentuada na última sílaba: colibri).

A letra o pode corresponder ao som [o], como em avô ou dor, ao som [ɔ], como em avó ou corda, ou ao som [u], como em comida ou carro.

No português europeu, como regra geral (com muitas excepções), as vogais que não pertencem a uma sílaba tónica são elevadas. Por exemplo, no caso da vogal o das palavras corda e cordão, o som [ɔ] (vogal mais baixa) da palavra corda (com acento tónico em cor) passa a pronunciar-se [u] (vogal mais alta) em cordão pois a sílaba tónica passou a ser a última cordão. Esta regra geral pode aplicar-se a colibri (como a sílaba tónica é bri, a sílaba co- pode pronunciar-se [ku]), mas no caso desta palavra, há informação lexical, isto é, relativa à própria palavra e não às regras mais gerais da língua, que faz com que, por motivos etimológicos ou outros, a maioria dos falantes pronuncie [kɔ]libri. Esta é então também a pronúncia registada no Dicionário da Língua Portuguesa Contemporânea, da Academia da Ciências/Verbo e, posteriormente, no Grande Dicionário Língua Portuguesa, da Porto Editora.

pub

Palavra do dia

pi·chor·ra |ô|pi·chor·ra |ô|


(picho + -orra)
nome feminino

1. Pichel com bico.

2. [Portugal: Beira]   [Portugal: Beira]  Pequena cântara de barro branco, com bico.

3. [Brasil]   [Brasil]  Jogo em que os intervenientes tentam partir, de olhos vendados e com um pau, um recipiente cheio de guloseimas e prendas, pendurado acima das suas cabeças. = PINHATA

4. [Brasil]   [Brasil]  Recipiente que se enche de guloseimas e prendas, usado nesse jogo. = PINHATA

5. [Brasil, Informal]   [Brasil, Informal]  Fêmea do cavalo. = ÉGUA

6. [Brasil: São Paulo]   [Brasil: São Paulo]  Falta de força ou de estímulo para agir. = INDOLÊNCIA, LASSIDÃO, PREGUIÇA

adjectivo de dois géneros e nome de dois géneros
adjetivo de dois géneros e nome de dois géneros

7. [Brasil: São Paulo]   [Brasil: São Paulo]  Que ou quem mostra medo ou falta de coragem. = COBARDE, MEDROSO, POLTRÃOCORAJOSO

pub

Mais pesquisadas do dia



in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2021, https://dicionario.priberam.org/insinuar [consultado em 20-10-2021]